Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Regras da politicagem brasileira

regras da política

Político Bom

Teoricamente, a democracia prevê a representatividade do povo, portanto, parece-me natural que traficantes, prostitutas e outros criminosos ganhem uma eleição.

Eu já observei alguns marginais na lista de eleitos e eles tem a ficha limpa, pelo menos por enquanto, mas os políticos dificilmente vão notar que eles tem problemas de conduta, afinal, eles falarão a mesma língua.

Para ser um bom político, não é preciso ser bom, mas é preciso parecer, assim, os políticos não precisam trabalhar mas precisam parecer que trabalham.

Político não pode esquecer o povo, deve ser sempre atencioso e ser gentil com as pessoas, deve saber se explicar e negociar para que os votos não se tornem caros demais e desde que a lei não enquadre isso como compra de votos.

Muitos políticos que são honestos e eficientes, perdem a eleição por não saber lidar com as pessoas. Isso acontece porque pessoas que trabalham muito, dificilmente tem paciência e tolerância.

Político sem caráter sempre vence, aliás, quanto menos caráter, mais sucesso na política ele vai ter.

Alguns Políticos não são leais com o partido e nem com os eleitores, a não ser quando isso interessa para eles.

Político só vota em um projeto se receber alguma vantagem em troca, por isso, antes de ser eleito é preciso saber de seus objetivos. Caso o político não tenha nenhum objetivo, não deve se preocupar, muitas pessoas lhe mostrarão o que deve fazer e o que terá a ganhar.

Político sempre se faz de vítima, caso seja flagrado em um crime de corrupção, pelo menos até que o caso seja arquivado.

Há dois perfis de políticos de sucesso mais conhecidos: aquele que segue sempre o seu partido e é bem pago por isso, e o político que está sempre do lado do vencedor, sempre está disposto a mudar de partido para atingir os seus objetivos.

Os políticos mais espertos não gastam dinheiro do bolso, estão sempre aproveitando a máquina do estado para conseguir angariar votos. Depois de eleitos, desaparecem para não ter de ajudar ninguém.

Os eleitores confundem os políticos com assistência social, papai noel, amigo, banco, etc.

Os melhores políticos são aqueles que representam uma classe, desde que sejam fiéis aos seus princípios. Os melhores eleitores são aqueles que continuam buscando um candidato em comum, analisando suas qualidades e pensamentos.

A última e cruel constatação: a maioria dos políticos que vencem, não prestam, são a escória da humanidade, mesmo assim, representam alguns grupos de minoria como drogados, sem teto, prostitutas e burgueses sem noção.

Conclusão: Boa parte dos eleitores são marginalizados e tem os seus representantes marginais e, apesar de não ser a mesma coisa, eles não tem alternativas, opção, estão sempre entre a panela e o fogo, pior, sabendo que serão queimados.

A educação tem atendido mais a população, apesar da qualidade não ser boa. O problema é que a noção de cidadania tem diminuído, isso explica os resultados surpreendentes das urnas, assim como o uso de pesquisas para manipular e suportar o bipartidarismo.

O déficit de empregados é grande, isso explica o porque de aposentados, mulheres e até crianças, estarem trabalhando e ainda continuarem pobres. Enquanto as creches estiverem aumentando, a qualidade da sociedade estará diminuindo.

Os escravos de hoje já não tem direito a ter os dentes bons, são tratados pior que os animais de estimação, seu tratamento independe de raça, cor ou credo. O excesso de mão-de-obra é promovido pelas mídias, mostrando nossa decadência em realities shows e novelas.

O grande final fica a cargo dos paparazzi, mostrando que também não há mais lei e que estamos todos marginalizados.

By Jânio

outubro 11, 2012 Posted by | Política | , , , , , | Deixe um comentário

Regras para os novos depósitos na poupança

regras_poupança

As mudanças nas regras da poupança são pequenas, mas isso não é suficiente para acalmar os pequenos poupadores. Segundo as últimas pesquisas, a metade dos poupadores tem menos de cem reais aplicados na poupança.

Aplicações financeiras viraram trauma no Brasil desde que Fernando Collor bloqueou as aplicações acima de um determinado valor, para controlar a inflação, e deixou parte dos investidores irritados. Eu não me lembro quanto era, mas eu me lembro que eu tinha cerca sete salários mínimos aplicados e não passou nem perto dos valores bloqueados.

Para mim, o problema foi com os rendimentos que ficavam abaixo da inflação, afetando muita gente.

As mudanças nas aplicações não são sérias na prática mas, teoricamente, preocupam.

Vamos lembrar a regrinha básica?

01) Impostos são altos para serem roubados pelos políticos corruptos.

02) Falta de concorrência e aumento da corrupção: Com o aumento dos impostos, os pequenos empreendedores tem dificuldades para manter seus negócios, surgindo os monopólios, lavagem de dinheiro, leis que ninguém conhece e que beneficiam a elite que tem bons consultores, corrupção de fiscais, habeas corpus sendo emitidos “antes” dos mandados, licitações e financiamentos fraudulentos, etc.

03) Inflação: Com falta de concorrência e/ou empresas no mercado, naturalmente a inflação tende a subir, mas a máfia usará a taxa de juros para controlar a inflação. Enquanto as taxas de juros ficam relacionadas a inflação, o verdadeiro motivo fica oculto das pessoas sem informação.

04) Com a alta da taxa de juros SELIC, vários problemas são identificados, entre eles: Valorização do câmbio, com a moeda nacional valorizada e o dólar desvalorizado, causando o desequilíbrio na balança comercial, já que haverá o aumento da importação e turismo no estrangeiro.

05) O crescimento econômico deveria ser bom: Para todo país desenvolvido o crescimento econômico é bom, mas para o Brasil não. A entrada de investimentos estrangeiros no país aumenta as reservas em dólares, o que torna o dólar ainda mais barato. Para tentar elevar o preço do dólar, isso não acontecia em países desenvolvidos, pelo menos antes da crise, o governo brasileiro compra dólares e isso aumenta ainda mais as reservas, sem atingir seus objetivos.

06) Há algum tempo atrás, acontecia o contrário e todo mundo achava que o país ia quebrar.

O que está acontecendo agora é que a taxa de juros, SELIC, tem de cair, já que todos os setores estão no limite, portanto, estamos à beira de uma recessão. Antigamente, antes da automatização, era mais fácil burlar a receita, o governo, hoje, só os grandes são beneficiados por advogados, consultorias, leis de isenções que ninguém conhece e lobistas que defendem seus interesses.

Além de tudo isso, pagando a dívida externa e mantendo a SELIC alta, o governo troca a dívida externa pela dívida interna: Obs: A taxa de juros da dívida interna é muito maior que a dívida externa. Os EUA estão quebrados, devendo para as suas próprias empresas.

Voltando a poupança: O governo acha mais fácil baixar a taxa de juros da dívida interna, SELIC/títulos do governo, que baixar as taxas de impostos, mostrando que a máfia está muito bem estruturada, já esteve muito pior em décadas anteriores, quando a direita sabia roubar.

Assim, sobrará para os pobres, como sempre. Na teoria o país não conseguirá crescer sem atingir o investimento mais popular do país.

Os depósitos antigos não serão atingidos, pelo menos por enquanto, apenas as novas aplicações. Se o investidor for sacar, o saque será feito a partir dos novos depósitos, protegendo os depósitos antigos.

Eu vou dar uma ideia para o governo, eles poderiam distribuir programas gratuitos para que as pessoas façam seus cálculos de maneira interativa na casa. É, porque agora vai ficar difícil calcular o que já era quase impossível – todos nós sabemos que cada depósito era calculado de acordo com o dia, ou seja o rendimento do dia.

Analistas financeiros ainda estão pessimistas, mesmo com as novas regras da poupança. Segundo eles a inflação pode chegar a 6%, num mercado sem concorrência, elitizado e controlado pela máfia.

O medo do governo é que os investidores de outras aplicações do mercado financeiro migrem para a poupança, o que seria um caos para o governo, já que o governo ficaria obrigado a pagar 0,5% ao mês mais a TR, que é o que vinha sendo pago até agora. E continuará sendo pago, exceto para as novas aplicações, protegendo o governo de ter de pagar altas taxas para as novas aplicações.

Se as taxas de juros baixarem ainda mais, os especialistas não acreditam muito nisso, 8,5% será o limite da SELIC para que as novas regras sejam aplicadas na poupança, mas o governo não falou nada em baixar os impostos, nem em prender políticos corruptos, já que a maioria é.

Caso a SELIC cheque a 8%, por exemplo, o rendimento da poupança será apenas de 70% dessa taxa, ou seja, não será 8% e sim 5,6%, o que não acontece se a SELIC voltar a ficar acima de 8,5% novamente. Se a inflação for de 4,5%, haveria um ganho de 1,1% no rendimento real, pelo menos numa visão mais otimista.

Lembrando que acima dos 70% da SELIC será acrescida a TR, ou seja, 70% da SELIC mais a TR. Esse deverá ser o cálculo para uma SELIC abaixo de 8,5%.

A previsão do governo é que a SELIC fique entre 4% e 8%, nos próximos anos.

Resumindo:

Acima de 8,5%: Valerá a antiga regra, 0,5% ao mês mais a TR.

8,5% ou menos: Valerá a nova regra, 70% da SELIC mais a TR.

Depósitos antigos da poupança não sofrerão alterações, apenas os novos depósitos deverão observar as mudanças.

A taxa atual da SELIC está em 9%, o que não muda muito, mas os novos depósitos já estão sujeitos as novas regras, com limite de 8,5% SELIC.

Os bancos terão prazo de trinta dias para apresentarem os valores nos extratos, tanto dos depósitos novos, como dos depósitos anteriores às novas regras.

Obs: ADVFN:”TR: Taxa criada em 1991, durante o Plano Collor II, para servir de referência para as transações financeiras realizadas no País, atuando como uma taxa básica referencial dos juros a serem praticados no mês. Esta taxa é calculada pelo BACEN (Banco Central) com base em uma amostra dos juros pagos pelos CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) das trinta maiores instituições financeiras selecionadas, sendo eliminadas as duas de menor e as duas de maior taxa média. A base de cálculo da TR (Taxa Referencial de Juros) é o dia de referência, sendo calculada no dia útil posterior. Sobre a média apurada das taxas dos CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) é aplicado um redutor que varia mensalmente. Atualmente é utilizada para o cálculo do rendimento de vários investimentos, tais como títulos públicos, caderneta de poupança e outras operações, tais como empréstimos do SFH, pagamentos a prazo e seguros em geral.”

BY Jânio

maio 10, 2012 Posted by | Política | , , , , , , | Deixe um comentário

Linguagens mentais

biotecnologia

Leitura de Pensamentos

Nós sabemos que a comunicação só será identificada como tal, se alguém emitir uma mensagem e outra pessoa responder a tal mensagem. Seguindo por essa regra básica, identificamos várias formas de comunicação, algumas das quais eu lamento nunca ter tido tempo, interesse e material suficiente para o aprendizado.

A leitura dos lábios, combinada com a linguagem dos sinais; o método de Braille; fumaça; tambor; cordas; símbolos; ideograma; tudo isso são formas interessantes de linguagens e, como conhecemos pouco de nosso passado, desconhecemos o grau de conhecimento das civilizações antigas. Resumindo: Se o homem não tivesse aprendido falar, isso talvez não fizesse tanta falta como poderíamos pensar.

Na realidade, quando mais fácil se tornou a vida, pior ficou a criatividade do ser humano.

Eu até concordaria com a ideia de analistas que afirmam que, sem a fala e a escrita, o ser humano ainda estaria nas cavernas, o problema é que eu tenho minhas dúvidas sobre os supostos humanos pré-históricos, na pele de rudes seres humanos selvagens.

A teoria faz sentido, é claro. Se o ser humano escreve palavras, pensa com as palavras, certamente ele se desenvolverá mais rápido…

… mas isso apenas teoricamente, e também no sentido do desenvolvimento das massas (pessoas), individualmente falando, essas teorias caem por terra.

Cada vez que eu penso, escrevo ou falo sobre as linguagens, novas idéias surgem e torna-se inevitável uma reescrita sobre assunto.

Então, nós supomos que a evolução do homem possa ter se dado através da fala e da escrita, mesmo admitindo que individualmente, algumas pessoas poderiam ter evoluído sem o auxílio desses sistemas. De certa forma, os primeiros registros de escrita e fala, ocorreram já com a existência da sociedade.

Além disso, ainda há sociedades vivendo em cavernas, o que torna o termo caverna uma simples metáfora.

Aqui, nós podemos ultrapassar o limite das ciências e entrar no campo das ciências ocultas, onde a paranormalidade registra alguns casos reais e outros não comprovados.

Nostradamus usa a astrologia a Bíblia, seus conhecimentos e o melhor que a ciência oculta apresentava no momento, para eternizar de vez uma parte da cultura que, de outra forma, já estaria esquecida há muito tempo.

Os nomes mais conhecidos da história voltaram no tempo, para encontrar respostas e evoluir seus conhecimentos. Em alguns casos, como o de Hitler, ele se perdeu em meio a tantos sistemas políticos, científicos, religiosos, antropológicos, etc., em outros, como os casos de Copérnico e Maquiavel, foi possível resgatar verdades que seriam aproveitadas mais tarde, para revolucionar o mundo.

Se pelo menos um ser humano pudesse ler pensamentos, isso poderia mudar completamente o nosso modo de pensar, mas, se de fato isso acontecesse e se os humanos não conhecessem a escrita e a fala, qual seria o resultado. Será que o pensamento teria uma comunicação programada, como a escrita e a fala, ou estaria além do tempo e do espaço, como em nossos sonhos?

Nossos sonhos possuem uma linguagem peculiar e desafia o conceito básico de comunicação, onde uma pessoa fala e outra deve entender, para que se estabeleça de fato tal comunicação. Nos sonhos, podemos ser um ou, em alguns casos, dois, o que abre uma possibilidade infinita de existência virtual, onde poderíamos ser vários – por favor, não façam isso em casa.

Nesse momento, meus amigos, vocês já devem ter entendido que, nos sonhos, podemos virtualmente nos comunicar com nós mesmos.

… e, por falar em linguagem virtual, uma nova técnica de informática tem chamado muito a atenção na internet, a linguagem das tags.

Através das tags, os internautas tem abolido palavras menos importantes na escrita e que podem ser entendidas, subentendidas ou simplesmente ignoradas, sem que isso faça tanta falta. Essa informalidade faz um retrocesso no tempo, e pode resultar em novos sistemas de comunicação.

Lembra muito os ideogramas orientais e a escrita cuneiforme, numa época em que a criatividade era fundamental e valorizada. Enquanto os chineses ignoravam as técnicas de guerra, os arcádios/babilônicos combinavam a cultura e a arte da guerra.

Essa segunda forma não teve muito sucesso, já a primeira, sobreviveu até a chegada de Gengis Khan, um dos homens mais (des)importantes na globalização dos costumes através da guerra.

É na internet também que podemos observar as abreviações e o internetês, e isso é só o começo. Para quem já fez cursos online, ou off-line por DVD, sabe como são infinitas as possibilidades de criação, através da informática.

Os ambientes gráficos, 3D e 4D, poderão demonstrar novos gênios da criação e, quem sabe, revelar-nos a nossa própria, obscura e verdadeira face, fazendo nos conhecer os nossos medos mais íntimos, os mesmos que nem sempre é possível se conhecer através de sonhos lúcidos, pesadelos, psicoterapia, hipnose, etc.

… e, se a natureza do homem é má, chegou a hora de todos saberem, antes que cometamos mais erros imperdoáveis.

By Jânio

dezembro 31, 2011 Posted by | Ciências | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Os virais conquistam os internautas

Conquista ou manipulação

Marketing Inteligente

Os virais são uma ótima forma de marketing, mas começaram na marginalidade. No início da internet, era o ambiente propício ao marketing viral, os virais foram usados a exaustão pelos lammers (crackers iniciantes querendo se aparecer).

O tempo passou e os virais encontraram seu espaço. Apesar disso, muita gente com grande força na mídia, tem dificuldade em direcionar seus virais.

Para se criar um bom viral, não basta ter uma boa ideia na cabeça, é preciso criatividade para conquistar as pessoas, e sensibilidade para saber o que as pessoas estão pensando, sentindo, sua reação.

Um bom criador de virais tem que ter estilo, ideologia, princípios, isso evita que o profissional cometa excessos, infrinja a lei ou irrite seu público alvo.

A maioria dos virais são bem humorados, carismáticos, procuram uma identificação com o seu público. Esse é o tipo de viral mais simples, mais comum, mas há o viral inteligente, resultado da evolução do marketing, muito presente na internet.

Um profissional que envia spam para todo mundo, na tentativa de atingir um novo público, é considerado ultrapassado, em época de web 2.0.

É nas redes sociais onde o viral ganha mais força, dependendo, é claro, da reputação de seu criador. A Twitter é o melhor exemplo de rede social para a criação de virais.

Não basta ter uma ideia na cabeça para se criar um bom viral, um viral mal administrado pode ser um risco à reputação de um usuário.

O viral “Cala boca Galvão”, fez um grande sucesso, apesar de eu não achar uma grande idéia, mandar alguém calar a boca. Virais que surgem de programas sensacionalistas de televisão, possuem um grande potencial, apesar de não serem bons; o sucesso acontece porque a popularidade do programa ajuda a espalhar o viral.

O Tiririca pode ser considerado um dos maiores guerrilheiros do brasil, não é de hoje que ele tem incomodado muita gente. Tiririca já teve um disco apreendido, por fazer piadas de gosto duvidoso e racistas.

Nem tudo o que começa com marketing de guerrilha se torna um bom viral, Tiririca é um bom mau exemplo disso.

Eu acredito que seja preciso um objetivo ideológico, socio-econômico, filosófico, político, etc. Um viral não precisa necessariamente prejudicar alguém, para ser um bom viral, também não precisa visar lucro, mesmo que isso ocorra, não deve ser o seu objetivo principal.

Os melhores virais surgem naturalmente, e eles se espalham rapidamente também, alheios a vontade de seu criador. Pessoas criativas e sensíveis, tem facilidade para criar virais, tem facilidade para administrá-los.

Um caso como o de Geisy Arruda, por exemplo, poderia ter começado como marketing pessoal, combinado com marketing de guerrilha, caso fosse censurado, traria alguns resultados, mas a longo prazo. Quando atingiu a internet, tornou-se um viral, com consequências inesperadas, tanto para Geisy, quanto para a instituição onde ela estudava.

Nesse caso específico, a hipocrisia da sociedade foi a arma usada para o sucesso da ideia. Funcionou, mas … e depois?    

Sem objetivo certo, toda a ideia fica perdida. Se a menina não quer terminar a faculdade, mas estuda teatro,  cursos, aula de canto, aula de interpretação, fica difícil. Ter um objetivo antes de criar toda a confusão, torna tudo mais fácil.

As regras da vida são simples: Posturas arrojadas, corajosas, pretensiosas,  exigem capacidade e preparo dessas pessoas. O planejamento antecipado dessas estratégias, definirão o sucesso ou o fracasso no futuro, é preciso estar preparado.

Pensar, ter ideologias, objetivos, ajudam muito, caso as consequências de um viral sejam desastrosas.

Quando um famoso apresentador, de uma grande rede tv, fingiu entrevistar o chefe do PCC, cometeu um grande erro, marketing de guerrilha é para quem não  tem dinheiro para investir, para quem não tem nada a perder; o viral que surgiu a partir daí, foi catastrófico, o apresentador teve sorte da internet não ser tão forte naquela época.

Quando o patrão do mesmo apresentador espalhou a história que tinha morrido, foi menos agressivo em sua ideia, mas não menos idiota, muita gente chegou a afirmar que o apresentador estava louco.

Na internet, agregadores de notícias a base de imagens, tem sido grandes promotores de virais, em seguida vem os indexadores de artigos, com a possibilidade de “amarrar” o texto aos sistemas de buscas, através de tags (etiquetas, palavras chaves). A rede Twitter fica restrita a celebridades reais, ou virtuais, no caso de usuários engajados  em comunicação, interativos.

Assuntos atuais são grandes fontes para virais e audiência dos sites e blogs, isso acontece porque a tv não consegue dar a cobertura que o fato merece, assim os telespectadores passam a pesquisar na internet. A TV é um universo diferente da internet, muito conteúdo que não tem procura na tv, vira febre na internet.

Em todos esses casos citados, os virais tem época para perder a força, são a curto prazo.

Virais de longa duração são os mais inteligentes, envolvem mais ideologias e conhecimentos. Esses tipos de virais não são tão difíceis de se criar, desde que a pessoa tenha uma base mínima de conhecimento; pode-se aproveitar desde temas censurados nas mídias de massa, denúncias, até assuntos que fazem parte de nossas próprias experiências.

Temas discutidos nas escolas são ótimos assuntos para se criar virais de grande duração, isso porque já foram devidamente testados, estão prontos para serem disseminados.

Sabe aquele ditado: “Em Terra de cego, quem tem um olho é Rei”? – Essa é uma ideia que eu sempre aproveitava na escola, para criar meu marketing pessoal.

Vocês podem não acreditar, mas com um simples espanhol, nível iniciante, eu conseguia conquistar corações e mentes, tanto de professores de inglês, quanto de português. Para fechar com chave de ouro, bastava fazer algumas traduções de tupi-guarani, latim ou francês, para conseguir a glória.

Nessa época, eu conheci alguns meninos-gênios,  daqueles que gostam de se autopromover, infelizmente, sem nenhuma sensibilidade.

È preciso saber o que dizer e a hora certa para isso; é preciso saber o que as pessoas sentem, descobrir as suas carências, para aproveitar a hora exata. Não é à toa que a internet tornou-se o ambiente ideal, para a criação de grandes virais.

Sites como Delícious, Google, Alexa, WordPress, apresentam um raio-x da internet, o que as pessoas gostam e o que elas procuram. Podem mostrar mais que isso: O que elas pensam, as palavras mais fortes, usadas pelos sites famosos, etc.

E você, já criou um viral?

By Jânio

outubro 20, 2010 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: