Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

A necessidade de soluções para problemas sociais

problemas sociais

problemas sociais

A sensibilidade é de muita utilidade para a solução de conflitos pessoais ou sociais, pessoas com sensibilidades apuradas  podem ter uma capacidade maior  de percepção, de pontos de vista diferentes.

Apenas as pessoas realmente muito insensíveis serão incapazes de desenvolver uma forma de saber o que os outros sentem, o que os outros pensam.

Já ficou comprovado, mais de uma vez, que é preciso várias técnicas, ou ciências diferentes,  para se concluir e responder questões importantes de interesse da sociedade.

Aqui começa o primeiro conflito, quando dizemos sociedade, geralmente estamos nos referindo a alta sociedade, não ao povo em geral, até porque o povo vive com a sensação de que suas reivindicações nunca serão atendidas.

Durante muito tempo, no Brasil, acreditou-se que a polícia poderia resolver os problemas de violências nas favelas, vários projetos, músicas, documentários, cinema e televisão, mostraram que a violência e o tráfico estão diretamente ligados a questões sociais.

Isso me faz lembrar do tempo em que eu era criança, quando haviam muitos terrenos baldios, terrenos que logo eram aproveitados pelos meninos para construção de pequenos campos de futebol.

Hoje, um político cria uma quadra de esportes para uma cidade de vinte ou trinta mil habitantes, já acha que resolveu os problemas sociais, tudo é feito de maneira fria e calculista. Na realidade, tudo é uma questão de planejamento, se houvesse uma maior atenção, por parte da administração pública, no inicio, no planejamento residencial, evitaríamos muitos problemas, como o de morador de rua, por exemplo.

Um bom planejamento na área de saúde, como é feito pelo voluntariado, com prevenção de doenças, conselhos e acompanhamento das famílias, criação de novas opções de lazer, teríamos uma nova base de sociedade. O povo poderia descobrir que a cachaça seria melhor aproveitada, economicamente, mais para exportação do que para o consumo interno.

Uma boa educação política, evitaria que o Brasil tivesse tantos eleitores alienados, vendendo o voto, sem tradição familiar, onde raramente se sabe quem é o bisavô, em alguns casos nem o pai.

É preciso identificar os problemas de caráter urgente, educar as pessoas a combater esses problemas.

Para que tudo isso seja possível é preciso sensibilidade, é preciso que se observe pontos de vista, é preciso ouvir os principais envolvidos na questão a ser resolvida; sem sua presença,  não haverá a solução do problema.

Eu tenho observado os pontos de vistas de várias pessoas envolvidas em questões sociais:

Mãe solteira na prostituição – “Eu achava que ele ia casar comigo, agora a prostituição é a forma mais rápida e mais fácil de conseguir o dinheiro, depois que fui expulsa de casa”.

Favelado – “Eu sei qual é a expectativa  de vida aqui no morro, eu sei que eu não tenho nenhuma chance”. Nesse caso o indivíduo opta pela lei mais eficaz nesses casos, a lei da sobrevivência.

Empresário – “O governo cobra taxas exorbitantes de impostos, sem oferecer nada em troca, a não ser o aumento de seu próprio salário”. A sonegação é a alternativa, aumentando ainda mais a burocracia brasileira.

Governo – “Procuraremos a melhor forma para que os empreendedores individuais saiam da informalidade”.

Médico – “Não poderemos trabalhar no combate de uma epidemia, sem as condições necessárias para isso”.

Professor – “A melhor saída para tudo isso está na educação, não uma educação qualquer, mas uma educação acompanhada de uma boa gestão, competente e participativa”.

Presidiário – “Eu cometi o crime, estou pagando mais do que eu devo, numa cela com vinte pessoas, onde deveriam estar quatro. Quem é que vai pagar por esse crime”?

Menor abandonado – “Não me pergunte o que eu estou fazendo aqui, isso não vai me ajudar em nada, não adianta me dar um livro de presente, para dar uma lição em meu pai, ele não sabe ler, nem eu. E não me pergunte quando eu vou voltar para casa, eu preciso me virar”.

Político – ???
A partir do momento em que formos capazes de observar o ponto de vista de outras pessoas, estaremos aptos para resolver os seus problemas, os nossos problemas também estarão resolvidos. Quando a nossa verdade se encontrar com a verdade de outras pessoas, aí, encontraremos a verdade de fato.

By Jânio.

agosto 28, 2009 Posted by | Reflexões | , , , | 26 Comentários

Consequências da gravidez na adolescência.

mãe mais jovem da história.

mãe mais jovem da história.

Há algum tempo, um apresentador de telejornal, advogado conhecido, causou polêmica ao dizer uma frase bastante polêmica: “Todo bandido nasce pronto”.

Se a frase foi um caso pensado, ninguém sabe, já que o jornalista e advogado apresentava um programa sensacionalista. A frase soou preconceituosa para uns, imatura ou insensata para outros.

O único ponto de concordância entre todas as partes é que o assunto foi, é, e será ótimo para discussões.

Segundo o jornalista e advogado, uma criança que nasce numa família sem estrutura, somado ao descaso do governo, sem nenhum acompanhamento psicológico ou social, será forçada inevitavelmente a seguir o caminho do crime.

O filme Cidade de Deus nega esta teoria em partes, onde dois amigos, em uma mesma situação, seguem caminhos diferentes ao longo da vida. A maioria dos filmes não apresentam um final tão feliz, algumas vezes se confundem até com a realidade, como o caso de Pixote.

Este tipo de discussão nos trás a mente vários problemas da sociedade, como o polêmico tema do aborto.

Uma amiga minha que era uma defensora ferrenha do aborto, apresentava vários argumentos: Se a criança não terá um pai, melhor nem nascer; o pai é contra o aborto porque não é ele que vai arcar com as consequências; tanto a mãe como o pai são responsáveis pela gravidez indesejada.

Era bem interessante como as mulheres se comportavam de maneira diferente quanto aos pais, quando o pai não atendia a expectava, tanto a criança quanto o pai passavam a ser indesejáveis.

Quando a mulher sentia que a resistência da família do pai poderia ser quebrada, o aborto deixava de ser uma necessidade imediata.

Não era raro o caso de famílias interessadas em adotar a criança, ou ficar com a criança durante alguns anos, até a situação se resolver, ideia descartada pela família da mãe, com a desculpa que a vergonha continuaria viva, a criança.

Em alguns casos a família da mãe aceitava criar o fílho, desde que a mãe pagasse muito caro por isso, caso em que jovens mães acabavam sendo levadas para bordéis pelos próprios pais.

Em certa ocasião, um homem me indagou: “Minha filha está grávida, vou expulsar ela de casa, o que você acha?”, eu respondi: “A escolha é sua, caso saiba qual é seu futuro quando ficar velho, vai em frente, não serei eu quem irá cuidar do senhor, depois de velho”.

Algumas mulheres abrem mão deste artifício, a gravidez, para tentar atrair aquele que, na opinião dela, é o grande amor de sua vida. Alguém que tenha condições de dar uma vida dígna a ela e ao seu filho, uma ideia equivocada de que pode assim obrigá-lo a se casar com ele.

Assim nascem as famílias sem nenhuma estrutura, forçando-os a uma vida dura, cheia de sacrifícios, cheia de sofrimentos, sem a presença de um pai.

Mesmo quando a família do pai, ou da mãe, aceite criar o filho, a mãe acaba pagando muito caro por não compartilhar suas decisões com o futuro pai.

O problema pode ser solucionado, mesmo em nossa sociedade hipócrita haverá uma solução, as consequências virão a médio e longo prazo.

B.J. Thomas – Rock And Roll Lullaby

She was just sixteen and all alone
When I came to be
So we grew up together
My mama child and me
Now things were bad and she was scared
But whenever I would cry
She’d calm my fears and dry my tears
With a rock and roll lullaby

And she would sing sha na na na na na na na …
It will be all right sha na na na na na….
Sha na na na na na na na …
Now just hold on tight

Sing it to me mama (mama mama ma)
Sing it sweet and clear, oh!
Mama let me hear that old rock and roll lullaby

We made it through the lonely days
But Lord the nights were long
And we’d dream of better moments
When mama sang her song
Now I can’t recall the words at all
It don’t make sense to try
‘Cause I just knew lots of love came thru
In that rock and roll lullaby

Ela tinha apenas dezesseis anos e estava inteiramente só
Quando eu cheguei
Então nós crescemos juntos
Minha mamãe jovem e eu
Agora as coisas estavam ruins e ela estava assustada
Mas sempre que eu chorava
Ela acalmaria meus medos e secaria minhas lágrimas
Com uma cantiga de rock and roll

E ela cantaria sha na na na na na na na…
Tudo dará certo sha na na na na na….
Sha na na na na na na na…
Agora simplesmente me abrace apertado

Cante para mim mamãe (mama mama ma)
Cante isso doce e claro, oh!
Mamãe me deixa ouvir aquela velha canção rock and roll

Nós fizemos isto nos dias solitários
Mas, Deus, as noites eram longas !
E nós sonharíamos com momentos melhores
Quando a mamãe cantou a canção dela
Agora eu não posso recordar as palavras de forma alguma
Não faz sentido tentar
Porque eu simplesmente soube que muito amor veio através
Daquela canção rock and roll

Na natureza sempre há consequências, par o homem e para a mulher, a longo prazo.

A menina Lina Melina, menina da foto, de apenas cinco anos é a menina mais jovem a engravidar, aos quatro anos e oito meses, deu a luz aos cinco anos.

Aos anos e oito meses já tinha começado a menstruar. Foi a mãe mais jovem da história.

O bebe nasceu de cesariana quando a menina estava com cinco anos sete meses e vinte e um dias. Lina era a nona de nove irmãos e seu filho, Geraldo Melina foi criado como o décimo irmão.

Nunca se soube quem era o pai, suspeita-se que tenha sido abusada por um dos irmãos. Lina morreu de uma rara doença na medula óssea, aos quarenta anos.

Ao contrário da música de B. J. Thomaz, a vida não é tão suave assim.

junho 6, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , | 11 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: