Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Polícia invade a USP e prende alunos

polícia na usp

Prisão de Estudantes

Eu sempre fui um crítico do regime militar, aliás, eu critico tudo, principalmente se houver político envolvido.

Naquela época, há muitos anos atrás, a professora avisava: “Se os militares te pegam falando isso, você está morto.”

Mas eu fazia questão de avisar que os militares respeitavam seus limites, escolas e igrejas estavam fora de seus limites.

Hoje, 08 de novembro de 2.011, ficou marcado pelo dia em que os militares passaram de seus limites, não por invadirem a USP, eles já estavam fazendo isso há algum tempo, mas por prenderem os estudantes que protestavam contra a presença deles lá.

Uma das atitudes que eu sempre critiquei, é o fato dos policiais militares andarem com dois revólveres a tiracolo, exibindo-os para todo mundo ver. Essa é uma atitude imperialista que nos leva de volta há milhares de anos atrás, nem os romanos toleravam pessoas armadas em áreas urbanas.

– Nós andamos armados para impor respeito – dizia-me um policial – algum bandido que já prendemos pode querer se vingar de nós…

Vejam bem, eu não estava criticando o fato da polícia militar andar armada, mas de andarem com essas armas à mostra. Isso até me fez lembrar de uma reclamação burguesa: “A polícia não precisa vir com metralhadoras em mãos, não somos bandidos.”

Pobre está acostumado com isso em seu dia a dia, só não estávamos acostumados com polícia nas escolas.

É bom nos acostumarmos com isso, porque isso acontecerá frequentemente agora. Claro que nas faculdades particulares isso não acontecerá, nesses casos, dependeremos de outras malucas como Geisy arruda para nos mostrar o que essas incubadoras de bandidos estão criando.

A burguesia sempre disse que os pobres precisavam de seus empregos, dependiam deles. Acontece que a burguesia depende dos pobres também, pelo menos na política, e era essa dependência recíproca que mantinha a estabilidade do sistema.

Os estudantes que protestaram na USP são pessoas bem informadas, e mostraram a instabilidade do sistema. Essa é uma questão que não terá solução, assim como não tem solução os tiroteios nas comunidades dos morros.

Quantas pessoas morrem todos os dias nesses tiroteios, mas dessa vez a vítima foi da imprensa e vocês viram a repercussão que deu.

Em minha opinião, a imprensa só deveria mostrar imagens com objetivos claros, mostrar tiroteios todo santo dia, só para conseguir audiência, não leva a nada. E as causas dessas doenças? E a cura? Será que isso é o inferno ou é só a nova Idade Média?

Durval Barbosa foi o primeiro mafioso high tech do Brasil, mas parece que a moda pegou, olhem só outro lobista gravando suas atividades ilícitas em Brasília. Se você disser que é falta de vergonha, você estará certo, mas é falta de educação também.

A educação perdeu o sentido nos dias de hoje, ninguém mais sabe porque estuda e a educação terceirizada parece não estar funcionando.

Levar uma criança para a creche, enquanto os pais trabalham dez ou doze horas por dia, parece não estar funcionando.

Parece que os mafiosos ainda se sentem protegidos, dentro de seus castelos, e por isso não tomam atitude, mas até quando essa situação irá continuar?

By Jânio

novembro 9, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , | 7 Comentários

STF condena seguranças de PC Farias

Vitória da Hipocrisia

Caso PC Farias

Recebi a notícia da decisão do STF, sobre o assassinato de PC Farias, com muita desconfiança.

Notícias como essa trazem velhos fantasmas de volta, pior, analisando a notícia, os detalhes sórdidos causam-nos um mal-estar dispensável.

Eu entenderia se você decidisse parar a leitura por aqui, afinal, uma coisa é transformar a informação em um monte de notícias cheias de detalhes bizarros e teorias de conspiração, mas no Brasil conspiração é fato. É preciso estômago forte para ler sobre esse assunto.

Normalmente, eu prefiro reunir todas as notícias sórdidas da política em um único texto, como na história de todos os presidentes do Brasil.

Como nós sabemos, o processo do assassinato de PC Farias já tem 15 anos, então, vamos começar com os motivos que levaram o STF a tomar essa decisão certa na hora errada. Quais Os seus interesses?

Partindo do básico em conspiração policial, nós sabemos que a cena do crime foi alterada, para reforçar a história forjada do duplo homicídio. A história forjada possibilitou aos conspiradores ganhar um tempo precioso, foram 15 anos para apagar qualquer ligação com políticos poderosos.

Para quem, como eu, acha que só o Sarney sabe usar os fichas sujas, é bom não esquecermos que Fernando Collor foi o único político punido no esquema de corrupção do caso PC Farias, tendo seu mandato cassado. A morte de PC Farias foi útil para interromper um processo que já estava nos depoimentos, ele foi morto dias antes de prestar um novo depoimento.

A oposição faz o seu papel de atacar o governo e seus aliados, faz isso tão bem que as vezes subestima seus adversários. Esquece que seus adversários sempre terão um ás na manga.

Em entrevistas, FHC afirmou que o vice-presidente de Collor, Itamar Franco, nunca foi um homem de meias palavras, sempre foi um homem corajoso. FHC também afirmou que sempre aconselhava Itamar Franco a não mudar seus ministros com tanta frequência, apesar dos problemas enfrentados por eles.

Quando o Governo de Itamar/FHC enviou Badan Palhares para forjar a história do homicídio seguido de suicídio, estavam encobrindo provas, até que os laços envolvendo políticos poderosos fossem apagados.

A esposa de PC Farias era quem mais temia a morte do marido, além da sua própria, acabou morrendo do coração. Tancredo Neves também morreu do coração.

Há milhares de formas de matar uma pessoa, sem deixar vestígios do crime, mas no caso de PC Farias não era tão simples assim. Ele estava envolvido demais com gente importante, um simples crime passional seria fundamental para ocultar a conspiração.

Tancredo Neves foi o maior político de todos os tempos, ao contrário de Getúlio Vargas que precisava utilizar a força, ele conseguiu uma articulação perfeita contra o governo e seus aliados.

PC Farias foi o maior corrupto da história, além de ser fraco e mulherengo, o que o tornava um homem perigoso. O que não dá para negar é que ele era um grande “empresário político”.

Naturalmente, haviam pessoas dando suporte ao esquema de PC, pessoas que não queriam sujar as mãos.

Vamos analisar: Badan Palhares forjou o homicídio seguido de morte, a mando dos aliados do governo Itamar/FHC. O único político cassado foi Collor, todos os outros foram protegidos pela morte de PC Farias.

Hoje, Collor é aliado do PT e Sarney. Sarney assumiu depois da morte de Tancredo. Causa Mortis: Coração.

Collor teve seu tesoureiro morto, e foi o único punido. PC Farias não morreu do coração, apesar de dizerem que sim, mas sua mulher morreu do coração, liberalmente.

A cena do crime, com a adúltera em “posição estratégica”, parecia dizer: “Não chorem por eles, eles tiveram o que mereceram”.

Isso poderia funcionar muito bem há duzentos anos atrás, mas hoje não funciona mais, mesmo assim, foi suficiente para se ganhar tempo, livrando a cara de muita gente, além de apagar qualquer vestígio telefônico ou bancário, o que não é um processo tão simples.

Essa história parece um joguinho bipartidário, quase uma briga de comadres.

Eu tenho notado que cada vez que algum político importante cai de um lado, há uma série de escândalos políticos que vem à tona.

Os supostos assassinos de PC Farias teriam sido seus seguranças – Seguranças, polícia, política, milícia, não dá para confiar em mais ninguém.

O depoimento que PC Farias daria para a justiça, envolvendo as empreiteiras, supostas financiadoras do esquema de corrupção, teria sido a causa de seu assassinato.

Entre os envolvidos na farsa do crime passional, além dos políticos, estão a Polícia Federal e empresas de comunicação.

O fato do ministro Joaquim Barbosa, STF, ter decidido que PC foi assassinado, não causa tanto espanto quanto o fato dos seguranças Adeildo dos Santos, Reinaldo Correia de Lima Filho, Josemar dos Santos e José Geraldo da Silva, ainda estarem trabalhando para a família de PC Farias.

Na época do assassinato de PC, em 1.996, a maioria dos especialistas e jornalistas do Brasil contestaram a decisão da justiça, mas as grandes empresas de comunicação, aliadas aos aristocratas que governavam o país, conseguiram impor a farsa.

Muita gente de visão deve ter gravado opiniões pagas em telejornais ou revistas, e isso deverá comprometer muita gente, mesmo agora, depois de quinze anos.

Família Farias, Polícia Federal, perito em balística, empresas de comunicação e telecomunicação, jornais e revistas, todos serão envolvidos a partir de agora, mas isso não é o mais importante.

Toda a rede de corrupção, financiamentos e esquemas fraudulentos de caixa 2, tudo virá à tona.

O PT não conseguiu aprender a roubar, nesses mais de oito anos de governo, por isso não tem mais nada a perder. Todos os malandros do PT já sabem que não há nenhuma chance de ninguém ser preso, com a nossa in(justiça), portanto, não há motivos para temer a verdade, não agora que toda cúpula já está com o nome sujo.

PC Farias morreu no dia 23 de junho de 1.996, deixando uma frase maldita que parece se voltar, agora, contra o STF: “Vocês são todos hipócritas”.

By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

junho 26, 2011 Posted by | Política | , , , , , | 1 Comentário

Polícia investiga a própria polícia

polícia x polícia

Investigação Criminal

A PPP – política, polícia e pilantras – sofreu um duro golpe nessa semana, e foi em seu maior reduto, no eixo Rio-São Paulo.

Enquanto no Rio o diretor da polícia civil pedia afastamento, em meio a escândalos. Em São Paulo, até a corregedoria se vê em apuros.

Acontece que a nossa sociedade tem uma hierarquia arbitrária, ditadora, isso há 500 anos. Com o crescimento acelerado da tecnologia, toda a cúpula das instituições brasileiras tem enfrentado problemas de adaptação aos novos tempos.

Parece coincidência, o fato dessas investigações, no Rio e em São Paulo, terem culminado em grandes escândalos em torno de si próprios, mas não é.

Em São Paulo, depois de uma policial civil ter sido revistada violentamente – A policial ficou nua na frente de vários homens – as imagens foram parar na tv, um veículo de comunicação de massa.

A mulher era suspeita de ter recebido propina, e, aparentemente recebeu, mas as imagens deixam dúvidas.

Então vamos ao comentário: Aparentemente, eu não vi nada demais, nada além do que eu esperaria da polícia. O que chama a atenção, aqui, é o fato da suspeita ser uma mulher.

Sendo uma mulher, e sabendo que estava sendo filmada, a policial se desesperou, isso também é normal – Certamente, ela não esperava que passaria pelo tratamento de seus colegas homens.

O que é normal na cena:

01 – O delegado avisa que ela deveria se despir, na presença de seis homens e duas mulheres.

02 – O delegado avisa que se não obedecesse, seria dada ordem de prisão.

03 – A policial se recusa, achando que teria direito a tratamento diferenciado, pelo fato de ser mulher. Não teve.

04 – Se fosse um homem, passaria pelo mesmo tratamento, mas seria considerado normal, mesmo se só houvessem mulheres presentes.

Será que pelo fato de ser mulher, ela é menos culpada, é diferente?

O fato é que a TV se interessou pelas imagens, e as imagens em mídia de massa são uma arma poderosíssima.

Comentário do apresentador: “A propina recebida pela policial, não é nada, perto da agressão sofrida, onde toda a cúpula da polícia torna-se cúmplice, diante dessas imagens.”

Em primeiro lugar, é preciso que se diga que essa denúncia precisa ser investigada. Sim, há muitas injustiças como essas sendo praticadas pelo Brasil, e não, a policial não é diferente, pelo fato de ser mulher.

Outro detalhe: Receber propina não é um crime menor, assim como vender o voto não torna um eleitor menos covarde, diante da sociedade, mesmo estando passando fome. A necessidade não muda o crime, mas pode amenizar a pena.

Rio – No Rio, a Polícia Federal finalmente chega na etapa final das investigações contra a polícia civil, não sem antes revelar escândalos no processo dessas investigações.

Há suspeitas de vazamento de informações sigilosas, reveladas por laudos técnicos. É claro que a tecnologia não poderia ficar de fora dessas investigações, não é mesmo?

São pelo menos 30 policiais civis, entre eles delegados, o próprio diretor da polícia civil – Chefe dos delegados – pediu afastamento.

Não foi descoberto nada que uma pessoa comum não suspeitasse, há muito tempo, mas porquê isso não ocorreu antes?

A primeira parte da charada, eu já respondi: A tecnologia se desenvolveu acima da (in)capacidade da polícia.

Então, vamos a segunda parte: Se Maquiavel já dizia “A natureza do homem é má”, nós também sabemos que Maquiavel não imaginaria os “ratos” que habitariam por essas terras.

Ora, o rato, animal muito sujo, covarde e contagioso, foge ao menor sinal de perigo. Ele também sabe quando está na hora de abandonar o barco.

Voltando ao caso: As novas gerações sabem que não tem controle sobre as novas tecnologias, assim, preferem permanecer à distância, até terem certeza de poderem habitar no mesmo barco da corrupção.

Quando as novas gerações escolhem seu lado, tem liberdade para cumprir sua verdadeira missão na polícia, policiar.

NOTA: A computação é como matemática, quem conhece, domina, não explica, apenas passa as fórmulas. Quem tem boa memória, pode fazer uso dessas fórmulas, mas a sua memória ficará tão ocupada com essas fórmulas, que essa pessoa nem saberá a cor das meias que usava ontem, possibilitando uma forma perfeita de manipulação,

Quem comete um crime, deverá saber que mais cedo, ou mais tarde, deverá prestar contas perante a sociedade.

By Jânio

fevereiro 20, 2011 Posted by | Policia | , , , , , , , , , , | 3 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: