Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

A política é a visão da Justiça.

a lei é cega?

a lei é cega?

A justiça anda enxergando muito bem no Brasil, isso não é bom, ela deveria ser cega.

É um assunto meio chato… está bem, é um assunto muito chato, mas a gente precisa falar, ou escrever, se ficar segurando o que a gente pensa, isso pode se tornar uma doença.

Precisamos acreditar que, algum dia, alguma criança chegará para um político e dirá – “Vovô, é verdade  o que todo mundo está falando?” – aí, o político corrupto  terá poucas alternativas:

1 – Tentar explicar – A opção mais comum, já usada por muitos políticos, será tentar explicar tudo ao menino(a), tentar educar o menino  para ser um grande corrupto quando crescer, eliminando seu complexo de culpa. Pode parecer muito boa essa estratégia, mas com o crescimento da internet, com a velocidade em que as informações são veiculadas, sugiro aos políticos uma consultoria em comunicação, pode ser que esta estratégia não seja, exatamente, a correta, como observou um cientista político – “Ele pode até ser honesto, mas o avô dele já roubou tanto que ele nem precisa se dar ao luxo”.

Como podemos notar, a vida de político corrupto, na era de internet, não será fácil, quando se está “queimado”, como muitos políticos por aí, restam poucas alternativas, e muita cara de pau.

2 – Negar tudo – Muita gente já aprendeu, da pior maneira, que não devemos subestimar a inteligência das crianças, portanto,  a segunda opção deve estar acompanhada da primeira opção, lembrando sempre que não há garantias de êxito, e o pior, haverá consequências no futuro, esse mundo não é um parque de diversões, a vida tem  um sentido, apesar de muitos não saberem.

3 – Usar a força do dinheiro – Criar uma moldura para tudo o que se está acontecendo, fazer a criança sentir o gostinho do poder, para que ela passe a admirá-lo, e ver na corrupção alguma diferença dos crimes comuns, como diz a famosa frase: “Sarney não deve ser julgado como um criminoso comum”. Não se esquecendo que essas crianças que atentam contra a vida dos próprios pais, conhecem poucos valores, entre eles o dinheiro.

Eu poderia falar da máfia também, mas, aí, eu poderia estar no limite da liberdade de expressão, ser mal interpretado, eu precisaria de assessoria de um advogado para escrever sobre isso. Essa eu vou ficar devendo, pelo menos por enquanto.

A corrente do mal é bem clara: O executivo precisa de apoio político para ter maioria na câmara e Senado; o legislativo cria as leis com o máximo de burocracia e cláusulas para livrá-los da lei no futuro, resumindo: fazem um transplante de olhos na Senhora justiça; com a lei enxergando muito bem, a Justiça torna-se parcial, tendenciosa e regredimos milhares de anos no tempo, repetindo erros do passado.

O caso da máfia dos Juízes de futebol, que chamou tanto a atenção da imprensa, depois caiu no esquecimento, tem tudo para ser arquivado, e já teria sido, se um Desembargador não tivesse pedido mais tempo para analisar o processo, parecia até que eles sabiam que a imprensa estava atenta.

O argumento dos outros Desembargadores, é a de que não há uma lei específica para o crime, pelo menos um deles sugeriu que se criasse uma lei específica para esse crime desportivo.

Aqui notamos, em nossa lei, a falta de moral, bons costumes, e falta de respeito pelos Princípios constitucionais que regem nossa constituição. A ética passou longe, evidenciando um fato comum em nossa sociedade, a burocracia.

Eu fico impressionado como um criminoso “comum”, é difícil evitar as “aspas”, é enquadrado em tantos crimes, com  a ajuda da burocracia de nossas leis, enquanto esses supostos defensores da lei, não conseguem uma única lei para enquadrar o corrupto.

A torcida brasileira tem uma palavra para denominar esse criminoso, infelizmente, não poderei digitá-la aqui, todo juiz de futebol conhece essa palavra.

Outra notícia que está para ser anunciada, é o arquivamento do processo de Sarney, a vontade é grande, mas com o surgimento de novos Atos Secretos, vai ser difícil, a pizza está pronta há muito tempo, mas a julgar pelo andamento dá carruagem, muita gente vai ter indigestão ao comer essa pizza estragada, depois de tanto tempo esperando para ser digerida.

Sarney adia o inevitável, sua renúncia. Será que ficar fora da Presidência do Senado é tão ruim assim, já que ele sempre foi poderoso, sem precisar da cadeira, será?

By Jânio.

agosto 14, 2009 Posted by | Política | , , , , | 6 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: