Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

WebRep mostra a reputação do site

votação na qualidade

Segurança na Rede

Já foi o tempo em que eu clicava em todo botão que eu via no computador, provocando uma bagunça tão grande que nem os técnicos conseguiam resolver. Hoje, eu adoto prioridades, admitindo que nem todos podem aprender tudo e que a informática está meio distante de meus conhecimentos.

Foi por isso que eu deixei passar em branco uma funcionalidade de meu anti-vírus favorito, o Avast.

Boa parte dos softwares são lançados em caráter gratuitos mas, depois de algum tempo, depois de obterem muita publicidade e conquistarem corações e mentes, tornam-se pagos, deixando um espaço difícil de ser preenchido.

No caso dos anti-vírus, isso não acontece. A concorrência é muito grande e a ideia de cartel dificilmente atingirá esse setor, que tem muito a ver com os hackers.

Por isso temos opções muito boas de anti-vírus para uso doméstico, evitando a ira dos próprios hackers.

Quando instalamos o Avast, podemos configurá-lo de maneira que possamos nos manter protegidos, enquanto estamos online.

Em cada um dos resultados da busca, aparecerá a reputação desse website à sua frente, podendo ser bom (verde), merecer atenção (amarelo), ou ser perigoso (vermelho). Todos esses resultados são baseados em uma votação dos mais de 160 milhões de usuários da comunidade do Avast em todo o mundo.

Caso a votação seja insuficiente, uma outra cor ou reputação será atribuída para esse determinado website.

Esse recurso chamou-me a atenção a partir do momento em que eu fiquei mais atento aos plagiadores, os plagiadores tem muita rejeição na rede. Outros sites que também foram tomados de surpresa, foram os sites de cookies e sites de conteúdo cracker.

… mas eu fiquei mais curioso nos últimos dias, eu queria participar desse processo democrático, aliás, a internet tem se tornado cada dia mais democrática, até a Facebook já registra a reputação dos sites através do feedback e, naturalmente, com a ajuda do Avast.

Eu fui procurar informações e descobri que a reputação de um site pode ser visto na parte superior do navegador, basta clicar ali para participar da votação.

Esse recurso é muito importante para manifestações políticas ou de repúdio a sites ligados a conteúdos proibidos ou sem filtro satisfatórios à pornografia. Pode ser uma arma também contra os plagiadores ou comportamento mau-caráter.

O plugim WebRep do Avast pode ser configurado automaticamente durante a sua primeira instalação, podendo ser oferecido pelo suporte durante as atualizações.

“O avast! WebRep (Reputação da internet) é instalado opcionalmente com o avast! antivírus. Por outro lado, ele pode ser instalado posteriormente abrindo a interface do avast!, clicando na aba “Proteção adicional”, selecionando a aba WebRep e depois clicando em “Instalar”. Antes de instalar o WebRep, você pode ver se o seu navegador é suportado.

O WebRep é baseado na informação recebida pela comunidade global de usuários do avast! sobre o conteúdo e segurança dos sites visitados, ajudando a melhorar a navegação de todos os usuários. Você pode contribuir “voltando” no conteúdo e segurança dos sites que você visita (veja abaixo).

Quando você visitar um site, você verá uma sequência de três barras (vermelha, amarela ou verde) que indica como o site é classificado ou quando você executar uma busca com os mecanismos de busca populares da internet verá o mesmo indicador próximo a cada um dos resultados da lista.

A cor do indicador mostra se o site é classificado como “bom” (verde), “médio” (amarelo) ou “mau” (vermelho) em termos de segurança. O número de barras iluminadas indica a força da classificação. Uma, duas ou três barras iluminadas representam um número de votos pequeno, limitado ou alto.

Ao clicar no indicador colorido uma caixa se abrirá e você poderá ver mais informações sobre como o site foi classificado e como você pode enviar o seu próprio voto.

No lado esquerdo, você pode ver a classificação global. Abaixo da classificação, você pode ver alguns ícones que representam as categorias às quais pertence o site.

No lado direito, você pode enviar o seu próprio voto. Aqui você pode ver uma barra simples dividida em cinco segmentos coloridos que é utilizada para uma classificação detalhada do domínio do site. Abaixo dessa barra, você pode encontrar novamente os ícones das categorias. Clique em um ou mais ícones a serem atribuídos ao domínio segundo as categorias que forem relevantes e, finalmente, clique no botão “Enviar o seu voto”.”

A localização do WebRep pelo menu é:

Menu lateral esquerda => Proteção Adicional => WebRep

Informações online: Avast

By Jânio

novembro 12, 2011 Posted by | segurança | , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Menino atira em professora e se mata

brincadeira criminosa

Tragédia Social

Como eu disse outro dia, e torno a dizer: “No dia em que pararmos de procurar o assassino e passarmos procurar os culpados, punindo-os, evidentemente, a criminalidade diminuirá”.

O pior crime da última semana ocorreu em virtude da pura ingenuidade social.

O filho de um guarda civil de São Caetano do Sul teria levado uma arma para a escola, segundo depoimentos informais, para assustar a professora. O problema é que ele atingiu a professora e, com medo das consequências, atirou na própria cabeça.

A arma estava carregada e, se ele não sabia disso quando atirou na professora, quando atirou contra si ele sabia muito bem o que estava fazendo, pelo menos na cabecinha de um menino de dez anos.

Esse é um caso que deve ser analisado sob várias perspectivas, não para procurar um assassino, mas para identificar os culpados.

Pelo fato do caso ter repercussão nacional, é o momento de se utilizar esse caso para emitir um alerta para toda a sociedade.

Acontece que esse menino de dez anos não se comportou como uma criança, ao atirar contra si, pelo menos na minha opinião. Talvez sua babá eletrônica lhe tenha ensinado.

As investigações até o momento, apontam para o fato de o menino apresentar um comportamento exemplar. Se o seu comportamento não fosse exemplar, isso não mudaria nada, ele era apenas uma criança.

O pai dele, o guarda civil, disse não se sentir culpado. Ele disse considerar esse caso uma tragédia, um acidente.

Talvez se o menino tivesse atirado no presidente, na rainha da Inglaterra ou no Papa, ele se sentisse mais culpado. O menino se sentiu culpado, mesmo sendo ele o único inocente dessa história.

Eu fiquei impressionado com a maneira como todos tiraram o corpo fora, deixando essa tragédia sem culpados.

Essa falta de controle sobre as armas é um problema sério. Se o menino de fato pretendia só dar um susto na professora, tudo leva a crer que sim, então, isso significa que ele pensava saber o que estava fazendo e já fizera isso antes.

A arma ficava no alto de um armário, segundo o pai. Será que ele achava que o menino de dez anos nunca iria encontrar essa arma?

A polícia tem alertado para o fato de profissionais de segurança, mal preparados, estarem portando armas. Segundo eles, a polícia pode passar meses ou anos, em treinamento, antes de sair às ruas, enquanto um segurança recebe uma arma depois de quinze dias.

Eu fiquei me imaginando aos dez anos, eu não era tão ingênuo.

Naquele tempo, as crianças tinham medo de armas. Eu não poderia nem imaginar uma coisa dessas, até as armas de brinquedo eram proibidas pela maioria das famílias.

O fato do menino atirar contra si, leva a conclusão de que ele provavelmente viu isso na tv. Aos dez anos, eu poderia inventar mil desculpas, menos em atirar contra mim mesmo, e olha que eu tinha mais maturidade que a maioria dos adultos daqueles tempos.

A sociedade é assim, cheia de tragédias, acidentes, monstros e psicopatas, difícil mesmo é encontrar os culpados.

By Jânio

setembro 28, 2011 Posted by | Policia | , , , , , , , | 6 Comentários

WordPress ou Blogspot – Para iniciantes

melhor desempenho

Melhor Plataforma

WORDPRESS – Como todos já devem ter percebido, estou reativando meu blogger, Buscando Mudanças/icommercepage. Muita gente estranhou o fato de o blog ter ficado tanto tempo sem atualização.

O motivo de o blogger ter ficado tanto tempo sem atualização deve-se, principalmente, à performance da plataforma WordPress. Essa plataforma otimiza os posts tão bem, que é difícil não se deixar seduzir por ela.

O estilo da equipe WordPress segue voltado aos iniciantes, principalmente aqui no Brasil. Botões automáticos para envio de artigos para a Twitter, por exemplo, facilitam muito a vida de seus blogueiros.

Antes, eu já era fã do painel de controle. Quando eles agregaram ao painel de controle, a ferramenta delicious, o painel administrativo ficou perfeito para quem deseja estudar SEO e SEM, otimização e marqueting de busca, respectivamente.

Eu me dou ao luxo de esnobar o Snap, uma ferramenta ótima para abrir pop-up nos links.

As últimas atualizações eu não estou podendo acompanhar por falta de tempo, o que eu posso dizer é que a criação de links, automaticamente, ajudou bastante também.

BLOGSPOT – Depois de dois anos sem utilizar o Blogspot, fiquei surpreso com as mudanças. É claro que eu estou falando da parte automática, sem os complementos, só o básico.

O Painel administrativo da blogspot tem um pouco de WordPress, mas é um pouco mais trabalhoso. Quem agrega os complementos, pode ter uma boa vantagem em ferramentas, mas enviar artigos manualmente para Twitter e Facebook – para iniciantes – não dá.

Eu até entendo que já existam feeds/pings suficientes para espalhar o conteúdo dos blogs por toda internet, entendo também que as ferramentas egosearching sirvam para acompanhar especificamente um perfil, posts e comentários, o que eu não entendo é porque tantas ferramentas, como o Orkut, Google Reader, ainda não foram agregadas ao blogger automaticamente. Eles globalizaram os perfis, deviam ter agregado as ferramentas também.

O lado “bom” do blogger/blogspot, é o fato de pertencer a Google, podendo agregar cinquenta por cento do melhor que a internet produz, em termos de ferramentas. Um dos grandes problemas, na minha modesta opinião, é essa dependência de complementos.

Alguns bloggers exageram na quantidade de complementos, tornando o blog extremamente lento, isso quando não há incompatibilidade com o sistema. Eu até entendo que os bloggers queiram “aprender”, ou sejam curiosos para saber como determinada ferramenta funciona, mas, as vezes, eles exageram. Alguns até perdem o próprio blog.

Eu já falei, aqui, como eu detesto fechar o blog só para contas da Google ou open id – prefiro a opção nome/url – mas também acho que pode ser uma vantagem, quando a pessoa vai viajar, ou quando o blog vai ficar parado algum tempo.

A facilidade para se ativar e desativar as ferramentas bloggers, eu achei uma grande vantagem, sem dúvida nenhuma.

Nem é preciso perguntar porque a Google sempre deu vantagens aos conteúdos de textos e blogs.

Para mim, a Blogger e a WordPress são muito parecidas, em qualidade e performance, mas completamente diferente quanto a seus estilos, ambas valem ser conhecidas.

Terminando, vale um comentário de um blogueiro: “Escolher entre WordPress e Blogger, é como escolher entre Palmeiras e Corinthians, religião e ciências…” …opa! – Espere aí!

Não dá para ser corinthiano e palmeirense ao mesmo tempo, mas a religião e a ciência podem se entender, pelo menos para iniciantes rsrsrs

Para que escolher entre WordPress e Blogspot, se você pode ter os dois, três, quatro…

By Jânio

fevereiro 21, 2011 Posted by | blogosfera | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: