Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

WordPress ou Blogspot – Para iniciantes

melhor desempenho

Melhor Plataforma

WORDPRESS – Como todos já devem ter percebido, estou reativando meu blogger, Buscando Mudanças/icommercepage. Muita gente estranhou o fato de o blog ter ficado tanto tempo sem atualização.

O motivo de o blogger ter ficado tanto tempo sem atualização deve-se, principalmente, à performance da plataforma WordPress. Essa plataforma otimiza os posts tão bem, que é difícil não se deixar seduzir por ela.

O estilo da equipe WordPress segue voltado aos iniciantes, principalmente aqui no Brasil. Botões automáticos para envio de artigos para a Twitter, por exemplo, facilitam muito a vida de seus blogueiros.

Antes, eu já era fã do painel de controle. Quando eles agregaram ao painel de controle, a ferramenta delicious, o painel administrativo ficou perfeito para quem deseja estudar SEO e SEM, otimização e marqueting de busca, respectivamente.

Eu me dou ao luxo de esnobar o Snap, uma ferramenta ótima para abrir pop-up nos links.

As últimas atualizações eu não estou podendo acompanhar por falta de tempo, o que eu posso dizer é que a criação de links, automaticamente, ajudou bastante também.

BLOGSPOT – Depois de dois anos sem utilizar o Blogspot, fiquei surpreso com as mudanças. É claro que eu estou falando da parte automática, sem os complementos, só o básico.

O Painel administrativo da blogspot tem um pouco de WordPress, mas é um pouco mais trabalhoso. Quem agrega os complementos, pode ter uma boa vantagem em ferramentas, mas enviar artigos manualmente para Twitter e Facebook – para iniciantes – não dá.

Eu até entendo que já existam feeds/pings suficientes para espalhar o conteúdo dos blogs por toda internet, entendo também que as ferramentas egosearching sirvam para acompanhar especificamente um perfil, posts e comentários, o que eu não entendo é porque tantas ferramentas, como o Orkut, Google Reader, ainda não foram agregadas ao blogger automaticamente. Eles globalizaram os perfis, deviam ter agregado as ferramentas também.

O lado “bom” do blogger/blogspot, é o fato de pertencer a Google, podendo agregar cinquenta por cento do melhor que a internet produz, em termos de ferramentas. Um dos grandes problemas, na minha modesta opinião, é essa dependência de complementos.

Alguns bloggers exageram na quantidade de complementos, tornando o blog extremamente lento, isso quando não há incompatibilidade com o sistema. Eu até entendo que os bloggers queiram “aprender”, ou sejam curiosos para saber como determinada ferramenta funciona, mas, as vezes, eles exageram. Alguns até perdem o próprio blog.

Eu já falei, aqui, como eu detesto fechar o blog só para contas da Google ou open id – prefiro a opção nome/url – mas também acho que pode ser uma vantagem, quando a pessoa vai viajar, ou quando o blog vai ficar parado algum tempo.

A facilidade para se ativar e desativar as ferramentas bloggers, eu achei uma grande vantagem, sem dúvida nenhuma.

Nem é preciso perguntar porque a Google sempre deu vantagens aos conteúdos de textos e blogs.

Para mim, a Blogger e a WordPress são muito parecidas, em qualidade e performance, mas completamente diferente quanto a seus estilos, ambas valem ser conhecidas.

Terminando, vale um comentário de um blogueiro: “Escolher entre WordPress e Blogger, é como escolher entre Palmeiras e Corinthians, religião e ciências…” …opa! – Espere aí!

Não dá para ser corinthiano e palmeirense ao mesmo tempo, mas a religião e a ciência podem se entender, pelo menos para iniciantes rsrsrs

Para que escolher entre WordPress e Blogspot, se você pode ter os dois, três, quatro…

By Jânio

fevereiro 21, 2011 Posted by | blogosfera | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Investigação de um cidadão acima de qualquer suspeita

Procurado pelo FBI

Suspeito de Terrorismo

A diferença entre um país e outro, quando se trata de violência, é grande.

A Inglaterra, por exemplo, chegou a matar um brasileiro inocente, numa época conturbada, sob ameaça terrorista.

Apesar disso, a Inglaterra é considerada uma nação rígida no cumprimento da lei, na manutenção da segurança. Locais de risco são constantemente vigiados por policiais sem armas de fogo, as prisões juvenis são uma realidade, inclusive para ricos, que pagam pela estadia “de luxo”, sendo obrigados a seguir uma disciplina rígida e de isolamento.

No território inglês não se nota a violência do resto do império britânico.

Eu tenho uma ideia de que a polícia deve prever as ações dos bandidos, colocando-se antecipadamente nos locais de maior risco, mantendo homens para vigiar aglomerações de suspeitos, enfim, a polícia deveria ser inteligente.

Num país como o Brasil, não é isso o que acontece, parece que quanto maior a miséria, mais as pessoas precisam das igrejas, políticos e polícia. Todo o sistema de nossa sociedade parece se beneficiar com a desgraça da população.

Se não houvessem tantos problemas sociais, talvez as pessoas não procurassem as igrejas, não vendessem os votos em troca de favores políticos.

Para a polícia que tem interesse em combater o crime, há duas linhas de investigação, segundo um seriado especialista no tema, baseado em arquivos da polícia federal americana, Arquivo X:

1 – Quando bandidos fazem ameaças, ou reivindicam, o propósito racional de darem essa informação, é para permitir que os impeçam. Seu objetivo é promover a si mesmo.

Segundo as estatísticas, há um padrão modelo para todos os casos, onde uma ameça faz com que o crime seja confirmado, e solucionado na maioria das vezes. Se não agirem rápidos, ignorando os dados estatísticos, a lógica, o óbvio, o crime não será solucionado, vidas estarão em risco.

2 – No caso do elemento surpresa, é diferente. Atos isolados, imprevisíveis, sem antecipar imprevistos, nem esperar nada num universo de possibilidades infinitas; pode-se ficar a mercê de qualquer fato ou ato, qualquer coisa que não possa ser programada, categorizada, ou facilmente consultada.

Nesse caso,  o que vale é o pressentimento, a capacidade de farejar e investigar, seguidos apenas pelo instinto e pelo ambiente em que se encontram.

No caso do filme “Suspeito Zero”, um ex-agente federal consegue se antecipar  em quase todos os crimes, numa capacidade de “farejar” inacreditável, até para a própria polícia, que o vê como suspeito desses crimes.

Sua capacidade de estar sempre no local do crime, no momento exato em que eles acontecem, é a principal prova que pode incriminá-lo.

O filme cria um clima de gato e rato, onde os culpados pelo crime são assassinados, mas os crimes continuam acontecendo,  o próprio policial dá sinais de insanidade, podendo ser o assassino.

Suspeito Zero – Segundo a teoria, criada pelo antigo agente, um assassino em série poderia atravessar todo o país sem ser pego, contrariando padrões e repetição de comportamento. A teoria supõe alguém sem padrões, uma máquina assassina aleatória que nunca deixaria pistas, nem agiria de acordo com o que a polícia pensa, não a polícia comum.

Suspeitos zero não obedeceriam as leis ou normas comuns, contrariamente, seguiriam o contraditório, aparecendo onde não deveria aparecer, fazendo o que não deveria fazer, agindo de maneira contrária ao esperado. Segundo a teoria do suspeito zero, o próprio criador dela poderia ser o assassino, ou seja o policial poderia ser o assassino.

Para saber se o policial é o assassino, a polícia tem de achá-lo primeiro.

O mais curioso nessa história, é que a polícia poderia resolver outros casos enquanto investiga esse, devido aos ambientes sórdidos, ao faro e a intuição para desvendar um crime, desenvolvido pelo criador dessa teoria.

By Jânio

agosto 27, 2010 Posted by | Cinema | , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

A beleza segundo o Photoshop

a feia mais bela

Bela ou feia?

O que é ser bonita para você?

Pessoas sensíveis podem ver a beleza de uma pessoa através de seu interior, isso não quer dizer que as pessoas feias sejam mais bonitas que as  mais belas.

O que acontece é que pessoas despidas de preconceitos e discriminação, podem ver a pessoa independente de sua beleza física, seu poder financeiro ou social. Podendo ser mais bela ou mais feia, dependendo de seu comportamento.

A indústria da moda vem criando um padrão doentio de beleza, onde as pessoas anêmicas, magras, quase só osso, são consideradas as mais belas. Isso tem provocado a bulimia em muitas jovens, iludidas por esse falso conceito de moda.

O mais incrível, é que até aquelas consideradas perfeitas, pelos padrões bulimia de beleza, ainda se consideram com alguma imperfeição no corpo.

Nos casos em que a bulimia não dá jeito, como são os casos de manchas na pele, por exemplo, entra em ação o programa mais famoso de computador, o Photoshop.

Nas telas do cinema ou da televisão, pode-se eliminar as ditas imperfeições com luz e maquiagem, além de efeitos especiais, mas na fotografia, onde a nitidez é absoluta, a saída é o Photoshop.

Você deve ficar pensando o que o Photoshop  tem feito com as fotos das principais celebridades do mundo da moda, não é mesmo? – algumas pessoas não se satisfazem em tirar as manchas, aumentam os seios, diminuem o bumbum, mudam a cor dos olhos …

Veja no link abaixo, o que o Photoshop pode fazer com o visual de uma pessoa, para bem ou para o mal.

http://www.iwanexstudio.com/

fevereiro 6, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , | 8 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: