Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O maior dos pecados

judas iscariotes

Até na Bíblia a covardia é destacada, sendo Judas um dos principais personagens. O pecado de Judas levanta muitas questões, entre elas a sua escolha como discípulo.

No caso do perdão, a questão fica muito mais interessante: Seria Judas necessário para que a história tivesse tal desfecho? Judas foi ou não foi perdoado?

Primeiro é preciso que se diga que o fato de Jesus saber o seu destino, não livra a cara de ninguém, principalmente de Judas. Quando Judas traiu Jesus com um beijo, demonstrou uma tremenda falta de caráter.

Muita gente afirma que ele achava que Jesus seria útil para as causas de Israel, já que Jesus era tão amado pelo povo. Atacar Jesus levaria o povo a se rebelar contra os romanos.

Para saber se Judas era culpado ou não, basta olharmos para os nossos espelhos e veremos um povo covarde que não tem coragem de reagir contra um sistema comandado pela aristocracia, onde ninguém tem mais controle de nada, onde a democracia virou uma grande farsa.

Uma pessoa caloteira não imagina que quando dá o calote, tira o dinheiro da saúde e da educação de uma outra pessoa, contribuindo para a decadência da sociedade. A malandragem do brasileiro ensina que só não pode tirar alimento da boca de criança, de resto vale tudo.

Quando aceitamos as regras do sistema – impostos altos, altas taxas de juros, monopólios controlados pelas máfias, corrupção de fiscais, etc. – não pensamos nas consequências – inflação, crise e dependência política. Há muita diferença entre aceitar uma cesta básica e exigi-la através de um salário digno.

Por quê os políticos preferem roubar os pobres através de impostos, para depois devolver através de cestas básicas? Isso ocorre para criar um tipo de dependência política, passando a sensação de que o político é bom. As pessoas não notam que aceitar favores de políticos as torna cúmplices de seus crimes. Até Maquiavel foi enfático quanto a isso: “Todo o povo tem o governo que merece”.

O livro de Maquiavel foi uma grande inspiração para o absolutismo, quando a burguesia perde o poder e passa servir de ferramenta para reis, imperadores, ditadores, etc.

Estamos a um passo de ver a burguesia nas mãos da aristocracia. Primeiro foram separadas as classes, médias e pobres, onde a média se dividiu em alta e baixa. Os consumidores se dividiram em a, b,c, d e e, de acordo com o seu poder de compra e seguindo a cartilha do capitalismo.

Somaram-se a tudo isso uma série de conspirações racistas, nacionalistas, neonazistas e houve até uma certa adaptação no sistema, onde alguns poucos afro-descendentes traidores foram eleitos e aceitos na elite em troca de sua cooperação na criação da farsa de uma sociedade mais humana. Na realidade eles não ajudaram em nada, muito pelo contrário, lembram os velhos tempos da abolição, onde as pessoas livres tinham uma vida pior que a dos escravos.

Escravidão é o que o povo vai ganhar, quando a burguesia tornar-se totalmente dependente dos grandes empresários e banqueiros.

A classe média vai se tornando pobre, perdendo o poder, mas continua vivendo de aparências, fingindo que é importante. Cada dia que passa, aumenta o número de pessoas da classe média nas filas dos serviços públicos, enquanto muitos pobres sequer conhecem os seus direitos.

A única esperança é a força da informação, combinada com a ambição de alguns indivíduos que ainda não se deixaram abater pela covardia. O problema é que muitas dessas pessoas se organizaram do outro lado da lei, criando um novo problema.

Veja alguns exemplos:

01 – O PCC mostrou a força dos marginais e desafiou o poder do sistema, pior que isso, demonstrou que as pessoas estão muito vulneráveis e estão dispostas a cometer loucuras por alguns trocados;

02 – O tráfico nas comunidades dos morros evoluiu muito através dos anos, sempre em seu canto, até que um dia decidiu descer os morros, promovendo arrastões, assaltos, sequestros e a tradicional distribuição de drogas. A polícia não gostou e reprimiu os crimes organizados, mas cada vez que um traficante é preso, surge outro em seu lugar, inclusive, a logística já atingiu a própria burguesia que fazem parte da distribuição das drogas.

03 – A decadência nas igrejas ameaça levar a sociedade de volta a idade medieval, onde as ciências ocultas é que controlavam tudo. Canibais, pedófilos e neonazistas começam a ganhar adeptos, ameaçando a estabilidade dos novos tempos.

A sociedade costuma se adaptar, forçando as autoridades a tomarem providências, mobilizando grupos e criando movimentos sociais, esperamos que isso seja suficiente para resolver o problema de nossa covardia.

By Jânio

abril 18, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , | 3 Comentários

Como melhorar o mundo, mudando nossa realidade

fazendo a diferença

como mudar o mundo

Recebi um pedido muito interessante, no blog madeinblog/icommercepage, a pergunta era rápida, mostrando que a pessoa não tinha muito tempo ou que estava desanimada demais para se manifestar, de maneira mais convincente.

Foi quase um pedido de socorro.

Muitas pessoas, mal informadas, podem imaginar que fazer uma grande mudança, no lugar onde moram, é a coisa mais difícil do mundo, não é.

As alternativas, tanto para mudar uma situação de violência, crime, ou qualquer outro tipo de problema, ligado a infra-estrutura, possui muitas maneiras de serem resolvidas. Muitos direitos, que as pessoas tem, não são muito divulgados, principalmente na área de previdência e assistência social. Talvez o descaso não seja só das autoridades políticas, pode ser um pouco nossa culpa também.

A pergunta de Alcinei  deixou-me muito emocionado. Uma pergunta curta, objetiva e simples, mostrando um tipo de manifestação que a gente não costuma ver em instituições políticas.

A pergunta de Alcinei mostra o desejo de mudança, um sentimento que deve ser mantido sempre vivo em nós.

Eu pensei comigo, algumas pessoas querem mudanças, estão dispostas a isso. O mais difícil, pessoas dispostas a mudar o que está errado, nós já temos, então basta passar as informações necessárias para que essas informações ocorram.

As informações devem ser objetivas e simples, como a pergunta de Alcinei.

Com isso, poderemos amenizar os problemas de pessoas que já sofrem com o dia-a-dia.

Se cada um de nós faz um pouco, para a melhoria do meio em que vive, poderemos mudar o mundo.

By Jânio

Alcinei – Gostaria de receber ajuda para mudar a realidade do meu bairro alguém me ajude.

Olá Alcinei.

Você pode escolher várias alternativas, as quais passarei a enumerar.

01 – Criar associações de moradores – esse é o meio mais convencional, mais tradicional de resolver os problemas de seu bairro. Nesse caso você pode obter ajuda de vereadores e políticos que tem interesse nesse tipo de projeto, mesmo assim, as associações são totalmente independentes de políticos, podendo inclusive atuar contra, ideologicamente.

02 – Caso more numa cidade grande, ou próximo, poderá procurar uma ONG, não é difícil de encontrar, basta se informar, em instituições adequadas, podendo ser igrejas ou estabelecimentos públicos, como a escola, por exemplo.

03 – Uma alternativa radical – veja o que falta, com urgência, em seu bairro, faça um abaixo assinado, procure um promotor. Atenção, quanto mais assinaturas, acompanhadas de suas reivindicações, melhor o resultado. Não precisa ser só assinaturas de pessoas do bairro, qualquer pessoa pode assinar, acompanhado do número da carteira de identidade.

Quarenta ou cinquenta assinaturas, não bastam, corra atrás.

Eu tenho certeza que você vai conseguir melhorar, e muito, os problemas de seu bairro. Boa sorte.

ABS

Esse post é dedicado à essa pessoa, tão especial, que mostra o desejo de muitas pessoas, espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, um sentimento que pode fazer uma grande diferença.

dezembro 14, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 14 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: