Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Manifestação em Copacabana pede Diretas Já

Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Uma manifestação na Praia de Copacabana reúne desde o início da tarde de hoje (28) milhares de pessoas pedindo a realização de eleições diretas (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Manifestação na Praia de Copacabana pede realização de eleições diretas Tânia Rêgo/Agência Brasil

Uma manifestação na Praia de Copacabana reúne desde o início da tarde de hoje (28) milhares de pessoas pedindo a realização de eleições diretas, caso o presidente Michel Temer seja afastado da Presidência da República.

Organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, ligadas a partidos de esquerda, o ato tem a participação de diversos artistas e músicos, entre eles Caetano Veloso e Milton Nascimento, entre outros nomes conhecidos da MPB, que devem se apresentar ao longo da tarde.

Os participantes se revezam em cima de um trio elétrico, fazendo discursos e cantando. Já se apresentaram Mano Brown, Teresa Cristina, Rappin Hood, Criolo e o bloco de carnaval Cordão da Bola Preta.

Os manifestantes carregam cartazes pedindo Diretas Já e a saída do presidente Temer do poder.

O policiamento foi reforçado no entorno da manifestação, com integrantes do Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos.

O trânsito da Avenida Atlântica precisou ser desviado para a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, causando leve retenção no tráfego, mas sem maiores problemas.

Edição: Luana Lourenço
 

maio 29, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Manifestação contra as reformas da Previdência e trabalhista ocupa a Paulista

interesses midiático

Protestos Corrupção

Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

Terminou por volta de 20h o protesto contra as reforma da Previdência e trabalhista que ocupou toda a avenida Paulista, na cidade de São Paulo, na tarde de hoje (15), desde as 15h. A maior concentração de pessoas ficou nos quatro quarteirões mais próximos do Museu de Arte de São Paulo, onde estavam três carros de som com lideranças de movimentos sociais e sindicais.

O protesto foi pacífico. Durante a dispersão do ato, algumas pessoas mascaradas bloquearam o trânsito na avenida Nove de Julho e atearam fogo em objetos no meio da via. A Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo contra o grupo, que acabou se dispersando. Na avenida Paulista, o clima permaneceu tranquilo após o encerramento da manifestação.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também participou do protesto e fez um discurso contra a reforma da Previdência por volta das 19h30, para encerrar do ato. Ele começou dizendo que o atual governo quer acabar com conquistas da classe trabalhadora por meio das reformas trabalhista e da Previdência.

Na avaliação de Lula, a reforma “vai proibir que milhões de brasileiros consigam se aposentar, que vai fazer com que os trabalhadores mais pobres desse país, sobretudo os trabalhadores rurais do Nordeste, passem a receber metade de um salário mínimo, sem ter noção do que esses trabalhadores representam na economia das pequenas cidades desse país”.

Para Lula, o problema da Previdência já foi resolvido em outro momento. “A política de geração de renda e de formalização das empresas e das relações de trabalho proporcionaram um crescimento inédito na receita da Previdência e da Seguridade Social entre 2004 e 2014″. “Apenas entre 2008 e 2014, houve um aumento de 54,6% na receita da Seguridade Social, com a queda continuada do desemprego e da informalidade. Pela primeira vez na história do Brasil, teve superávit no subsistema urbano da Previdência. Isso ocorreu a partir de 2010, quando os contribuintes da Previdência superaram a marca de 50% da população economicamente ativa e os salários cresciam em média 3% acima da inflação”, disse.

Professores

Um dos temas levantados durante o protestos foi o fim da aposentadoria especial para professores, que com a reforma passariam a integrar o regime geral da Previdência. Maria Izabel Noronha, presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), acredita que os trabalhadores vão se unir contra a reforma. “Porque não é justo. Algum professor se forma aos 16 anos? Não se forma. A sua idade mínima não será nem 65 anos, vai ser 70 ou 75 e [o professor] vai se aposentar oxalá aos 80 anos. É meio século de contribuição na Previdência”.

Em sua fala, Izabel defendeu que a Previdência não pode servir para resolver o problema econômico do país. “Querem fazer a classe trabalhadora sangrar e fazer com que a classe trabalhadora pague por uma crise que não foi ela que fez”.

Edição: Amanda Cieglinski
 

março 16, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

A volta do MPL

poder democrático

Reação Brasileira

Bruno Bocchini -Repórter da Agência Brasil

O Movimento Passe Livre (MPL) iniciou, no final da tarde de hoje (19), a segunda manifestação do ano contra o aumento das tarifas do transporte coletivo na capital paulista. Os manifestantes partiram dá Estação dá Luz, na região central da cidade, em passeata até a prefeitura, no viaduto do Chá, onde a manifestação deve acabar.

Eles protestam contra o reajuste (que foi suspenso pela Justiça) da tarifa dos bilhetes temporais (mensal e semanal) e da integração da Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos (CPTM) e do Metrô de São Paulo.

“Ao aumentar as tarifas em mais que o dobro da inflação, Dória e Alckimin penalizam a população mais pobre da cidade, que moram em lugares afastados por não ter condições de morar em regiões centrais. Esse aumento institui praticamente uma cobrança proporcional no sistema de transportes: paga mais quem percorre maiores distâncias. Tal lógica vai na contramão da condição de direito social do transporte público, reconhecido constitucionalmente”, destacou o movimento, em nota.

Apesar da decisão da prefeitura e do governo do estado de elevar o preço das passagens – com o aumento de R$ 5,92 para R$ 6,80 na integração e de R$ 140 para R$ 190 no bilhete mensal – as tarifas estão com o valor congelado por determinação de uma liminar da Justiça. Ontem, pela segunda vez, o Tribunal de Justiça (TJ) negou recurso do governo do estado, e manteve a decisão de primeira instância em vigor até o julgamento pelo colegiado do TJ.

Em nota, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que as tarifas de integração do Metrô e da CPTM foram alteradas e voltaram a ter o preço praticado antes do reajuste. Segundo o órgão, “o atendimento da ordem liminar impacta financeiramente de forma drástica e prejudicial o sistema de transporte e os cofres do governo do estado”. De acordo com o governo paulista, se a decisão que proibiu o reajuste for mantida, o impacto financeiro em 2017 será de R$ 220 milhões.

Edição: Augusto Queiroz

janeiro 19, 2017 Posted by | Política | , | Deixe um comentário

Aécio Neves expulso na avenida paulista

maio 27, 2016 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Rede globo – 50 anos

 

Globo - 50 anos

Globo – 50 anos

50 anos da TV Globo: Vamos descomemorar!

A TV Globo festejará os seus 50 anos de existência no dia 26 de abril. Serão promovidos megaeventos e lançados vários produtos comemorativos. No mesmo período, porém, muita gente está disposta a promover a “descomemoração” do aniversário do império global, um ato de repúdio ao papel nocivo desse grupo de mídia na história do país. Uma palavra-de-ordem que se destaca em todo o Brasil em manifestações recentes é: “O povo não é bobo. Fora Rede Globo”. E motivos não faltam para esta revolta.

A emissora é filha bastarda do golpe militar de 1964. O então diretor do jornal O Globo Roberto Marinho foi um dos principais incentivadores da deposição do presidente João Goulart, dando sustentação ideológica à ação das Forças Armadas. Um ano depois, foi fundada a sua emissora de televisão, que ganhou as graças dos ditadores. O império foi construído com incentivos públicos, isenções fiscais e outras mutretas. Os concorrentes no setor foram alijados, apesar do falso discurso global sobre o livre mercado.

Nascida da costela da ditadura, a TV Globo tem um DNA golpista. Apoiou abertamente as prisões, torturas e assassinatos de inúmeros lutadores patriotas e democratas que combateram o regime autoritário. Fez de tudo para salvar o regime dos ditadores, inclusive omitindo a jornada das Diretas Já na década de 1980. Com a democratização do país, ela atuou para eleger seus candidatos – os falsos “caçadores de marajás” e os convertidos “príncipes neoliberais”. Na fase recente, a TV Globo militou contra toda e qualquer avanço mais progressista, atuando na desestabilização dos governos que não rezam integralmente a sua cartilha. Nas marchas de março desse ano, ela ajudou a mobilizar o anseio golpista e garantiu a ele todos seus holofotes.

A revolta contra a Globo que ganha corpo está ligada também à postura sempre autoritária diante dos movimentos sociais brasileiros. As lutas dos trabalhadores ou não são notícia na telinha ou são duramente criminalizadas. A emissora nunca escondeu o seu ódio ao sindicalismo, às lutas da juventude, aos movimentos dos sem-terra e dos sem-teto. Através da sua programação, não é nada raro ver a naturalização e o reforço ao ódio e ao preconceito. Esse clima de controle e censura oprime jornalistas, radialistas e demais trabalhadores da empresa, que são subjugados por uma linha editorial que impede, na prática, o exercício do bom jornalismo, servidor do interesse público, em vez da submissão à ânsia de poder de grupos privados.

Além da sua linha editorial golpista e autoritária, a Rede Globo – que adora criminalizar a política e posar de paladina da ética – está envolvida em inúmeros casos suspeitos. Até hoje, ela não mostrou o Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) do pagamento dos seus impostos, o que só reforça a suspeita da bilionária sonegação da empresa na compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. A falta de transparência do império em inúmeros negócios é total. Ela prega o chamado “Estado mínimo”, mas vive mamando nos cofres públicos, seja através dos recursos milionários da publicidade oficial ou de outros expedientes mais sinistros.

Essas e outras razões explicam o forte desejo de manifestar o repúdio à TV Globo em seu aniversário de 50 anos. Assim, vamos realizar em torno do dia 26 de abril uma série de manifestações, em todo o país, para denunciar a emissora como golpista ontem e hoje; exigir a comprovação do pagamento de seus impostos; e reforçar a luta por uma mídia democrática no Brasil.

Sem enfrentar o poder e colocar limites à maior emissora do Brasil – e uma das cinco maiores do mundo – não será possível garantir a regulamentação dos artigos da Constituição que proíbem o monopólio para levar a cabo a democratização do país. Por isso, vamos às ruas contra a Globo e convidamos todos os brasileiros comprometidos com a democracia, a liberdade de expressão, a cultura nacional, o jornalismo livre e a soberania popular a participar das manifestações em todo o país.

A história suja da Rede Globo

Caso raro na ditadura da Globo

Jornalismo sob encomenda

Vendedoras de sonhos e pesadelos

abril 18, 2015 Posted by | Utilidade Pública | , , , , | 3 Comentários

Homenagens a José Sarney

o grande sarney

Homenagens para Sarney

O Rock in Rio desse ano ficou marcado como o ano do Sarney, todas as homenagens foram para ele, e ele não é o único político que merecia essas homenagens.

Apesar disso, eu fiquei impressionado por eles terem encontrado o cabeça. É isso mesmo, Sarney é o tipo de político que ninguém chega perto, é um câncer que só sai com alta tecnologia ou com uma revolução popular.

Observando a história de sarney, desses quinhentos anos de decepções políticas, cinquenta anos fazem parte de sua “carreira política”. São dez por cento de todas as nossas desgraças históricas.

Todos nós sabemos que são os banqueiros quem roubam a maior parte de nosso dinheiro, seguidos pelas empreiteiras, mas tem de haver políticos para que esse roubo seja possível. José Sarney é o maior líder político hoje, é um tipo de velhinho que nenhum brasileiro respeita.

Para sorte dele, e azar nosso, ele só viaja de jatinho particular. Se viajasse em vôos regulares, ele teria problemas com a alta burguesia muito bem informada.

É, porque Sarney é o tipo de Oligarca que não sabe o que é direito do povo, apesar de falar sempre em democracia. Conseguiu tudo o que sonhou, além de dinheiro, até uma cadeira na Academia Brasileira de Letras.

Pelo menos a cadeira na Academia Brasileira de Letras é a cara dele, nem as línguas brasileiras nós respeitamos. São um bando de velhinhos tolos que defendem com unhas e garras a língua portuguesa, sendo capazes de qualquer coisa para isso, inclusive se aliar à políticos como Sarney, ou empresários como Roberto Marinho.

Eu me admiro de não terem convidado o Sr. Sílvio Santos, é ele mesmo, aquele do Banco Panamericano, aquele dos 4,5 bilhões de dólares.

A confusão foi tão grande que até usaram os números em dólares, dólares que já estavam na Suíça. Foi preciso que os doleiros corrigissem a falha, não eram 2,5 bilhões de reais, eram 2,5 bilhões de dólares, o que explicaria o salto para mais de 4,5 bilhões de reais.

Poderiam convidar também o Edir Macedo, assim teriam todas as maiores redes de TV do Brasil, fazendo Adolf Hitler morrer de inveja. Já estão quase criando o quarto reich.

Antes de pintar a cara e sair gritando, é preciso saber o preço a pagar, é preciso saber que serão muitas as batalhas e que a guerra será longa.

O PCC conseguiu tomar São Paulo, Wellington Menezes tornou-se um terrorista, um fundamentalista de araque. Agora, um menino atirou em uma professora e se matou, se fosse um adulto eu diria que fizeram uma lavagem cerebral nele.

No caso das pessoas que querem mudanças, eu acredito que ainda não estão prontos, precisam sofrer mais um pouquinho…mas só um pouquinho, para que possam explodir.

Aí, então, chegará a hora de se fazer justiça, e todos os corruptos serão presos para agradar a população, como foi o caso do Maluf – Eu ainda acho que prender só o Maluf é preconceito – mas isso não bastará, os corruptos estarão na mira da população, e apenas quatro seguranças será pouco para proteger cada um deles.

Toda a lista desses malditos políticos, banqueiros, STF, STJ, OAB, etc. estará na internet e todos terão de explicar como agem e quem os elegeu para fazer o que bem entendem.

O Rock in Rio acertou, Sarney é mais forte que José Dirceu, Renam Calheiros, Paulo Cesar Farias, Chico Lopes…Sarney é o super-vilão que conseguiu arquivar o pedido de CPI e, agora, conseguiu arquivar as investigações e as provas concretas contra seu filho Fernando.

Vai chegar o dia em que a água chegará ao pescoço e o povo aprenderá a nadar, vai chegar o dia em que o povo gritará…

…VAMOS PRENDER O SARNEY!

By Jânio

outubro 7, 2011 Posted by | curiosidades | , , , | 2 Comentários

Egito dá um belo exemplo de democracia

data histórica

Vitória dos Egípcios

O Egito mostra para o mundo um grande exemplo de democracia, mas eu já vi esse filme antes, a diferença poderá estar no final que o povo egípcio dará a esse filme da vida real.

O povo egípcio arriscou a vida, durante dezoito dias esteve nessa guerra pela democracia. Sua vontade prevaleceu, o movimento foi um sucesso.

Como dissemos ontem, a inteligência dos EUA foi pega de surpresa, quando autoridades egípcias desligaram a internet e as redes, via celulares, já era tarde.

O governo egípcio entra num período de transição, através dos militares. Essa história é bem conhecida dos brasileiros, só esperamos que os egípcios não esperem cinquenta anos, para darem o próximo passo.

Durante cinquenta anos o povo brasileiro esteve acomodado, nesse tempo, a constituição foi adaptada de acordo com os interesses de cada governo.

Não adianta só mudar o governo, se o povo não continuar participando. A verdadeira lei não é aquela que está na constituição, a verdadeira lei está nas faixas de protestos e reivindicações das pessoas.

Tanto o governo brasileiro, quanto o governo americano, estiveram fazendo “simpatias” para que tudo acabasse bem. Essa foi a declaração do governo, dizendo que via com simpatia o movimento do povo egípcio.

Durante trinta anos, nenhum governo fez nada. O povo egípcio esteve sozinho, e foi assim que o povo promoveu mudanças.

Pelo que eu pude entender, os EUA “doavam” mais de um bilhão de dólares ao ano, em recursos militares, para o governo egípcio, em troca de seu apoio no Oriente Médio, felizmente, esses recursos não foram utilizados contra o povo.

Depois da queda do governo egípcio, todas as contas do ditador foram bloqueadas na Suíça, cinquenta bilhões de dólares – Isso me fez lembrar do Paulo Maluf e da filha do Sarney.

A filha de Sarney poderia ter tido sua candidatura impugnada pelo Ficha Limpa, mas isso se houvesse justiça naquele estado. Depois de eleita democraticamente, não havia como tirá-la de lá.

Não poder tirá-la de lá, apenas em teoria, afinal de contas, em Roraima parece que o STF está agindo. Parece que o STF está avalizando a confederação brasileira à risca, vendo pela ótica do poder, é claro, afinal de contas, em Roraima entra o governo do PT.

É bom deixar bem claro que eu não estou criticando a ação da justiça, critico, sim, a falta dela.

Quando o poder político é mais forte que a justiça, é sinal de ditadura, e a ditadura só vai acabar no Egito, quando o povo eleger o próximo governante.

É bom que o povo egípcio fique atento dessa vez, não é o apoio do governo americano que conta, mas a opinião do mundo inteiro.

Essa globalização da democracia, que teve início quando um homem colocou fogo no próprio corpo, em sinal de protesto contra a corrupção de um fiscal, na Tunísia, vem se espalhando pelo norte da África. Evidentemente que essas informações do mundo vieram pela internet, mas a velocidade em que o movimento foi organizado, isso espantou todo o mundo.

Essa velocidade de organização do movimento egípcio não lembra o Brasil, aqui, tudo é muito devagar, ninguém está muito disposto a arriscar a vida, ou botar fogo no próprio corpo.

No Brasil, eu me espanto é com a velocidade dos políticos, a maneira como eles organizam desvios de dinheiro, financiamentos fraudulentos, e ainda conquistam o apoio da aristocracia.

Definitivamente, o Egito não deve seguir os caminhos do Brasil, talvez deva dar o exemplo para nós, continuar a luta.

Aqui vale a minha velha teoria: “A democracia não emana diretamente do povo, a democracia emana do poder das minorias organizadas e legitimamente constituídas.”

Quanto mais Orgs, ONGs, maior a organização, menor a corrupção. O governo não tem nenhum interesse nisso.

…e tenho dito.

By Jânio

fevereiro 12, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , | 14 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: