Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O dia em que Jesus nasceu

 

Jesus Cristo

Natal Verdadeiro

Durante as férias do blog, as reformas causaram muitos transtornos.

Vendo parte dos móveis na garagem, e em outras cômodos da casa, e com a chegada do Natal, pensei na possibilidade de as reformas não ficarem prontas.

Lembrei-me do verdadeiro Natal, não aquele do bom velhinho – o bom velhinho faz a alegria dos comerciantes – mas o natal do Menino Jesus, aquele que lutava para sobreviver – todos os bebês foram assassinados naquele ano.

Uma parte dos judeus esperava um grande rei, um homem poderoso, capaz de aniquilar seus inimigos romanos – os romanos tinham o hábito de acabar com a cultura, por onde passavam.

Ao contrário do que todos pensam, Jesus foi um dos homens mais nobres da história de Israel, em todos os sentidos. Jesus era descendente dos Reis, por parte de José, e dos grandes profetas, por parte de Maria.

Numa coisa os judeus acertaram, ele era poderoso, poderoso a ponto de desafiar todas as leis da natureza: Lei da gravidade, biologia, sentimentos e religião.

Mesmo analisando a vida de Jesus, sob aspectos específicos, ele acaba sendo único, muito inteligente.

É muita estupidez achar que ele deveria estar vivo, como nós queremos, para atender nossos interesses mesquinhos. Ele está vivo sim, mas é a sua palavra que deve ter a força, não é tão fácil como gostaríamos que fosse.

O pobre menino judeu nasceu num lugar inesperado, dando início a um povo muito maior que o de Israel. Assim como ele não era descendente legítimo de José, não somos descendente dele, mas o povo cristão foi adotado.

Todos que fazem a vontade de nosso Pai, mantém sua palavra viva, são descententes direto de Jesus, filhos de Deus.

A brincadeira do amigo secreto, parece-me muito divertida, é uma tradição muito interessante e curiosa, principalmente pelo suspense com que as pessoas esperam descobrir seu amigo secreto.

Um texto que circulou pela internet, a corrente do bem secreta, eu achei muito interessante, principalmente porque as pessoas não se revelam. Através desse “Amigo Secreto”, você pode dar o presente para o melhor amigo, ou para o pior inimigo.

Certamente o inímigo, pessoa amarga, ficaria muito surpresa, faria uma boa reflexão sobre o seu comportamento, sua filosofia.

No caso da pessoa presentear seus amigos, não precisaria ser apenas uma pessoa, nem ser um presente caro, bastaria que fosse de coração. Todos os presentes poderiam ser secretos, menos o abraço, esse seria revelado.

A idéia da não revelação, torna a brincadeira muito mais séria, muito mais legítima, já que a pessoa ficará para sempre com várias possibilidades, portanto, vários amigos secretos, sendo um deles aquele que teria dado o presente.

Mudanças não são fáceis, então para que facilitar a descoberta do verdadeiro amigo. Por que não deixar a pessoa eternamente com o espírito de Natal.

O verdadeiro presente,  não é aquele que se troca, mas aquele que é dado sem interesse. Nem sempre é ofertado só para os amigos reais, mas para os amigos virtuais, anônimos …

Portanto, FELIZ NATAL  para todos os amigos, que de alguma forma passaram pelo blog;

FELIZ NATAL para todos os amigos da redes sociais;

FELIZ NATAL àquelas  pessoas que me conhecem bem antes do início da internet, anônimas ou não.

FELIZ NATAL às pessoas que não precisavam de presente. mas apenas de carinho.

FELIZ NATAL ás pessoas que acreditam em milagres, e às pessoas que não acreditam também.

Um abraço virtual a todos as pessoas que lerem esse post, e para as pessoas que não lerem, para essas, peço que você repasse essa corrente do bem.

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO A TODOS, e que todas as pessoas encontrem o verdadeiro sentido do Natal, o sentido da vida.

dezembro 25, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 1 Comentário

A História do Natal

festa de natal

origem do natal

Jesus, o Messias, há muito  profetizado, chegou ao mundo de maneira muito misteriosa.  Foi um dos últimos profetas da Bíblia, foi o mais polêmico também.

Pode-se dizer que Deus usou sua força durante muito tempo, até entregar seu filho mais amado ao mundo, para mostrar como sobreviver a morte.

De todos os personagens da Bíblia, Jesus é o que mais chama a atenção. Suas mensagens são tão fortes que dividiu águas, o antigo e o novo, o antes e o depois.

Durante anos foi prometido pelos profetas, a sua vinda, mas coube a João Batista a última profecia e o seu batismo.

Maria, mâe de Jesus, recebeu a visita de um anjo avisando que teria um filho, o Messias.

O homem escolhido para ser o pai de Jesus, foi José, também visitado por um anjo que preparava o espírito de José, para que não hesitasse em receber o filho de Deus.

Sabendo do nascimento do Messias, Herodes, o Rei da Judeia mandou que matassem todas as crianças com menos de dois anos.

José e Maria foram então para o Egito, Herodes morreria quatro anos depois do nascimento de Cristo.

João Batista também foi anunciado em sonho, já que seus pais eram de idade avançada. João Batista permaneceu no deserto, até que fosse chamado a se apresentar em Israel para anunciar a chegada do Messias.

Talvez, pelo fato de o nascimento de Jesus ter sido em segredo, sua data ficou meio incerta, mas a comemoração é no dia 25 de Dezembro.

No presépio, é mostrado o ambiente do nascimento, numa gruta, em Belém.

Maria mãe de Jesus, era virgem, e foi concebida sem pecado, esse é um dos maiores mistérios do antigo testamento. Durante sua vida, jesus também foi polêmico, ao mudar o dia de descanso, de sábado para o domingo.

Promoveu muitos milagres, mas sua vida é mais importante do que todos eles. Em suas mensagens, pode-se encontrar as palavras e preceitos básicos para se viver.

O Seu nascimento continuará sendo um dos momentos mais importantes e mais aguardados da Biblia e de toda a humanidade, já que seria ele a maior influência do mundo ocidental.

By Jânio

dezembro 25, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 4 Comentários

Fragmentos da filosofia popular

pensamentos de sabedoria

“Erguei-vos … e não temais.

Se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a esse monte:

“Passa daqui para acolá…”

E ele passará.

Nada vos será impossível.”

Jesus

“Guardai-vos de toda e qualquer avareza porque a vida de um homem não consiste na abundância de bens que ele possui.”

Jesus

“Um cuidadoso exame de todas as nossas experiências passadas, pode nos revelar o fato surpreendente de que, tudo o que nos aconteceu, foi para o nosso bem.”

Henry Ford

“Oitenta por cento da humanidade não sabe o que quer. Se perguntarmos a quinze por cento o que quer, dirá alguma coisa vaga sem a menor definição. E, finalmente, somente cinco por cento sabe o que quer, como quer e porque o quer.”

Henry Ford

“Faz apenas aquilo que puderes dizer.”

A. Dumas

“Devemos seguir sempre o caminho que conduz ao mais alto.”

Platão

novembro 19, 2009 Posted by | Mensagens | , , , , , , , | 4 Comentários

Porque é tão difícil aceitar Jesus?

O filho de Deus.

O filho de Deus.

A religião judaica, inclusive, tem em comum justamente a negação da divindade de Jesus, divindade esta que mesmo sendo negada, não nega o fato da grandeza dos ensinamentos de Jesus.

Os muçulmanos tem a ideia de que quem foi crucificado foi outra pessoa, contrariando toda a lógica Cristã, chegam a afirmar que quem foi crucificado, foi outra pessoa, Judas Iscariotes, outros afirmam ser Simão Cerene, fisicamente diferente de Jesus, vindo da líbia.

O Alcorão não só aceita a existência de Jesus, como reconhece-o como um grande profeta, mas, ao que parece, Maomé provoca polêmica no Cristianismo a revelar os textos  que teria recebido de Alah.

Veja o texto:

“Incorrem em blasfêmia aqueles que disseram que: “Deus é o Messias, Filho de Maria”. Dize (ó Muhammad): Quem poderia fazer algo se Deus quisesse aniquilar o Messias, Filho de Maria, e a mãe dele (inclusive) e todos os seres da terra? Unicamente a Deus pertence o reino dos céus e da terra, e tudo quanto há entre ambos. Deus cria o que Lhe apraz, e é Todo­Poderoso.” Alcorão 5: 1753

“Blasfemaram aqueles que disseram que Deus é o Messias, Filho de Maria. O próprio Messias dissera: “Ó filhos de Israel, adorai a Deus que é Meu Senhor e Vosso Senhor”. Quem crê em semelhantes a Deus (quem for politeísta), Deus lhe impedirá, para sempre, o acesso ao paraíso, e sua morada é o inferno. O Messias, Filho de Maria, não é mais que um Apóstolo (de Deus) como os Apóstolos que o antecederam, e a mãe dele era uma Beata, contudo, ambos (Jesus e Maria) ingeriam alimentos.. .”

Alcorão 5:7251

Ao contrário da religião judaica que nega a divindade de Jesus, mas convive harmoniosamente com o catolicismo, o Alcorão deixa claro a suposta blasfêmia.

Seria uma coincidência que Maomé fosse tão respeitado entre os muçulmanos, como Jesus é entre os cristãos?

Não há entre os muçulmanos quem fale de Jesus, reconhecidamente um Profeta, como falam de Maomé, o último Profeta do Alcorão, já que este foi escrito pelo próprio Maomé, supostamente recebido diretamente de Alah.

Jesus Cristo, de qualquer modo que seja visto, mesmo sem falarmos de seus milagres, apenas os seus ensinamentos e a sua filosofia, já seria, certamente,  o homem mais brilhante que pisou na face da Terra.

Foi a partir de Jesus que o mundo se dividiu entre o antes de Cristo e o depois de Cristo, a humildade e a capacidade de negar a tudo o que fosse material, coloca Jesus como o um ser único em toda a história.

Maomé criou a cultura mulçumana de Alah, talvez por isso seja tão respeitado, os muçulmanos se identificam muito com o Alcorão, fazendo dele a essência de sua cultura.

O próprio alcorão, além de entrar em contradição com o Cristianismo, ainda costuma ser mal interpretado pelos seus próprios seguidores, causando muita guerra e derramando muito sangue, o mesmo erro que o Cristianismo cometeu no passado.

O Cristianismo é bem claro, sendo assim, é constituído de vários livros, apresenta várias óticas diferente, sendo que as três versões do evangelho, Mateus, Lucas e Marcos são exatamente iguais, com exceção de algumas palavras que não alteram, mas se complementam.

Outra característica a ser destacada, no Cristianismo, é a separação total do poder, político, e da religião, mostrando como pode ser perigoso misturar as duas coisas.

Durante toda minha vida, vi textos da Bíblia serem usados de maneira egoísta, para quem conhece sua essência, como eu, não é difícil reconhecer o equívoco.

As prostitutas costumam citar a história de Maria Madalena, como uma maneira de se sentir humanas, fortes, ignorando todo o resto. Numa coisa elas estão certas, a Bíblia representa esperança para todos, a consciência sempre estará pesada diante de seus escritos, sempre haverá a luta, consigo mesmo, para se encontrar, assumir sua própria natureza.

Há textos na Bíblia que poderiam ser aproveitados por oportunistas de várias maneiras diferentes, por políticos, socialistas, comunistas e até por nós pobres mortais, filhos de Deus, mas a Bíblia tem um objetivo, usá-la de maneira oportunista não leva a lugar algum.

By Jânio

agosto 7, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , | 8 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: