Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Homem biônico real

Ciborg real

Homem Biônico

James Young, um jovem britânico que perdeu um braço e parte da perna, agora tem a prótese mais avançada do mundo. Projetada em estilo de jogo ‘Metal Gear’, este membro artificial está equipado com uma luz laser, um relógio, uma lanterna, uma porta USB e até mesmo um drone destacável, informa o portal Metro .

O jovem de 25 anos perdeu o braço esquerdo e metade de sua perna em um acidente em 2012, quando  caiu debaixo de um trem. Passaram-se vários anos até que o Jovem se deparasse com um anúncio à procura de pessoas que sofreram amputações, para um novo projeto. Foi  então que, decidiu participar.

Assim, empos depois,  Young ganhou seu braço biônico inovador, montado no estúdio de Londres da artista Sophie De Oliveira Barata, criador do Projeto Alternativo Limb (Extremidade Alternativa), que publicou o anúncio. A artista, que já participou no desenvolvimento de efeitos especiais para filmes, projetou o braço com seu portador atual.

Atualmente, o braço funciona bem, embora ainda difícil de utilizá-lo de forma independente, de modo que James usa seu outro braço para ajudar. No entanto, já existe uma solução para este problema. Com um procedimento cirúrgico de fixação esquelética, a prótese pode ser ligada diretamente ao osso. Para executar esta operação com o objetivo de colocar um implante na perna, o jovem criou um website de micropatronage. “Eu amo a vida e  realmente gostaria de minimizar o impacto das minhas feridas com a medicina moderna”, disse ele.

video

video 02

Você pode gostar de:

Exoesqueleto – Super-herói real

COG – O humanóide quase perfeito

Descobertas através dos sonhos

 

Anúncios

maio 18, 2016 Posted by | curiosidades | , , , , | Deixe um comentário

Inventos que mataram seus criadores

01 – Trem voador – Super-trem

Trem Bala

Trem Voador

Não é verdade que a idéia de inventar um carro (ou trem) voador tenha surgido no século XXI. Há quase 100 anos atrás, um jovem piloto da cidade russa de Tambov, Valerian Abakovski, criou o primeiro ‘aerovagão’ do mundo. O engenheiro amador montou um motor, uma hélice em um vagão de madeira. Apesar de consumir muito pouco combustível, a invenção obteve resultados fantásticos para a época: ele alcançou uma velocidade de até 140 quilômetros por hora.

Em 23 de julho de 1921, Abakovski levou em seu carro voador um grupo de delegados do Terceiro Congresso Mundial da Internacional Comunista, que ocorria naquela data em Moscou, para visitar uma mina de carvão nos arredores da cidade de Tula. No caminho de volta, o carro perdeu o controle. Sete das 22 pessoas a bordo morreram, incluindo o jovem inventor. Ele tinha apenas 25 anos. De acordo com as investigações posteriores, a culpa foi do estado dos trilhos, os trilhos daquela época não tinham capacidade para transportar trens que viajassem em alta velocidade.

02 – Impressora assassina

impressora

impressora

Em 1847, o americano Richard March Hoe patenteou uma impressora rotativa: as imagens seriam impressas encurvadas sobre um cilindro. Em 1963, William Bullock propôs melhorar o trabalho de imprensa: ele acrescentou eficiência e velocidade, o que fez revolucionar a indústria de impressão.

No início de abril de 1867, Bullock estava consertando uma de suas novas impressoras instaladas nos escritórios do jornal “Philadelphia Public Ledger”. Ele estava tentando ajustar com a perna, a correia de transmissão, quando ficou preso na máquina. Poucos dias depois, desenvolveu-se uma gangrena na região afetada. Doze dias depois Bullock morreria durante uma operação para amputar a perna.

03 – Moto a vapor

Moto a Vapor

Moto a Vapor

Sylvester H Roper criou entre 1867 e 1869 um dos primeiros protótipos. Ele colocou sob o assento de uma bicicleta convencional um motor a vapor que fazia a roda traseira se mover. No volante ele colocou um regulador especial que deveria controlar a velocidade. Em 1º de junho de 1896, ao montar um de seus últimos modelos em torno da cidade de Cambridge (estado de Massachusetts, EUA), ele caiu no chão sofrendo uma lesão grave na cabeça. Ele teve morte súbita. A autópsia revelou um ataque cardíaco, mas não ficou claro se era causa ou consequência da queda.

04 – Avião à força

Aeromodelo

Aeromodelo

Em junho de 1910, o engenheiro romeno Aurel Vlaicu voou em um avião de metal que funcionava com motor que ele mesmo havia projetado. Ele o chamou de Vlaicu I. Em abril de 1911, ele criou o segundo aeromodelo, Vlaicu II. O engenheiro morreu em 13 de setembro de 1913, durante a tentativa de ser a primeira pessoa a voar sobre as montanhas dos Cárpatos, no já desgastado Vlaicu II. O Aeroporto Internacional de Bucareste leva o seu nome.

05 – Para-quedas impermeáveis

Assista o video aqui

O alfaiate parisiense Franz Reichelt projetou um impermeável destinado a se tornar um pára-quedas. Em 4 de fevereiro de 1912 Reichelt decidiu demonstrar a sua criação diante de um grande público. No início, ele queria jogar um manequim da Torre Eiffel mas, no último momento, decidiu saltar. Infelizmente, ele estava errado em seus cálculos e a capa de seu traje era demasiadamente pequena para o seu peso. O inventor morreu rodeado por uma enorme multidão de curiosos e da imprensa.
06 – Motor misilístico

Motor Misilistico

Motor Misilistico

Desde 1928, o especialista austríaco Max Valier começara a se tornar um dos pais da futura indústria espacial. Desenvolvendo vários veículos movidos a foguete, como trenós, patins e carros, alguns dos quais atingiram 380 quilômetros por hora: um número incrível para a época.

Os primeiros carros e aviões Valier contavam com motores de combustíveis sólidos, mas a partir de janeiro 1930 começou a fazer experiências com motores de combustível líquido. Em 17 de Maio de 1930, em um teste de auto-foguete com base de propulsão de oxigênio líquido e álcool, em Berlim, Valier morreu após produzir uma explosão. Ele tinha 35 anos.

07 – O navio mineiro

Navio de Bombas

Navio de Bombas

O oficial da Marinha russa Vladimir Stepanov inventou o primeiro sistema automático para ser implantado em minas navais. Também participou da concepção de um navio especializado, o Enisei, que deixou o estaleiro em 1901. Em fevereiro de 1904, já como capitão de segundo grau, Stepanov assumiu o comando do Enisei, uma das primeiras operações de guerra Russo-Japonesa.

Durante dois dias, o navio Enisei depositou minas no fundo do mar para impedir o desembarque de tropas japonesas na península de Kwantung, então uma possessão do Império Russo. Uma mina inesperadamente subiu à superfície e explodiu antes que os marinheiros pudessem fazer alguma coisa. O Enisei ficou muito danificado e a tripulação foi evacuada em botes salva-vidas, mas Stepanov escolheu ficar e morrer a bordo de sua criação.

08 – O carro voador

Carro Voador

Carro Voador

Em 1973, a empresa Advanced Vehicle Engineers, presidida por Henry Smolinski, engenheiro aeronáutico americano, apresentou um modelo de carro voador. A criação, chamada AVE Mizar, foi construído a partir da combinação da parte de trás de um avião Cessna Skymaster com um Ford. Dois testes de voo foram concluídos com êxito e estava planejado para 1974 a produção em série do lançamento.

Em setembro de 1973 Smolinski participou do terceiro vôo de teste. Uma vez no ar, a asa direita se dobrou. O veículo caiu e Smolinski e seu sócio Harold Blake morreram.

09 – O tanque T-34

Tanque T-34

Tanque T-34

Em março de 1940, o designer industrial Mikhail Koshkin apresentou a Joseph Stalin os dois primeiros tanques T-34. O líder soviético ordenou a sua produção em série. Os tanques voltaram à sua fábrica produtora em Kiev, mas no caminho um deles virou em uma grande poça água. Koshkin, apesar de estar resfriado, entrou na água gelada para resgatar sua criação. Uma vez de volta em Kharkiv, o designer industrial foi hospitalizado com pneumonia. A doença piorou e os médicos removeram um pulmão. Mas isso não adiantou e em 26 de setembro de 1940 o engenheiro morreu. Até as últimas horas de sua vida, ele continuou trabalhando para aperfeiçoar sua criação.

10 – Submarino HL Hunley

Submarino

Submarino

O CSS HL Hunley, assim chamado em homenagem ao seu construtor, Horace Lawson Hunley, foi o primeiro submarino de combate a afundar um navio inimigo. Ele deixou o estaleiro em julho de 1863 para combater contra as forças navais do Norte na Guerra Civil americana. O submarino afundou duas vezes: na primeira vez morreram cinco tripulantes e na segunda vez, em 15 de outubro de 1863, a tripulação inteira se afogou, oito pessoas, incluindo o próprio Hunley que estava a bordo. As duas vezes o submarino confederado subiu à superfície para ser utilizado novamente.

O próprio CSS HL Hunley se perdeu pouco depois em um ataque sofrido em fevereiro de 1864. O local onde ocorreu o acidente foi descoberto em 1995. Em 2000, foi levado à superfície e agora está em exibição em North Charleston (estado de Carolina do Sul Estado).

Fonte: RT-TV

Top 20 tecnologias futuristas

Suicidas famosos

março 9, 2015 Posted by | curiosidades | , , | 4 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

Atraídos Pela Leitura

Literatura e Entretenimento

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise's Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

%d blogueiros gostam disto: