Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Indicador de nível de atividade da indústria paulista cai 0,5% em fevereiro

sonho americano
Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista caiu 0,5% em fevereiro na comparação com janeiro, sem considerar as influências sazonais, informou hoje (30) a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, a queda foi de 5,1%.

Segundo a Fiesp, a queda na comparação com fevereiro de 2016 pode ser explicada pelo fato de 2016 ter sido bisexto, portanto com um dia útil a mais no mês de referência. No acumulado dos últimos 12 meses, o indicador apresentou queda de 7,8%, sem o ajuste sazonal.

“Os dados de fevereiro não anulam os saldos de dezembro e janeiro, que apresentaram altas de 3,5% e 0,1%, respectivamente. Porém, a recuperação ainda será lenta, gradual e turbulenta. Não devemos nos surpreender com solavancos”, disse Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp. Francini aposta em crescimento da atividade industrial de 1,2% para este ano.

O INA é um indicador que acompanha o total de vendas reais, as horas trabalhadas na produção e a utilização da capacidade instalada da indústria de transformação paulista.

Sensor

A Fiesp também divulgou hoje o Sensor, pesquisa qualitativa de conjuntura econômica. Nesta pesquisa, as empresas respondem questões relativas ao mercado, vendas, exportação, estoques, emprego e investimento. As respostas recebem pontuação que varia de 0 a 100. Resultados acima de 50 pontos revelam expectativa positiva na comparação com o mês anterior e abaixo de 50 pontos, expectativa negativa.

Segundo a pesquisa, a expectativa dos empresários para o mês de março atingiu 50,5 pontos, ante 50,6 pontos em fevereiro.

Dos indicadores que compõem o Sensor, o emprego foi o destaque, atingindo o maior nível desde novembro de 2010: 53,7 pontos, com avanço de 1,3 ante os 52,4 de fevereiro. Resultados acima dos 50 pontos indicam expectativa de admissões para o mês.

Já o indicador de vendas apresentou queda de 5,7 pontos, passando de 55 para 49,3 pontos.

Edição: Denise Griesinger
 
 

março 30, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Cornucopia – A indústria pessoal de alimentos.

personal food

Automação da cozinha

Uma boa notícia para solteiros que moram sozinhos, mais um motivo para adiar um possível casamento.

Trata-se de uma máquina que deverá dispensar o uso de panelas e outros utensílios para refeições, resumindo, a automação da cozinha.

A equipe Media Lab do Mit, famosa por criações como os membros biônicos, está levando muito a sério a ideia e garantem estar no caminho certo, com previsão para os próximos dois anos, para o utensílio estar pronto para uso.

Se a ideia já tem o aval da Mit, na realidade a idéia não é tão absurda assim. A ideia foi idealizada a partir de outras criações, como a impressora de automação de chaves  e peças, capaz de fabricar até relógios de parede, com a mistura de componentes químicos como plástico, além de se poder criar o design todo por computador.

Essa invenção que já está em uso, projeta para dez anos, fabricar objetos maiores, como peças de móveis por exemplo.

É essa idéia, mistura de impressora  com fábrica automática, que levou os cientistas da mit a criar uma máquina de alimentos, criando dietas e refeições ao gosto do freguês ou dona de casa.

Com a chegada desse produto no mercado, uma nova revolução de costumes deverá ocorrer, isso porque, como ressaltam os cientistas, a maneira como fazemos as refeições é milenar, primitiva. É muito comum, pessoas se estranharem com refeições de hospitais, a base de líquidos e vitaminas.

Nossas refeições são de fato conservadoras, como dizia uma amigo meu: “Não comemos verduras porquê não enche o bucho”. Principalmente nas camadas mais pobres, os alimentos mais sólidos são os mais consumidos, isso passa a ilusão de que o estômago está mais cheio e o corpo mais satisfeito.

O serviço militar, é outro ambiente que causa um certo transtorno na lógica do paladar de pessoas pouco preparadas. As refeição militares ou de SPA, passam a sensação de que a pessoa está quase morrendo de fome, quando o efeito é exatamente o contrário; talvez o que falte seja justamente um acompanhamento educativo de como se alimentar.

Essa máquina deverá ser o primeiro passo rumo aos alimentos em formato comprimido, como os alimentos usados pelos cientistas da NASA no espaço.

O formato da máquina não difere de um microondas, com uma parte superior para depósito dos alimentos que serão misturados pela máquina na dieta. A máquina ainda apresentará as opções de esquentar e esfriar os alimentos, nada muito diferente do que já conhecemos.

Para variar, mais uma profissão que perde espaço, o personal food. A profissão não vai acabar, naturalmente, mas será desvalorizada, como aconteceu com o tradutor e professores de línguas, depois que os buscadores iniciaram suas traduções on line.

By Jânio

fevereiro 13, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 7 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: