Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

CNI/Ibope: 70% desaprovam governo de Michel Temer e 5% aprovam

protestas de artistas

Fuera Temer!

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

O governo do presidente Michel Temer foi considerado ruim ou péssimo por 70% da população, de acordo com a pesquisa CNI/Ibope. Já 5% consideram ótimo ou bom, 21% regular e 3% não sabem ou não responderam. O levantamento foi divulgado hoje (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A pesquisa CNI-Ibope do segundo trimestre de 2017 foi realizada entre 13 e 16 de julho, com 2 mil pessoas em 125 municípios e revela a avaliação dos brasileiros sobre o desempenho do governo federal. No último levantamento, divulgado em março, 10% dos entrevistados avaliaram o governo como ótimo ou bom, 31% como regular, 55% como ruim ou péssimo e 4% não souberam ou não responderam.

A margem de erro da pesquisa é de 2% e o nível de confiança utilizado é de 95%.

A popularidade do presidente Michel Temer caiu a seu nível mais baixo. Segundo a CNI, o nível de pessoas que avaliam o governo como ótimo ou bom é o pior desde o final do governo de José Sarney, em julho de 1989, que foi de 7%. “Dentro da margem de erro é tão pior quanto Sarney”, disse o gerente executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca. “Em termos de ruim ou péssimo, está igual a avaliação da presidente Dilma próximo do impeachment, 70%”, disse.

Segundo a pesquisa CNI-Ibope, o percentual dos entrevistados que confiam em Temer caiu de 17%, em março, para 10%, em julho. Já 87% não confiam no presidente; na última avaliação, esse percentual era de 79%. O nível de pessoas que desaprova a maneira do presidente Temer governar também subiu de 73% para 83%. Entre os que aprovam a maneira de governar, eram 20% em março, agora são apenas 11%.

Para Fonseca, a crise econômica teve um peso muito forte na avaliação ruim do presidente, aliada à intensificação da crise política após a delação premiada dos executivos da JBS. “O desemprego continua elevado e, por mais que a inflação esteja caindo, as pessoas não percebem a queda nos preços, porque com inflação menor, os preços continuam subindo, só que menos”, ressaltou.

“A popularidade já era baixa em razão da crise econômica, mas tinha grande parte da população acreditando na retomada, na continuidade das reformas e que a solução estaria próxima. Na medida que a crise política se intensifica, você começa a gerar dúvidas nessas soluções e isso fez com que a popularidade caísse esse montante”, disse o gerente executivo da CNI.

Áreas de atuação

A queda na provação do governo Temer alcança todas as nove áreas de atuação avaliadas na pesquisa. A área com pior avaliação é impostos, com 87% de desaprovação e 9% de aprovação. “Cabe ressaltar que a pesquisa foi realizada antes do aumento no PIS-Cofins sobre combustíveis”, informou a CNI.

A saúde foi a segunda área pior avaliada com 85% de desaprovação e 13% de aprovação. Taxa de juros conta com 84% de desaprovação e 11% de aprovação. Segurança pública e combate ao desemprego também registraram percentuais de desaprovação superiores a 80%.

Perspectiva

As perspectivas para o tempo restante do governo também não são positivas, segundo a CNI. Para 65% dos entrevistados, o restante do governo será ruim ou péssimo, para 22% será regular e para 9% será ótimo ou bom.

Para 52% dos entrevistados, o governo Temer está sendo pior que o governo da presidente Dilma Rousseff. Em março, esse índice era de 41%. Já 11% acham que o governo Temer está sendo melhor e 35% consideram igual ao governo Dilma.

Para Fonseca, a recuperação econômica pode ajudar a aumentar a popularidade. “Ontem teve a redução de juros novamente pelo Banco Central e a economia vai começar a responder a esses juros menores. À medida que a população perceber efetivamente, ou seja, que o emprego voltar a crescer e que a rende deixar de ser reduzida pela inflação, vai começar a mudar os índices de popularidade do governo”, disse.

A pesquisa completa está disponível no site da CNI.

Edição: Maria Claudia
Agência Brasil
Anúncios

julho 27, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Primeira prévia para as eleições 2.018

Lula para presidente

Eleições 2.018

Depois de ler sobre as pesquisas do IBOPE para as eleições de 2.018, sabendo que temos uma eleição esse ano, cheguei a conclusão que muito burguês poderá ter um infarto até lá. Essa conclusão tem um motivo, o desespero da mídia para destruir o PT e sua base aliada.

Muita gente nem sabe que vai ter Olimpíadas esse ano, quem sabia já se esqueceu, já que os jornais viraram um diário da Lava a Jato.

Depois de criar um carnaval em torno supostos apartamento e chacrinha de Lula, chegou-se a conclusão que mesmo que isso fosse verdade não seria suficiente para derrubar o seu prestígio no Brasil e exterior, resultado: começaram a fazer pesquisas para saber se a manipulação está dando resultado.

De acordo com os números do IBOPE que ninguém sabe onde está sendo feito e nem qual é o seu objetivo obscuro, que falta faz a GFK, Lula tem a maior rejeição, mas ainda é o segundo na intenção de votos. Além disso, as duas relações abaixo não batem.

também há uma falha grave nessa lista, a falta de outros candidatos com intenção de entrar na disputa, como é o caso do vice-presidente Michel Temer, já que o PMDB já anunciou que quer entrar na disputa.

Na minha opinião essa pesquisa estava interessada principalmente em saber como está o prestígio de Lula, mas ainda se esqueceram de avaliar os fatores externos. Por exemplo: Ao entregar a presidência para Lula, FHC sabia que nenhum outro candidato teria o aval da China para conseguir novos empréstimos junto aos bancos internacionais; o salário que chegara a 100 dólares, foi cortado e voltou aos 60 dólares, valor que estava no início do mandato de FHC; a taxa de juros ultrapassara os 26% e o dólar ultrapassava os 3,80; os especuladores aproveitando-se da fragilidade das reservas do governo, transformaram a bolsa na maior ferramenta de especulação da história do país. O apoio ou imparcialidade dos países importantes como a China terão forte impacto no resultado das eleições.

A situação não está tão alarmante nesse momento, exceto pelo dólar e pela recessão provocada pelo medo dos bancos, magnatas e dos próprios políticos que evitam  fazer suas negociatas enquanto a polícia federal está revirando as contas públicas e áreas econômica e financeira.

Por outro lado, nenhum partido de personalidade deverá ficar fora dessa disputa, aproveitando-se da fragilidade do bipartidarismo. É o caso do PSB e PSOL, por exemplo.

Finalizando, como diria a Carly Simon:

I know nothing stays the same
Eu sei que nada continua continua o mesmo (para sempre)

But if you’re willing to play the game
Mas se você estiver querendo jogar o jogo

It’s coming around again
Está chegando perto de novo

So don’t mind if I fall apart
Então não se preocupe se eu cair em pedaços

There’s more room in a broken heart
Há mais espaço em um coração partido
Rejeição:

Lula (PT) 61%

José Serra (PSDB) 52%

Geraldo Alckmin (PSDB) 47%

Ciro Gomes (PDT) 45%

Aécio Neves (PSDB) 44%

Marina Silva (REDE) 42%

Quem votaria:

Alckmim – 23% votariam + 7% talvez

Lula – 19% votariam + 14% talvez

Marina Silva – 15% votariam + 28% talvez

Aécio – 15% votariam + 25% talvez

Serra – 8% votariam + 24% talvez

Sobre as eleições desse ano ainda não sabemos nada, mas continuamos desinformando rsrsrsr.

By Jânio

Lula quer voltar a presidência

março 1, 2016 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Os portais mais acessados do Brasil.

Portais mais acessados do Brasil

O resultado da pesquisa do Ibope para internet, apresentou dados interessantes.

A Google, como era de se esperar, segue líder, no Brasil, com o MSN na logo atrás.

O UOL está isolado em terceiro, com uma briga acirrada, logo abaixo, Ig, Terra, Globo e Yahoo. Lembramos que, recentemente, a Ig adquiriu a Ibest.

A veterana Abril está em oitavo, Mundo Oi em nono.

Muita gente acha que o Portal R7 está muito mal, em décimo segundo, pelo alto investimento, outros afirmam que está muito bem, por ser um portal ainda novo.

A América On Line fecha a lista em décimo terceiro.

Na segunda lista elaborada pelo instituto, considerando-se apenas os sites de notícias, surpresa: Os sites brasileiros dominam, a AOL aparece apenas em sétimo lugar.

Veja o resultado da pesquisa:

1º) Google 33,6 milhões de uniques visitors/mês
2º) MSN 32,0 mi
3º) UOL 26,8 mi
4º) IG 23,2 mi
5º) Terra 22,1 mi
6º) Globo 21,7 mi
7º) Yahoo! 21,5 mi
8º) Abril 13,4 mi
9º) Mundo Oi 9,55 mi
10º) Fox Media 5,54 mi
11º) Ask Search 5,35 mi
12º) R7 4,54 mi
13º) AOL 4,38 mi

Portais de Notícias

1º) UOL 26,8 mi
2º) IG 23,2 mi
3º) Terra 22,1 mi
4º) Globo 21,7 mi
5º) Abril 13,4 mi
6º) R7 4,54 mi
7º) AOL 4,38 mi

novembro 27, 2009 Posted by | internet | , , , , , , , , | 12 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: