Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Para que servem os pelos

protegendo o corpo

Funções dos Pelos

Algumas partes do corpo humano intrigam qualquer pessoa que esteja em busca de repostas, isso ocorre porque nem sempre as ciências tem interesse em tais pesquisas. Esse é o caso das funções do pelo.

Apesar de nem sempre serem tão visíveis, os pelos sempre estão lá, no lugar de onde nunca deveriam sair. Como muita gente depila o corpo, surgiu uma questão, com a presença de biólogos, naturalmente – A depilação pode comprometer a saúde?

Talvez as ciências não tivessem uma resposta à altura, ou talvez tenham respostas insatisfatórias, de certo, o que eu sei é que o biólogo preferiu a minha resposta na prática.

Uma bióloga até arriscou a lembrar da importância dos pelos para aquecer o corpo, naturalmente, eu achei muito simplória essa função, eu vejo uma função para os pelos, muito mais sofisticada.

Se fosse para um gato, cachorro ou qualquer outra espécie de animal que possua pelos por todo o corpo, eu até acharia suficiente a observação da biólaga, ela inclusive me ajudou a descobrir que a minha gata estava doente.

Quando ela disse que cachorros e gatos não sentem frio, eu fiquei pensando no porquê de minha gatinha tremer tanto, não demorou muito para eu concluir que aquela gata só podia estar com alguma doença.

…mas eu continuava insistindo em uma função mais importante para os pelos. Lembrei para um biólogo o fato do couro cabeludo apresentar alergias, quando não cuidado.

Eu sempre vi a alergia como uma forma de sensibilidade, uma reação do corpo a elementos estranhos.

Quando uma pessoa alérgica, sensível, encontra-se num ambiente empoeirado ou úmido, a tendência é que ela comece a espirrar.

Não é exagero exclamar saúde, quando uma pessoa espirra, de certa forma seu organismo está identificando elementos nocivos, está se protegendo.

Dentro do nariz, há pelos capazes de detectar um grão de pó milhares de vezes menor do que seríamos capazes de sentir em outras partes do corpo. Por isso eu considero o pelo do nariz uma espécie de antena, um radar biológico quase infalível.

Quando espirramos, livramo-nos de impurezas, poeira e micro-organismos que se proliferam entre eles. Quando esses micro-organismos conseguem passar pela primeira barreira, encontrando-se dentro de nosso corpo, os espirros continuam.

Se os espirros continuam, mesmo quando os micro-organismos se encontram no interior do corpo, isso significa que os pelos tem a função de aumentar o tato somente fora do corpo. Dentro do corpo, os pelos não são necessários, devido a sensibilidade natural no interior de nosso corpo, além de outras formas de defesas.

Os espirros podem significar o início de uma gripe, mas também podem significar o fim dela. Grande parte dos medicamentos são desenvolvidos a partir de conhecimentos de nossa fisiologia.

E no resto do corpo, a barba no homem significa que ele está mais protegido que a mulher?

Talvez não, mas a mulher tem muito mais cuidado com a pele, no rosto, que a maioria dos homens, principalmente aqueles que trabalham em ambiente de pouca higiene.

O fato da cabeça ser coberta por cabelos e o cérebro ser protegido por uma espécie de armadura óssea, não deve ser apenas coincidência. Dizer que Deus fez o homem, nesse caso, também não é uma expressão exagerada.

Segundo a ciência, os pelos surgem, naturalmente, em regiões estratégicas, com a função de proteger e/ou preservar a espécie. Em todos os casos, os pelos detectam elementos estranhos.

É certo que algumas pessoas necessitam mais da proteção dos pelos, enquanto outras necessitam menos, talvez, por esse motivo, a depilação não tenha acarretado grandes problemas, até porque quem depila, normalmente tem um estilo de vida bem mais higiênco e feminino. Não trabalha sob o sol, não se expõe tanto.

By Jânio

Anúncios

agosto 19, 2011 Posted by | Ciências | , , , , , , , | 13 Comentários

Fazer cocô é bom para a saúde.

fazendo xixi

fazendo xixi

Na infância, adolescência e, algumas vezes, na fase adulta, as pessoas se vêem em situações constrangedoras, molhando as calças ou se ‘borrando” mesmo. Traduzindo as vezes fazem xixi ou cocô, criando uma situação nunca vista nem nos piores pesadelos.

Evidentemente, vivendo em uma sociedade hipócrita, como nós vivemos, o constrangimento que era grande, pode se tornar maior ainda.

Por falta de conhecimento, ou ignorância mesmo, quando a pessoa ridiculariza a outra de propósito, se esquece que nem sempre as coisas são o que parece.

Há problemas de saúde que levam uma pessoa a fazer xixi demais, assim como há situações em que a pessoa faz cocô se controle, traduzindo: Intestino solto (ou diarreia), Incontinência urinária.

Na hora do constrangimento, a pessoa se vê num filme de pastelão, pagando o preço de viver num mundo de aparências, onde ninguém admite que já passou por isso. O preconceito chega a provocar traumas e tragédias.

Uma pessoa em fase adolescente poderia até chegar as vias de fato, numa situação dessas, sem falar que perderia todos os amigos, tendo que aguentar sermões de professores mal formados e pais mal educados.

Alguns especialistas afirmam que o intestino solto e a incontinência urinária, só para citar dois processos fisiológicos do ser humano, são totalmente benignos, ou seja, uma diarreia ou uma mijadinha na roupa é constrangedor, mas não há nada de errado nisso.

Nessas horas, é preciso muita calma, para controlar a situação, naturalmente, já que não há nada de errado com você.

Procure o banheiro mais próximo, peça ajuda, e, o mais importante, livre-se das roupas imediatamente. A partir daí, comece a pensar em como entrar em contato com os amigos, os verdadeiros, e a família, para te trazer roupas limpas.

Na parte da saúde vai bem obrigado, afinal esse é um problema benigno, ou seja, o exagero no cocô e no xixi, não tem nada de mais, é um problema benigno. Segundo especialistas, você não deve, jamais segurar o cocô ou o xixi, se der vontade, mande para fora, sem preocupar-se.

Problemas benignos de saúde, são fenômenos muito comuns, infelizmente, pouco conhecidos pela ciência, como são os casos das alergias, por exemplo, onde constituem uma manifestação natural de defesa do organismo, sem nenhuma causa aparente, deixando os médicos totalmente surpresos.

O câncer é um caso em que, quando benigno, não tem causa aparente, quando maligno é resultado de acidentes, traumatismos, infecções ou evolução de outros quadros clínicos.

Modestamente, chego até a imaginar o câncer benigno como um caso de processo alérgico, onde o corpo se manifesta de maneira defensiva causando o tumor, mas eu não sou médico heheheheh.

Portanto, faça cocô quando tiver vontade; faça xixi, quando tiver vontade. Mesmo que seja adolescente, não se acanhe, o pior seria se você não tivesse vontade de fazer xixi ou cocô, aí seria um problema maligno e o médico teria que…

È melhor deixar essa história para outro post.

By Jânio.

setembro 30, 2009 Posted by | Saúde | , , , , , , , | 9 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: