Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Filmografia de David Cronenberg

diretor canadense

Cinema Fantástico

Aqui no Brasil, o termo fantástico não é bem assimilado pela nossa cultura. Fantástico é um gênero que sempre fez muito sucesso, principalmente na década de setenta do século vinte.

Através do gênero fantástico, os autores sempre tiveram mais liberdade criação, já que o fantástico mistura vários outros subgêneros deste.

A ficção sempre foi um dos meus gêneros favoritos, mas quando esbarra no Terror, encontra um certa resistência, já que terror é um pouco mais “hardcore”. Além disso, a paranormalidade pode ser ficção para uns, mas realidade para outros.

Um dos melhores autores de cinema fantástico do mundo, sem dúvida, foi David Cronemberg, autor canadense, ex-estudante de medicina, inconformado com a forma como o corpo envelhece, para o espanto da mente, como ele próprio dizia.

O primeiro filme que eu assisti dele, foi Scanners – Sua Mente Pode Destruir, um filme que revolucionou a ficção cientifica e que marcaria o início de uma ficção muito mais nojenta e aterradora.

Mas esse não foi o primeiro e nem o segundo filme de Cronenberg, ele já tinha uma longa história antes disso. Ele tinha orgulho de dizer que a TV a cabo começou no Canadá e que os EUA apenas tinham desenvolvido os melhores sistemas.

Seu nome se consagrou com “A Mosca”, refilmagem do filme perturbador “A Mosca da Cabeça Branca”, onde um homem falha num projeto de teletransporte, trocando de cabeça com uma mosca – Ou seria de corpo? – isso pouco importa, diante do drama aterrador que o personagem passa a viver.

David Cranenberg aproveitou a ideia original e mudou completamente o rumo da história, fundindo o cientista com a mosca, resultanto num espetáculo de horror só para quem tem estômago forte.

Nasceu em Toronto, em 1.943, em Toronto, Canadá, província de Ontário.

De origem judia, judeus da Lituânia, seu pai era escritor e jornalista, Milton Cronenberg, sua mãe, Esther Sumberg, era pianista.

Ainda na comunidade hebraica de Toronto, conheceu outro diretor que se tornaria famoso, Ivan Reitman, que seria um de seus produtores.

Associado a Reitman, iniciou com filmes experimentais, Stéreo, em branco e preto, Crimes of the Future, colorido, conseguindo apoio do governo canadense. Foi um dos primeiros diretores a criar polêmica, ao escalar um atriz pornô, Marilyn Chambers, papel que deveria ser da desconhecida Sissy Sapacek, que mais tarde faria Carrie a Estranha.

David Cronenberg trabalhou quase um ano no roteiro de Total Recall, abandonando o projeto depois de discutir com os produtores.  

Assim como alguns outros diretores famosos, Cronenberg apareceu como ator em filmes de amigos, como em Into the Night, de John Landis, To Die For, do diretor Gus Van Sant. Apareceu em seus próprios filems, Shivers e The Fly, onde era ginecologista.

Lista de Filmes:

Transfer – 1.966 – curta-metragem

From the Drain – 1.967 – curta-metragem

Stereo – 1967

Crimes of the Future – 1.970

Tourettes – 1.971 – para a TV

Secret Weapons – 1.972 – para o seriado Programme X

The Victm – 1.975 – Peep Show da CBC TV

The Sie Chair – 1.975 – Peep Show

Shivers – Calafrios – They Came from Within – 1.975

The Italian Machine – Teleplay – CBC TV – 1.976

Rabid – 1.977

Fast company – 1.979

The Brood – Os filhos do Medo – 1.979

Scanners – Sua Mente Pode Destruir – 1.981

Videodrome – A Síndrome do Vídeo – 1.983

The Dead Zone – A hora da Zona Morta – 1.983

Into the Night – como ator – 1.985

The Fly – A Mosca – 1.986

Dead Ringers – Gemeos – 1.988

Naked Lunch – 1.991

Nightbreed – como ator – 1.990

M. Buterfly – 1.993

To Die For – como ator – 1.995

Crash – 1.996

Last Night – como ator – 1.998

Resurrection – como ator – 1.999

eXistenZ – 1.999

Camera – episódio de Short 6 – 2.001

Jason X – como ator – 2.001

Spider – 2.002

A History of Violence – 2.005

At the Suicide of the Last Jew in the World in The Last Cinema in the World – 2.007

Eastern Promises – 2.007

A Dangerous Method – 2.011

Cosmopolis – 2.012

Fonte: Wikipedia

Texto: By Jânio

Filmografia-de-john-badhan

Filmografia de James cameron

Filmografia de Jim Abrahams

Top loiras do cinema

filmes de clonagem

Filhas de celebridades

julho 9, 2013 Posted by | Cinema | , , , , , | Deixe um comentário

Filmografia de John Badhan

Filmes John Badhan

Trovão Azul

John MacDonald Badham – Diretor de cinema americano nascido na Inglaterra, em 25 de agosto de 1.939.

Badhan é conhecido por vários filmes famosos, mas começou na TV e voltou para a TV nos últimos anos. Seu filme mais polêmico foi de quem é a vida afinal, onde discute a eutanásia.

Badhan é filho de uma Atriz e de um general das forças armadas, Henry Lee Badhan Jr., piloto das primeira e segunda guerras mundiais.

01 – Saturday Night Fever (1977) – John Travolta

02 – Dracula (1979) – Laurence Olivier

03 – Blue Thunder (1983) – Trovão azul deu origem a série

04 – Whose Life Is It Anyway? (1981) – De quem é a vida afinal – Richard Dreyfuss

05 – Blue Thunder (1983) – Trovão azul deu origem a série

06 – WarGames (1983) – Jogos de Guerra – Matthew Broderick

07 – Short Circuit (1986) – O incrível robô – Ally Sheedy e Steve Guttenberg

08 – Tocaia (1.987) – Richard Dreyfuss

09 – Point of No Return (1993) A Assassina – Bridget Fonda e Gabriel Byrne

Fonte: Wikipedia

Filmografia de James cameron

Filmografia de Jim Abrahams

Top loiras do cinema

filmes de clonagem

Filhas de celebridades

junho 8, 2013 Posted by | Cinema | , , , , , , | 2 Comentários

Diretor de Top Gun comete suicídio

diretor de cinema

Sem Sentido

Alguns sites de fofoca já falam que Tony estaria com câncer e por isso ele teria se atirado de uma ponte. Seu irmão Ridley Scott, diretor de “Allien – O Oitavo Passageiro” e “Blade Runner”, suspendeu as filmagens de sua última produção, ao saber da morte do irmão.

Mortes por suicídio nunca deixam uma lição de vida, deixam mais perguntas que respostas.

O perfil de um suicida, na hora da morte, será sempre de alguém em profundos conflitos, dores físicas e espirituais. O medo da família, naturalmente, é que esse comportamento possa afetar o resto do grupo.

Apesar de ser um bom filme, Top Gun não é o meu favorito, entretanto, Tony Scott era sem dúvida um grande diretor.

O meu filme favorito foi “Fome de Viver”, com três grandes nomes pops em interpretações impecáveis: David Bowie, Susan Sarandon e Catherine Deneuve.

Eu também gostei muito da temática de “Inimigo do Estado”, com Will Smith e, para quem gosta de filmes de ação e suspense, vale a pena conferir.

Filmografia do diretor:

2010 – Incontrolável

2009 – O Sequestro do Mêtro 123

2006 – Déjà Vu (filme)

2005 – Domino

2004 – Chamas da Vingança

2001 – Jogo de Espiões

1998 – Inimigo do Estado

1996 – Estranha Obsessão

1995 – Maré Vermelha

1993 – Amor à Queima-Roupa

1991 – O Último Boy Scout

1990 – Dias de Trovão

1990 – Vingança

1987 – Um Tira da Pesada II

1986 – Top Gun – Ases Indomáveis

1983 – Fome de Viver

1971 – One of the Missing

1969 – Loving Memory

By Jânio

agosto 21, 2012 Posted by | Cinema | , , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: