Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Hieróglifo – A primeira forma de escrita.

forma antiga de escrita

forma antiga de escrita

A escrita é um dos elementos culturais mais fascinantes da história, através dela é possível desvendar os muito mistérios existentes no passado. A própria escrita tem sua história, ligada a fatos e acontecimentos do passado.

O hieróglifo, ou hieroglifo, é considerado a forma mais antiga de escrita, seu surgimento data por volta de 3.500 anos antes de Cristo, o último vestígio data de 394 anos antes de Cristo.

O que se sabe, é que esta forma de escrita durou mais de 3.000 anos, ajudando enormemente aos estudiosos da cultura, entender o que aconteceu no passado.

A cultura egípcia e a cultura maia são dois bons exemplos de povos que  só podem ser melhor estudados através dessas escritas.

Essas civilizações foram vítimas de conquistas e perseguições religiosas, tudo o que estava escrito foi destruído, restando poucos vestígios  dessa forma de escrita.

Um dos motivos da destruição, é que o hieróglifo, do grego hierós (sagrado) e glyphein (escrita), estava diretamente ligado a religião, seus símbolos são encontrados, principalmente. em templos e túmulos, e é graças a eles que se pode ter uma melhor visão a respeito deles.

A princípio, sempre se achou que cada hieróglifo fosse uma palavra, ou seja, simbolo de alguma coisa, completamente diferente de nossa língua, formada de fonemas.

Soldados de Napoleão encontraram a famosa Pedra de Roseta, um texto egípcio escrito em grego, demótico (uma evolução do hieroglifo) e hieróglifo, graças a este texto, foi possível a constatação de que o hieróglifo representava fonemas, letras, e não palavras, como se supunha. Isso foi possível graças a comparação dos três textos.

O que parecia bastante óbvio, devido a evolução da escrita, demorou anos e anos para que pudesse ser comprovado.

O hieróglifo, antes usado apenas por escribas, sacerdotes e realeza, a partir do império romano, berço da civilização, começou a desaparecer. Isso aconteceu devido a escrita ter mais de 6.900 símbolos, ser difícil para se escrever e entender, além do domínio do grego e romano, muito mais simples.

A ligação do hieroglifo com a cultura pagã, crença politeísta, foi um outro elemento importante para a decadência do hieróglifo.

O principal responsável pela tradução do hieróglifo egípcio foi o francês Jean-François Chapollion, com a ajuda definitiva da Pedra da Roseta, encontrada em 1.799 por soldados de Napoleão, na região de Roseta, Egito.

Por ficar oculta na areia, a cultura dos egípcios  foi a que mais se salvou registros, outras civilizações, como as sul americanas maias, incas e astecas, foram totalmente destruídas, suas bibliotecas foram queimadas para apagar vestígios de sua religião.

Thomas Young e Chapollion eram grandes conhecedores da língua grega, graças a isso não foi difícil se chegar a conclusão, decifrando os hieróglifos em 1822.

No século XX, com a ajuda da linguística, os estudos evoluíram enormemente, no campo dos estudos dos hieróglifos.

Leia mais: A Escrita Cuneiforme.

OBS: Clique a tecla control e a tecla mais + simultaneamente, para aumentar a imagem acima.

By Jânio.

Fonte: Wikipedia

agosto 5, 2009 Posted by | curiosidades | , , , , | 24 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: