Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

A corrupção tem problemas no coração

Políticos com problemas no coração

Difícil de Prender

A corrupção política brasileira sempre teve problemas do coração mas, ultimamente, está piorando e eu me pergunto se isso é bom ou ruim. Se o problema no coração fosse sério, eu não tenho dúvidas que seria bom, o problema é acreditar nesses políticos.

Vejam só o caso do Maluf que chorava feito criança, dizendo que iria morrer, e logo que saiu da cadeia, foi viajar para a Europa e verificar se o dinheiro continuava nos paraísos ficais. Voltou a ser eleito e não parece estar com nenhum problema que nos dê uma grande alegria.

José Roberto Arruda, a vergonha dos corruptos, apresentou complicações cardíacas já esperadas, não aguentou um mês de cadeia e já estava no pronto socorro, pior, com um laudo médico para tirá-lo da gaiola. O partido se livrou dele, para não ficar ainda mais comprometido, ironicamente, isso foi bom para ele, já que sua prisão era só um joguinho bipartidário pelo poder.

O juiz Lalau alegou problemas de saúde para se livrar da gaiola, e deu certo.

Todos os políticos presos recentemente estão comprometendo a reputação dos médicos e não vai demorar para os médicos começarem a ter problemas na justiça. Será que os médicos também deveriam ser presos? Será que eles também tem problemas cardíacos? É, porque investigados eu não tenho a menor dúvida de que deveriam ser.

Chega num ponto em que todo político precisa ter um bom médico, antes de entrar para a privada da vida pública. Antes bastava uma faculdade de direito mas, aí, a concorrência foi aumentando…

Quando a gente vê o Genoíno reclamando por causa do coração, chega a dar pena. Também, a preocupação da mídia com o coração dele é tamanha que todos acabam acreditando.

Na realidade, poucos mensaleiros foram condenados, a maioria acabou se livrando ou pegando uma pena mais leve.

O câncer de Roberto Jefferson me deixa pensando se não seria bom limitar a idade para os políticos. Hoje há uma idade mínima para ser senador ou presidente, então, deveríamos também ter uma idade máxima.

Seria bom criarmos uma lei exigindo exames dos candidatos nas eleições, para evitar que tenhamos pessoas blindadas por doenças, ou pior, falsas doenças, para se livrar da justiça.

By Jânio

Unanimidade política

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas – A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira – culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana

 

novembro 23, 2013 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Lista de envolvidos na máfia do asfalto

Comentário: By Jânio

lista da máfia do asfalto

Máfia do Asfalto

O Ministério Público encontrou a contabilidade secreta da Máfia do Asfalto, organização que teria se infiltrado em pelo menos 78 municípios da região noroeste do Estado de São Paulo para fraudar licitações com recursos de emendas parlamentares. Em um pen drive apreendido na residência do contador Ilso Donizete Dominical foi identificada planilha com nomes de políticos – a maioria do PT -, datas e valores supostamente repassados a eles em 2011. O montante atinge R$ 3,048 milhões.

Lobista. Dezenas de correspondências foram apreendidas na casa do lobista Osvaldo Ferreira Filho, o Osvaldin, que foi assessor na Assembleia Legislativa e na Câmara do deputado Edson Aparecido (PSDB), atual secretário-chefe da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin. “Conversas telefônicas mantidas mais recentemente por Osvaldo, captadas pela Polícia Federal, revelam que ele também faz pagamentos de propinas para o grupo”, diz a denúncia.

Outra ação aponta especificamente contratos firmados pelo Grupo Demop com a Prefeitura de Parisi, pequeno município com menos de 3 mil habitantes na região de Votuporanga. O ex-prefeito de Parisi, Ivair Gonçalves dos Santos, é réu na ação.

Barbieri, deputado estadual pelo PTB. Em 2011 ele afirmou que entre 25% e 30% dos deputados paulistas vendem emendas.

Abaixo, os acusados por improbidade na ação do Ministério Público Estadual:

1. IVAIR GONÇALVES DOS SANTOS, ex-prefeito de Parisi

2. EDSON JOSÉ ADAMI, servidor público municipal

3. ANTÔNIO CARLOS BENTO, servidor público municipal

4. OLÍVIO SCAMATTI, empresário

5. EDSON SCAMATTI, empresário

6. PEDRO SCAMATTI FILHO, empresário

7. DORIVAL REMEDI SCAMATTI, empresário

8. MAURO ANDRE SCAMATTI, empresário

9. LUIZ CARLOS SELLER, empresário

10. MARIA AUGUSTA SELLER SCAMATTI, empresária

11. GUILHERME PANSANI DO LIVRAMENTO, empresário

12. VALDIR MIOTTO, empresário

13. MARIA DA DORES PIOVESAN MIOTTO, empresário

14. CARLOS GILBERTO ZANATA, empresário

15. EDSON CÉSAR DE SOUZA, gerente administrativo

16. CIRO SPADACIO, empresário

17. JOÃO CARLOS ALVES MACHADO, empresário

18. JOÃO BATISTA ZOCARATTO JÚNIOR, empresário

19. CIRO SPADACIO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA.

20. ULTRAPAV ENGENHARIA DE PAVIMENTOS LTDA.

21. DEMOP PARTICIPAÇÕES LTDA.

22. SCAMATTI & SELLER INFRA-ESTRUTURA LTDA

23. MIRAPAV – MIRASSOL PAVIMENTAÇÃO LTDA.

24. CONSTRUTORA PIOVESAN LTDA. (antiga PIOVESAN ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA.)

25. CBR – CONSTRUTORA BRASILEIRA LTDA.

Comentário: Os políticos corruptos são como ratos, basta que um seja preso e os outros desaparecem, o problema é passar pelo STF e STJ.

Eu costumo dizer que quem quer ficar rico não deve ser empreendedor, já que os impostos são muito altos, deve entrar para a política. Entretanto, como temos notado, há uma pequena correção que deve ser feita.

Se a Rede Globo ganhou tanto dinheiro monopolizando o mercado publicitário e informativo na época da ditadura, recentemente o Grupo Sílvio santos surpreendeu a todos ao ser revelado um escândalo de 4,5 bilhões de reais em financiamentos fraudulentos. Até a extinta Rede Manchete, atual Rede TV, viu se envolvida em interessados na sua compra. Ninguém sabia como uma empresa falida poderia interessar a tanta gente, exceto os políticos corruptos.

Resultado: Sílvio Santos ficou com as novelas e os empresários ficaram com a empresa. Se alguém pagou alguma dívida? Basta perguntar para os ex-funcionários.

Notem que estamos falando aqui apenas de monopólio da informação, o mais grosso ainda vem com as empreiteiras, que deixaram Palocci, ex homem forte do PT em maus lençóis. A forma mais rápida de roubar ainda é através dos bancos, como pode ser comprovado no escândalo do Grupo Sílvio Santos e na prisão de Daniel Dantas. Os escândalos do mensalão e de Carlinhos cachoeira demonstraram como o dinheiro fica mais difícil de ser lavado, sem a ajuda dos bancos.

Lavagem de dinheiro através das privatizações é como tirar doce de criança, digo, tirar dinheiro do BNDES, quando o dinheiro passa a circular de maneira globalizada, lavadinho.

Enquanto isso: Algum político imbecil insinua que mendigo deve ser transformado em ração para os peixes, mostrando que a burguesia está com certos desejos incontroláveis.

Fonte: Estadão

Arquivo vivo pode ser preso

Unanimidade política

Lula para governador de São Paulo

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

outubro 31, 2013 Posted by | Cinema | , , , , | 6 Comentários

Máfia do metrô

escândalo em São Paulo

Cartel do Metrô

Quando o PT chegou ao poder, os políticos de direita fizeram a festa. Logo no primeiro escândalo, mensalão, o PT viu a sua viola em cacos.

Entretanto, o PT mostrou que canta muito bem sem viola e aprendeu a roubar, além disso, aprendeu o jogo do PSDB também.

Se do lado do PT sobrou para o Palocci, por parte do PSDB, sobrou para o DEM, um partido desgastado que troca de nome após cada escândalo. O pior partido da atualidade é o PMDB, onde estão os políticos mais corruptos e intocáveis do planeta.

Depois do mensalão, Palocci, homem mais importante para Lula e Dilma, sofreu as consequências de seu nome sujo na polícia federal.

No caso do PSDB, a encrenca começou com o mensalinho do DEM, em Brasília, mas atingiu em cheio o líder do partido, Demóstenes torres, considerado o homem mais forte da oposição, depois da morte de Jefferson Peres e da saída de Arthur Virgílio do Senado.

A dificuldade de investigar a direita sempre foi muito grande, já que a direita está envolvida com o sistema corporativo, entretanto, não há nada mais perigoso que um político traído.

A esquerda não tem o costume de matar seus desafetos, e a primeira vez que essa suspeita veio a tona, foi no escândalo da máfia paulista, que culminou com a morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel. No caso da Direita, basta olhar a história dos presidentes, ou fazer uma busca no Google, para notar a quantidade de pessoas que morrem envolvidas em crimes e interesses políticos.

Pensando nisso, Durval Barbosa fez seu seguro de vida, espalhando documentos entre pessoas de sua confiança, provavelmente em troca de alguma mensalidade pela guarda desses papéis. No escândalo de Carlinhos Cachoeira, sobrou até para o PT, mas isso não evitou que um policial federal morresse num momento muito comprometedor.

PC Farias se tornou um dos mortos mais famosos da política, depois de ser preso por comprar votos de políticos, necessário para a aprovação de projetos do governo. Sem a participação da alemã Siemens, dificilmente o escândalo viria a tona.

O atual escândalo envolvendo a direita, tem a participação de uma empresa, como não poderia deixar de ser. A alemã Siemens denunciou o cartel, provavelmente porque se viu excluída das licitações.

Já se especula números acima de 400 milhões, mas isso ainda é pouco, levando-se em conta que a máfia já vinha atuando há mais de vinte anos. Essa denúncia pode aumentar as chances do PT de se tornar unanimidade em São Paulo, com prefeito, governador e presidente, além disso, alivia a pressão contra Dilma, que já começa a recuperar a popularidade.

Lembrando que o sistema bipartidário não abre espaço para nenhum outro candidato na mídia, exceto na época de eleição, quando a pessoa nem é conhecida.

O escândalo envolve não só as duas gestões mais importantes do PSDB, mas também sua história, já que Mário Covas era considerado um exemplo para os políticos do partido, mentor de Geraldo Alkmin.

Veja trechos da notícia do Estadão:

A Siemens denunciou o esquema de cartéis em sete Estados ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), na forma de um acordo de leniência – a empresa, envolvida em infração à ordem econômica, se compromete a confessar o ilícito e apresentar provas do esquema de corrupção e, em troca, se livra de ação penal.

Em discurso na Câmara Municipal paulistana, o vereador Floriano Pesaro, líder do PSDB, deu o tom: “A Siemens, que acusa o governo de São Paulo de conivência com o cartel formada por ela e por outras empresas, também tem contratos com metrôs de outros Estados. E também está sendo investigada fora de São Paulo”. O vereador foi além. “O Ministério Público Federal da Bahia, governada pelo PT, investiga irregularidades cometidas por empresas nas licitações do metrô de Salvador.”

“O PT quer usar o episódio como instrumento de perseguição política. Se houver CPI, ela terá que ser de abrangência nacional”, emendou Carlos Sampaio, líder do PSDB na Câmara.

Carimbo. “Não há dúvidas de que a testa do governador Geraldo Alckmin foi carimbada. Ele já não é mais aquele político impoluto que se apresentava ao eleitor”, disse o deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que trabalha na Câmara pela abertura de uma CPI do cartel paulista.

Fonte: Estadão

Arquivo vivo pode ser preso

Unanimidade política

Lula para governador de São Paulo

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

agosto 13, 2013 Posted by | Política | , , , , , , , , | 5 Comentários

O escândalo das escutas telefônicas

Preço da vingança

Queima_de_Arquivo

Sean Hoare, jornalista do tabloide inglês News of the World, autor das recentes denúncias das escutas telefônicas de pessoas importantes da política britânica, sabia do perigo que corria ao fazer tais denúncias. Eu daria um doce para saber o diagnóstico do médico que o tratou, sabe-se que o tal médico teria dito “você já devia estar morto”, ao ver o estado de seu fígado.

O escândalo das escutas telefônicas, na Inglaterra, lembra-nos de outros acontecimentos escandalosos, recentes ou não. A morte da Princesa Diana nunca foi totalmente esclarecido de maneira convincente, mas o mais famoso, certamente, foi o de Jack, o estripador, justamente por ter entre os maiores suspeitos, alguém da realeza.

Perto dos antigos escândalos, eu não tenho dúvidas sobre a capacidade das autoridades britânicas, em abafar o caso.

O agravante, nesse caso, é a crise. Só a crise explica como práticas centenárias possam ter causado um escândalo.

Analisando o depoimento de Sean Hoare, lembrei-me da frase de um filme infanto-juvenil famoso: “Você não faz ideia do que uma amante é capaz, quando é traída.”

É bom lembrar, aqui, da diferença básica entre prostituta(o) e vagabunda(o): Prostituta é aquela profissional que tem preço fixo; vagabunda não tem preço, mas infernizará a pessoa o resto da vida.

Sean Hoare era um jornalista do tabloide inglês News of the World, sua função era se infiltrar entre celebridades, e quando essas estivessem no auge de suas viagens psicodélicas, obter o máximo de fofocas possíveis – Lembram daquela foto do jornalista Cabrini cheirando cocaína?

Sean Hoare bebia, fumava e cheirava, mas, ao contrário do que as autoridades britânicas querem fazer parecer, não mentia. Entre suas funções, fora treinado para executar escutas telefônicas, sobrou escutas até para o ex-primeiro ministro.

Depois de uma breve carreira perigosa, Sean Hoare viu sua saúde mostrar os resultados. O problema é que o seu chefe, Andy Carlson, ex-assessor do Primeiro Ministro David Cameron, o despediu.

Sendo Andy Carlson o mesmo que o havia usado durante o tempo em que acabou com sua saúde, Sean Hoare resolveu se vingar, contando sua triste história para o New York Times. Na história, Sean conta como estava iludido, ao lado de tanta gente famosa.

Segundo ele, depois de anotar o conteúdo das escutas, as gravações eram apagadas, para que a concorrência não tomasse conhecimento.

O tabloide News of the World é só fachada, como o Banco Panamericano, para obter informações importantes. Depois de um tempo, é só fechar a empresa, ou mudar a razão social, e sua história será apagada.

O problema são as vagabundas, digo, os jornalistas que continuam vivos. Quantas pessoas serão envolvidas no caso, quantas testemunhas serão chamadas a depor, isso determinará a extensão do escândalo.

Além de ser demitido, Sean foi convocado a depor, mas não como testemunha e sim como acusado.

Por trás do tabloide News of the World, estava o magnata Rupert Murdock. Ele jura que não sabia de nada, mas a Inglaterra não é o Brasil, toda a elite acabou envolvida.

Sean Hoare apareceu morto. Teria sido assassinado? – De que isso importa, o médico disse que ele já estava morto, a culpa disso tudo foi do médico.

Pedro Color de Mello recebeu o diagnóstico médico, pior para o ex-presidente Fernando Color de Mello. O ex-presidente chegou a afirmar que o irmão estava louco, e ele estava realmente louco de raiva, não perdoou nem a própria mãe.

PC Farias era a principal peça-chave, pior para ele. Na Inglaterra não foi diferente.

Murdoch ameaçou a concorrência: Eu não sou a única pessoa má nessa história, e Sean Hoare apareceu morto.

Sean Hoare havia se transformado de testemunha em acusado – isso acontece muito no Brasil – por isso, não pensou duas vezes e descarregou sua arma, antes de morrer. Definitivamente, estamos falando da Inglaterra, PC Farias virou uma alma penada, depois de morrer.

John Yates, comissário da Scotland Yard, enrolou-se no caso, ao transformar a testemunha em acusado, enquanto a própria Scotland Yard afirmava que a morte de Sean não estava sob suspeita de assassinato.

David Cameron afirmou que confia em seu ex-assessor, Andy Carlson, afirmando ser o amigo inocente até que provem o contrário.

Lista de culpados, até agora:

01 – Tabloide News of the World

02 – Andy Carlson

03 – Rebekah Brooks

04 – Sean Hoare

05 – David Cameron

06 – Rupert Murdoch

comissário da Scotland Yard, John Yates

É, meus amigos, o morto também é culpado.

– Está ouvindo, PC Faria? – Você também é culpado.

By Jânio

julho 21, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , | 3 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: