Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

As economias que mais cresceram em duzentos anos

melhores economias

Melhores PIBs

Em tempos de crise, muito se especula sobre o futuro da economia mundial. Países imperialistas de economias fechadas ao capital externo e às populações mais carentes, como são os casos dos BRICS por exemplo, desafiam a lógica.

Pelo ponto de vista de brasileiros, estamos mais próximos de um admirável mundo novo que das previsões e especulações de especialistas.

Não se sabe como países errados, como Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul, podem apresentar economias tão fortes, apesar de não terem preocupação nenhuma com princípios básicos, como a justiça, educação, transportes, saúde e todos os setores que completam a infraestrutura básica para o bem estar social.

O que eles não sabem, é que cada um desses países imperialistas tem um ás na manga, por exemplo:

Brasil: É um país auto sustentável, poderia ser a maior potência do mundo, se não houvesse a participação de países como EUA e Inglaterra para complicar nosso desenvolvimento e apoiar governos corruptos. Além disso, temos uma herança de um sistema elitizado de quinhentos anos, o qual desenvolvemos ao máximo, negativamente falando é claro.

China: A China é o país com a maior população do mundo, qualquer ideia sobre como governar um país como esse parece pretensiosa. Para começar, eles teriam que desmembrar esse país gigantesco, mesmo assim, teriam dificuldades para governá-lo, sem a ajuda de uma ditadura.

Os japoneses dizem que a China conseguiu um desenvolvimento tecnológico muito grande, graças a espionagem e roubo de tecnologias.

Índia – Se a China teria pirateado as tecnologias de países mais desenvolvidos, a Índia tem a seu lado a língua inglesa, assim como a África do Sul, mas como explicar tecnologias tão avançadas?

África do Sul – Assim como os outros países da BRICS, a África apresenta muitos problemas sociais, mas tem ao seu lado a comunidade de língua inglesa.

Enquanto os especialistas afirmam que nada dará certo, e que países sem preocupação com o bem estar social não terão chances, os países emergentes insistem em contrariá-los. A economia cresce diabolicamente na mesma proporção que a miséria; o que os países ricos fazem com o resto do mundo, os emergentes imperialistas fazem individualmente, atacando o seu próprio povo.

O pesquisador Dani Rodrik, da Universidade de Harvard, fez uma pesquisa para saber quais países cresceram acima de 4,5%, durante pelo menos trinta anos, de acordo com o PIB. Antes da Grande Guerra Mundial, apenas três casos foram registrados.

01) Austrália (1823-1853)

02) Nova Zelândia (1840-1870)

03) Venezuela (1907-1939) – petróleo

Após a Segunda Guerra Mundial, três grupos merecem a atenção:

01) Japão do pós-guerra – Com a ajuda do plano Marshall

02) Exportadores de petróleo – Década de 70

03) Tigres asiáticos – Hong Kong, Singapura, Coréia do Sul e Taiwan.

A Rússia teve um crescimento de quase dez anos, acima de 4,5%. De 1999 a 2008, acima de 4,7%; em 2.000, a Rússia atingiu o crescimento de 10%.

A Líbia apresentou, no período de 1950 a 1980, uma taxa de crescimento d 7,4%.

De 1949 a 1980, o crescimento na Espanha foi de 4,9%.

A participação dos EUA pode ser notada na maioria desses casos, mas eu não tenho a menor dúvida que os BRICS vão crescer muito e vão (des)equilibrar boa parte da economia mundial.

Eu só espero que não Hajam conspirações e guerras, enquanto isso.

Fonte: RT

Texto: By Jânio

outubro 9, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , | Deixe um comentário

O poder dos paises emergentes

paises emergentes

Riqueza e corrupção

A previsão de que o mundo acabaria em 2.000 não aconteceu, ao invés disso, o mundo começou a virar de ponta cabeça, e o Brasil sempre está lá, ao lado dos donos da bola.

Me espanta o fato de o Brasil, com mais de 500 anos, nunca ter sido rico, pelo menos o povo,  sendo sempre um dos países mais importantes do mundo.

Segundo o Jornal El Pais, a China está preste a se tornar o maior exportador do mundo. Isso não assusta mais, todos já sabiam do potencial da China. A parceria da BRIC, Brasil, Rússia, India e China, países emergentes, está dando assustadoramente certo.

A China deverá ser o país mais rico do mundo, bem antes do que se esperava, seu perfil é bem diferente do Japão, segunda maior potência do mundo por muitos anos, a única semelhança é que são asiáticos. A China é um país com um mercado interno muito grande, portanto, sua experiência interna acaba sendo muito importante, na hora de exportar.

Vem da Índia, o novo Bill Gates, como está sento chamado Murthy, da Murth Infosys, outro empresário que prima pela experiência e paciência oriental.

A empresa iniciou atividades em 1.981, praticamente, na mesma época da Microsoft, mas foi com o surgimento dos supercomputadores baratos que a empresa resolveu aproveitar a mão de obra barata, para fazer a mesma coisa que a China estava fazendo, desenvolver tecnologia.

A grande vantagem da índia  sobre a China, foi o fato de conhecer muito bem o Inglês, língua oficial do país. Assim a importação, e desenvolvimento, de conhecimentos, baseados em tecnologias, foi muito rápido.

Enquanto a China teve que alfabetizar os chineses no inglês, e se orgulhava disso, a India, por sua vez, saia na frente nesse quesito.

Rússia e Brasil continuam com o velho problema das máfias políticas, provocadas pelo imposto alto, criando uma rede gigantesca de corrupção.

No Brasil, especificamente falando, a ética perde quase o sentido, diante de tanta criminalidade.

Analisando friamente, poderíamos ter estatísticas surpreendentes, onde os criminosos, pessoas marginalizadas, não são responsáveis nem por dez por cento dos roubos do país. E o que assusta mais ainda, é que esses roubos são legais.

Depois que a esquerda assumiu o Governo, a oposição inexiste, ou cria apenas um teatro, no pior sentido da palavra.

Essas crises mundiais, já não assustam mais os emergentes, assim como não se assustam com calamidades ou problemas sociais. Nos países da BRIC, a conta tem sempre um endereço certo, o povo.

O mundo não pode mais chorar, muito menos os pobres desses países, o que será preciso descobrir agora, é como inverter essa situação, que tenderá a ficar cada dia pior.

No Brasil, quase a metade das empresas já são informais, há um movimento, e projeto, de formalização dessas empresas, mas isso só vai funcionar com os camelôs e pessoas que vêem uma real necessidade da previdência no futuro.

No mais, todos continuarão empurrando com a barriga, sabendo da necessidade de formalização, mas adiando o máximo possível. Mesmo com essa tendência de formalização de empresas, tudo poderá voltar ao que era antes, caso a situação se agrave.

Resumindo, quem conseguir acesso e privilégios políticos, diminuindo seus impostos, ou criando outras formas menos nobre de sonegação, terão sucesso, enquanto o resto trabalhará como escravo do governo, até as forças se esvairem.

By Jânio

janeiro 11, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , | 5 Comentários

Brasil sobe seis posições de acordo com o G20.

países importantes

países importantes

De certo modo. parece que as panelinhas de países ricos está com os dias contados, ou quase.

Devido ao avanço de informações, o que torna quase impossível maracutaias, como as que víamos no passado, há ainda vários índices a serem alcançados pelos países para que se consiga, de fato, atingir status específico em determinada categoria.

A mais importante categoria, avaliada recentemente, onde o Brasil se destacou bastante, foi relacionado a resistência a crise, onde além de ser o primeiro país a ser contemplado como grau de investimento, ainda teve o fato de o país ser o primeiro a sair oficialmente dos efeitos da crise.

O fato é bom, por um lado, onde fica claro a blindagem da economia, além de algumas características da economia brasileira, onde sempre esteve em dificuldades, devido a corrupção, e sempre estará em algum tipo de crise, por outro lado, a mão-de-obra barata, exploração do trabalho infantil, situações onde toda a família trabalha, sem nenhum tipo vantagem por isso.

O Brasil também está em relativa estabilidade, quando o assunto é o IDH, qualidade de vida.

De um modo geral, há muitos índices, como risco de investimento,  e outros, as maiores economias atraem países do mundo inteiro, com interesses estratégicos, para o presente ou futuro. Por causa desse interesse, desses vários índices, os diferentes perfis culturais, finalmente o mundo esta perdendo as fronteiras, se globalizando e obrigando os países a se ajustar aos novos tempos, sob o risco de ficar totalmente isolado do resto do mundo.

Recentemente, surgiram boatos de que o G8 está definitivamente terminado, o antigo G7 formado pelas maiores potências mais a Rússia, por interesses, influências de grandes corporações multinacionais, forçou as grandes potências a consolidar definitivamente o G20.

Nitidamente oportuna, a decisão foi além dos oito países, mais a BRIC, países em desenvolvimento que ha´muito vinham se firmando, inclusive em acordos comerciais e financeiros, contando com nomes renomados da economia mundial.

Para quem acha que há muita desigualdade no Brasil, é bom saber que o G20 abocanha praticamente 90 por cento de todas as riquezas do mundo, sobrando muito pouco para o resto do mundo. Para sobreviver, os países menores tem que se agrupar com pelo menos uma das vinte maiores potências, sob risco de ter seu território invadido por países que querem cobrir pequenos rombos de seus orçamentos, invadindo pequenos países.

Nessas invasões, as comunicações são cortadas, abandonam-se os Direitos Humanos, realizando todo tipo de experiência que seria impossível por vias convencionais.

Na última reunião do G20, o Brasil ficou na posição de número 34, enter as economias, mas por ser emergente, passou a integrar o grupo dos vinte, não por ser um dos vinte, mas por haver interesse para o futuro.

O bloco europeu também foi representado, assim, todos os membros do bloco do Euro teve um representante na reunião.

Por ser ligado a interesses, o Fórum Econômico ganhou uma versão antagônica, o Fórum Social, que mostra que nem só de dinheiro se faz o mundo, além de mostrar os perigos dessa globalização.

Entre os principais problemas, destacados pela análise do brasil, estão os impostos, como se a gente não soubesse, há um movimento do governo para formalizar os empreendedores informais, como eles estão no limite, foi necessário esquecer essa carga absurda de impostos. Evidentemente, o Governo está pensando no futuro.

Os altos impostos criam a corrupção, a sonegação, os crimes, e transformam o Brasil nessa panela de pressão que nós conhecemos, chegando ao ridículo da polícia correr dos bandidos.

A economia do Brasil tem se destacado tanto, que até um jornal português, da área de economia esta se instalando no Brasil, antes disso, a BBC era um trabalho muito conhecido por aqui, na área de jornalismo.

Essa tendência de informação, deverá aumentar, daqui para frende, ou seja, Sarney pode amordaçar a boca do Estado de São Paulo, mas fora do Brasil, as notícias correrão. Se bem que Sarney nunca foi muito bem visto lá fora, desde o calote da dívida em seu Governo.

Proibir O Estado de São Paulo de emitir sua opinião, mostra onde estão os problemas no Brasil.

Na internet, alguns serviços que são internacionais, não podem ser censurados, mas acontece de alguns blogs terem o ip bloqueados para determinadas regiões, amordaçando a boca do blogueiro. Fora isso, o Brasil continua crescendo.

Ao atingir a posição de número 34, o Brasil subiu 6 posições, em relação ao último fórum Econômico Mundial.

Artigos relacionados ao crescimento do Brasil.

https://icommercepage.wordpress.com/2009/09/26/ranking-dos-paises-com-mais-resistencia-a-crise/

https://icommercepage.wordpress.com/2009/10/08/o-idh-do-brasil-esta-crescendo/

Veja Os vinte países da lista do grupo G20.

África do Sul
Alemanha
Arábia Saudita
Argentina
Austrália
Brasil
Canadá
China
Coreia do Sul
Estados Unidos
França
Índia
Indonésia
Itália
Japão
México
Reino Unido
Rússia
Turquia
União Europeia

By Jânio

outubro 10, 2009 Posted by | Política | , , , , , , , | 4 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: