Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Pare de assistir TV

Falta Educação

Falta Educação

Não, o problema da educação em família não é novo, essa decadência tem exatamente a idade de sua principal causa, a TV.

A solução poderia ser a internet, mas a censura apareceu e, mesmo com tantas campanhas e manifestações públicas, prevaleceu.

No começo eu até pensei que fosse exagero, afinal, o que eles estavam querendo não me afetava diretamente, entretanto, a quantidade de informações disponíveis na Web, foram suficientes até para que um leigo como eu se inteirasse dos problemas que essa censura acarretava.

Apesar da internet não concentrar tanta audiência, como a TV, é o veículo de comunicação mais utilizado no mundo. A internet é pessoal, e vem daí a sua importância, na medida em que apresenta diferentes pontos de vista.

Enquanto a TV manipula e forma idiotas, a internet apresenta conteúdos e informações relevantes para sociedade. O único risco que me preocupa, é a informação pronta, maquiada e repetida, que alguns blogueiros fazem questão de publicar, sem acrescentar a sua devida opinião.

Recentemente, a própria TV produziu um programa sobre a suposta e inevitável elitização da internet. Segundo eles, esse seria um processo inevitável.

Eu devo adiantar que assim como nem todas as TVs são iguais, nem todos os sites são iguais também.

A história da TV brasileira é nojenta, criminosa, então, acredito que as redes de TVs estrangeiras também sejam. Podemos notar a tendência de direita nas principais redes de TVs mundiais, mas não são todas iguais.

As TVs de países desenvolvidos, onde há uma combinação entre distribuição de renda e IDH, são competentes. Infelizmente, isso não é muito comum, não.

Também há TVs estatais, que refletem a postura da organização política de um determinado país.

… mas as melhores TVs são as TVs mantidas por ONGs, de preferência sem a participação do Estado e, muito menos, de multinacionais e banqueiros. De fato, essas TVs não formam idiotas.

É possível notar a postura, correta ou incorreta, de uma TV ou ONG, quando essas veiculam opiniões, pontos de vistas, críticas, e participam de movimentos sociais ou antecipam crises políticas, sociais, etc., além de participarem ativamente de eventos importantes, mesmo sendo contrários ao governo e aos poderosos.

A partir de agora, se alguém reclamar de algum ato político, serviço de instituição pública, justiça, etc., a minha resposta sempre será a mesma: “Você precisa parar de assistir TV”.

Depois de assistir ao documentário “Muito além do Cidadão Kane”, depois de acompanhar ao escândalo do Panamericano, do Grupo Sílvio Santos, eu não tenho dúvidas que assistir a essas TVs, significa acomodação e quase cumplicidade com o crime organizado.

A TV é a principal ferramenta de manipulação político-social, salvo exceção, e é através dela que a máfia da corrupção está se mantendo no poder.

Uma pessoa pode assistir a um filme, documentário ou outro programa, desde que tenha opinião própria, desde que não fique o tempo todo na frente da TV. Além disso, as pessoas devem boicotar as TVs de pessoas corruptas que roubam dinheiro público, ou que estejam envolvidas com a máfia da CBF, Grupo Sílvio Santos e outros.

Não é difícil identificar a reputação de um veículo de comunicação, basta analisar a sua percepção para fatos, crimes e líderes políticos, além dos crimes cometidos por empresas ligadas ao governo.

Eu tenho uma certa simpatia pela RT-TV, uma de minhas principais fontes de informação, e pela BBC, mas isso não significa que eu não tenha senso crítico em relação a elas.

Agora estão querendo aproveitar a concentração de audiência de grandes portais para censurar e controlar as pessoas, e eu quero ver no que isso vai dar.

O Irã já pensa em criar a sua própria rede, isolada do resto do mundo. Eu tenho notado que a China também possui portais voltado apenas para a sua gigantesca população, apesar de ainda não ter se fechado totalmente para o mundo, já que isso iria contra suas estratégias comerciais.

Um possível embargo contra o Irã, poderia ser catastrófico, já que a Europa depende desse petróleo. Acontece que essa crise mundial não é gratuita e está relacionada justamente com busca pela liberdade de decisão do estado – Argentina, monetária – China, religião própria – Irã, democracia e verdade – todo o resto do mundo.

A arma da elite são os veículos de comunicação de massa, enquanto o povo só tem a internet.

Se tirarem a internet do povo, o povo ficará desarmado, mas não é isso o que interessa para eles. Isso será feito aos poucos, medindo o grau de insatisfação das pessoas, o que sempre funcionou durante milhares de anos.

Resta saber se eles terão a capacidade de nos controlar, manipular essa panela de pressão em que se transformou a sociedade, e ocultar a verdade e seus reais interesses, coisas que só poderão ser feitas com a ajuda da TV e da censura na internet.

By Jânio

Corporativismo midiático

Vendedoras de Sonhos e pesadelos

As moscas do panamericano

janeiro 3, 2013 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 4 Comentários

Todo homem é igual perante a lei

leis pobres

Sem Direitos

Esse é um tema que ficaria muito melhor na seção de piadas, mas como eu não consigo rir, melhor deixá-lo para refletir.

“Todo homem é igual perante a lei”

Até o termo já está ultrapassado. Hoje, utiliza-se mais a palavra ser humano em lugar de homem, afinal, as mulheres também foram lembradas.

Aliás, essa mania de luta de classes também não tem muito sentido. O ideal seria que todas as classes se unissem por um ideal, olhando além do próprio nariz.

Feitas as observações, vamos ao texto:

Onde está a igualdade?

Até há pouco tempo atrás, falar em lei, era falar em direito penal, apesar disso, conceitos de lei e de justiça sempre foram distintos.

Em sistemas burocratizados – todos são, mas o nosso é pior – tudo é muito confuso e isso propicia a elitização da sociedade, onde os mais pobres não tem acesso a direitos fundamentais.

Quando uma pessoa chega a um hospital, há dois procedimentos a serem tomados: Se for pobre, entra numa fila interminável que em muitos casos termina em morte; se for rico, é encaminhado para uma área privada, com direito a um acompanhante, onde a diária pode ultrapassar ao que um pobre ganha em um ano, trabalhando.

Isso dificultava a doação de órgãos que os pobres sabiam que nunca iriam ter direito. Mas essas leis também vem mudando, para que todos os pobres sejam doadores, a não ser que entrem na justiça para não doar.

Agora só falta criarem leis obrigando as pessoas a doarem sangue, o que deveria ser um dever de todos.

O transporte público não é gratuito, é pago, mas a qualidade é péssima. Pela lei deveria ser proibido, pela falta de segurança, mas isso pararia o país inteiro.

O transporte é administrado por grupos mafiosos que criam verdadeiros cartéis, cada um com sua região. Quando esses grupos não atendem a demanda, alguns aventureiros arriscam empreender na área e pagam caro por isso.

É muito fácil criar monopólios, quando se financia políticos preguiçosos e incompetentes.

Talvez a área em que os direitos fundamentais estejam mais em falta, seja na segurança, onde sociedade passou a questionar o que é melhor, chamar a polícia ou fazer a sua própria lei, através de acordos com milícias, grupos de extermínio ou porte ilegal de arma. A polícia começa a ter dificuldade para cuidar de sua própria segurança, confundindo policiais com marginais ou tendo de fugir de grupos organizados.

Na educação fica fácil notar as desigualdades, alguns cursos chegam a 100 ou 200 candidatos por vagas. Se não havia faculdades para todos, agora, as novas faculdades são de péssima qualidade, pior, não há como resolver esse problema com a ajuda da lei.

Quem passa num vestibular de faculdade a distância, passa a defender um sistema do qual nunca terá direito nenhum.

A televisão faz propaganda de pessoas que ganharam na loteria, como se isso fosse a coisa mais fácil do mundo, vendem o sonho brasileiro.

Enquanto os estrangeiros chegam para ocupar vagas de profissionais em falta no país, como a de engenheiros, brasileiros preparam suas malas para fazer intercâmbio e lavar privada no exterior. Enquanto o STF se vê em meio a um jogo político, sem saber fazer o que sempre fizeram, burocracia, o assassino de um crime anunciado é solto pelo próprio STF, o assassino da freira Dorothy Stang.

E o STF, a maior autoridade judiciária do país se questiona: “As CPIs do mensalão e Cachoeira podem manchar a nossa reputação.”

De qual reputação eles falam? O STF sempre foi político e todos nós sabemos que não há reputação na política brasileira.

By Jânio

agosto 23, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , | 2 Comentários

Personagens mais influentes da tv e cinema

Realidade Brasileira

Personagens influentes

Olhem essa listinha de celebridades abaixo, ela resulta da pesquisa de uma das revistas mais importantes relacionadas a entretenimento.

A pesquisa deveria mostrar apenas a importância dos personagens mais populares e, consequentemente, que influenciam mais o público do mundo inteiro.

O resultado da pesquisa, evidentemente, não causa espanto, nem deveria, afinal todos os personagens são muito conhecidos e estão na mídia. O que pode impressionar são os perfis desses personagens que tanto agradam as pessoas.

Analisando-os, do ponto de vista social, podemos ter a visão de uma sociedade decadente que tende a piorar na medida em que as pessoas passam comandar o mercado, impondo seus desejos.

01 – HOMER SIMPSON – Em primeiro lugar, vem o anti-social, encrenqueiro, desbocado e sem noção do Homer Simpson – eu também gosto de assistir – é claro que é bom ver sátiras da classe média-burguesa, ver a forma como as pessoas se comportam diante das situações cotidianas. O problema começa quando uma sátira desse nível é apresentado para as crianças, que vêem nessas, a melhor maneira de resolver seus problemas: Enviar o patriarca para um asilo, bater no pai, além de outras coisas que é bom nem lembrar, para as crianças é um veneno.

02 – HARRY POTTER – Olha só que bacana, a igreja Católica colocou esse bruxinho na lista das obras proibidas…e pensar que essa mesma autora afirmou sem meias palavras “Se há algum escritor no Brasil, eu desconheço”, deixando os fãs dos bons baianos Paulo Coelho e Jorge Amado desconsolados, sem falar nas dezenas de outros autores – Será que é castigo? – o Brasil é o país mais Católico do mundo, pelo menos por enquanto.

03 – BUFFY, A CAÇA-VAMPIROS – Ainda bem que não é o Angel, não é mesmo? – Essa jovem caçadora de vampiros não dá tréguas para os vampiros endemoniados que vivem na escuridão de nossa sociedade.

04 – TONY SOPRANO – Tinha que ter um mafioso na lista, afinal o mundo está cheio deles, vivemos na era das conspirações. Uma família de mafiosos é tudo o que precisamos para estruturar nossa sociedade.

05 – CORINGA, DE CAVALEIRO DAS TREVAS – Batman já é um personagem contraditório, uma forma americana de ver o mundo, onde o psicótico Coringa é somente um fruto dessa sociedade; Batman é a causa.

06 – RACHEL GREEN, DE FRIENDS – Com uma linguagem onde vale tudo para fazer rir, pelo menos esse seriado atinge o público certo.

07 – EDWARD MÃOS DE TESOURA – Conto de fadas moderno, mais uma versão de Frankenstein. Tim Burton costuma assustar, mas não nesse filme.

08 – HANNIBAL LECTER – Mais um psicopata que sente prazer em ser diferente, mostra o nível em que o cinema pode chegar. Esse é o motivo de policiais terem a mente tão distorcida, agora o cinema faz questão de presentear o público também.

08 – CARRIE BRADSHAW, DE SEX AND THE CITY – Esse seriado é o favorido das lésbicas e simpatizantes, feministas e afins. Até agora, apesar do sucesso, não chegou a tv aberta, apesar de todo o sucesso – Será que as conquistas da mulher assustam tanto assim?

10 – BOB ESPONJA – Eu já assisti esse desenho, mas confesso que não me lembro nada, o que é um mal sinal.

11. Cosmo Kramer – Seinfeld – Pode até ser famoso mas eu desconheço totalmente.

12. Fox Mulder e Dana Scully – Arquivo X – Curiosamente, depois do décimo lugar, tudo parece mais comum.

13. Jack Sparrow – Piratas do Caribe – Um anti-herói – ou seria anti-vilão? – para ninguém botar defeito. Pode ser bom ou mau, dependendo da classificação que ele receba.

14. Jeff “The Dude” Lebowski – O Grande Lebowski – Desconheço.

15. Shrek – Não me lembro de nada fora do comum não.

16. Bridget Jones – Não é tão forte assim, principalmente por não ser direcionado ao público infantil.

17. Lara Croft – personagem violento, nada que os games não tenham mostrado.

Source – Revista Entertainment Weekly

from: Audiência da TV

Texto: By Jânio

junho 3, 2010 Posted by | televisão | , , , , , , , | Deixe um comentário

Após os quinze minutos de fama

enqunto durar o sucesso

maior o sucesso, maior o tombo

Depois da morte do ET, foi difícil evitar uma revisita ao tema “decadência de celebridades”.

Acompanhei algumas das últimas entrevistas do humorista, que não era humorista, chamado ET, muitas comparações e lembranças vieram a cabeça.

Recentemente, eu cheguei a dizer: “Se a  NASA usasse atores para o seu projeto de simulação de pessoas no espaço, seria um sucesso.”

No mundo do entretenimento, as pessoas se cansaram de ver atores, o que vale agora é a realidade. As novelas estão a um passo de perderem o topo das preferências para os realities, mas não são apenas os realities que ameaçam essa hegemonia.

Por mais que as grandes redes queiram evitar, o realismo ganha muita demanda na indústria do entretenimento, apresentadores que falam palavrões, improvisam, apresentam bizarrices.

Encontrar uma forma bizarra de animar o telespectador  é sinal de boa audiência.

A quinta maior rede de televisão do Brasil, encontrou um formato certo de audiência, capaz de incomodar a concorrência. Trata-se de um programa chamado Pânico, a melhor amostra do que atrai a audiência hoje-em-dia. O programa é uma mistura de Jackass, para ver quem é mais louco, com entrevistas cheias de improvisos, onde vale tudo até humilhar o entrevistado.

Esse tipo de programa sempre encontra seus personagens famosos, mas eles não são só famosos, são reais. Quanto mais exótica a pessoa, melhor, essa fórmula não é nova, já era muito usada no Nordeste.

O personagem da vez foi ET, assim como tantas outras celebridades que ganharam o país, passando longe dos quinze minutos de fama, como Leila Lopes, que, no mínimo, já tem até uma pequena biografia no Wikipedia, ou Pixote, que apesar de não ter conseguido o tão sonhado sucesso, ganhou até uma filme em homenagem póstuma.

Pouco antes de morrer, o exótico ET, pedia encarecidamente uma chance na TV, depois de der alcançado o sucesso e ser celebridade conhecida em todo o Brasil.

Certa vez, Rodolfo, seu descobridor, depois de vê-lo pela primeira vez, não conseguia mais parar de rir. Como Rodolfo estava com relativo sucesso na tv e via no homem esquisito uma chance que esperava, aproveitou o momento que o destino oferecia a ele. Após a sua morte, Rodolfo afirmou que ET era um humorista, não ele.

Acontece que ET foi um produto dessa geração, onde, quanto menos comum melhor, isso passa a idéia de realidade. O exótico ET era essa figura que a tv buscava, figuras que dominam a tv atualmente.

Como podemos analisar, alcançar o sucesso é fácil, difícil é manter se estranho por muito tempo.

A cantora Madonna é especialista em criar visuais chocantes, capazes de chamar a atenção até de quem nem sabe quem é ela, mesmo assim, seu comportamento é considerado normal para os padrões de hoje.

Algumas pessoas conseguem lidar bem com isso, outras tem sua vida transformadas em tragédia, como foi o caso de Leila Lopez.

O pequeno humorista que talvez tenha morrido sem saber o motivo de tanto sucesso, morreu no dia 02 de fevereiro de 2.010, sem nunca ter voltado aos dias de glória.

A vida não tem um manual, fazemos o melhor que podemos, mas no fim nem sempre somos recompensados por isso. A platéia pode querer mais, pode querer sangue, tragédia, desgraça …

As vezes eles conseguem.

By Jânio

fevereiro 11, 2010 Posted by | televisão | , , , , , , , , | 7 Comentários

Decadência da justiça made in Brasil.

o povo pede justiça.

o povo pede justiça.

Um post que me chamou muito a atenção, nos últimos dias, no blog lista 10, foi a lista dos maiores problemas do Brasil. A lista trazia, ordenados, os dez maiores problemas do Brasil, segundo os leitores que votaram na enquete.

O problema da Justiça estava na lista, mas estava lá no fim da lista, podia ser pior, podia nem estar na lista.

O fato me levou a pensar se as pessoas que votaram estavam pensando em suas necessidades imediatas, não se lembraram, não se importam com a Justiça e nem dão a mínima, ou não entendem o que ela significa. Cheguei a pensar que o fato fosse passar despercebido.

Em um dos comentários, um leitor inconformado perguntou: “A corrupção política, onde está aqui? – em política ou em Justiça? – detalhe, problemas políticos estavam em terceiro plano.

Em plena temporada de concursos públicos, onde se leem e respiram leis o tempo todo, com tanta faculdade de direito pelo país, com todos os problemas ligados a injustiça a nossa volta, fico surpreso de as pessoas não se lembrarem da Justiça.

Eu assisti o filme 2001, hoje, já assisti esse filme umas dez vezes. No início do filme, mostra-se o agrupamento de homens primitivos, seguindo a velha teoria da evolução de Darwin. Se você leva mais fé na história de Adão e Eva, tudo bem, vai chegar a mesma conclusão.

O fato é que a Justiça é, e, sempre foi primordial para as relações interpessoais, muito importante dentro da estrutura da sociedade. Esquecer-se da Justiça implica em desconhecer qualquer problema de cunho constitucional.

A Justiça, sendo um princípio fundamental, está presente na educação, na política, na saúde, e, em todos oos outros direitos, típicos de seres racionais, como o transporte, lazer, alimentação, moradia, crença, etc.

Quando há uma pressão da mídia, a Justiça é escrita de forma errada por linhas retas. Todos nós sabemos que a justiça dos homens não é perfeita, não enxerga no escuro.

Um bom exemplo disso, foi um assalto a um casal, onde o casal foi agredido, e empurrado em um abismo, depois abandonado pelos bandidos que achavam que as vítimas estavam mortas.

Com a pressão da mídia, a polícia começou a fazer uso de sua política brucutu, resultado, prevendo ficar mal visto pela sua comunidade, os bandidos fizeram sua própria investigação, prenderam os marginais, ligaram para a polícia e indicaram onde os criminosos se encontravam, amarrados e com o histórico do crime.

justiça é primordial.

justiça é primordial.

Lembrou me de um filme, intitulado “O Vampiro de Dusseldorf”, onde os bandidos precisaram ajudar a polícia a resolver os crimes que ameaçavam a sua liberdade.

A coisa está tão feia que os mafiosos italianos, no Brasil, estão se sentindo injustiçados. O Brasil deixou bem claro, se a Itália não nos entrega o Cacciola, não entregamos o mafioso deles também, coisa de latino, a Inglaterra não pensou duas vezes para entregar o PC Farias.

Hoje, quando vi um assalto na tv, registrado pelas câmeras de segurança, comecei a rir para não chorar, dei graças a Deus por não acontecer comigo, como todo bom brasileiro pensa.

A quadrilha invadiu o recinto e começou a roubar os caixas eletrônicos, uma parte saiu, parecia que ia fugir; sequestrou os passageiros de um ônibus, ainda parecia que ia fugir; usou o ônibus para bloquear a rua, eu já não pensei mais nada; levou os passageiros para dentro do Banco e obrigou os passageiros a carregar os caixas.

Uma coisa ficou bem clara ali, as câmeras são para vigiar, não para prender, mas quem vai prender. A causa disso tudo são os crimes do colarinho branco, raramente presos, quando presos, soltos pelo supremo.

Todos os problemas de uma sociedade, advém da injustiça e tem um limite, infelizmente, o limite já ultrapassamos, a sociedade começa a se readaptar em pequenas máfias, infiltradas em todos os segmentos da sociedade, quando isso chegar ao limite, cria-se uma revolução a custo de muitas vidas, infelizmente, tarde demais.

Não, não devemos pensar que isso nunca vai acontecer conosco, aquelas pessoas são o povo, o povo somos nós. Se ainda não aconteceu comigo, um dia vai acontecer, pode demorar um dia, dez cem, mil, mas chega.

No Brasil, a melhor maneira de se enriquecer é driblando a lei, não é a toa que todos os bandidos do mundo, só se sentem a salvo, quando pegam um voo para o Brasil.

junho 10, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: