Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Copom eleva selic para 8%

risco brasileiro

Problema Econômico

Cobol eleva a Selic em 0,5 e contraria o bom senso, já que o PIB ficou abaixo do esperado no primeiro trimestre do ano, 0,6%, 1,2% no ano. A taxa de juros ficará em 8% até a próxima reunião do Copom.

Como essa alta não tem lógica, visto que não há risco de descontrole da inflação, concluímos que o governo esteja fazendo um jogo muito perigoso, diminuir e elevar a taxa de juros. Esse comportamento é típico de especuladores, coisa que o governo deveria combater, ao invés de se comportar igual.

Entretanto, pode ser que o governo esteja insatisfeito com sua própria ineficiência, já que a baixa nos juros deveria promover o aumento do PIB. Como o resultado do PIB foi insatisfatório, no mesmo dia o COPOM recuou em sua estratégia, mantendo o país como o pior do mundo em taxas de juros.

Eu já alertei várias vezes para esse problema do governo manter a economia no limite, fazendo com que empresários e empreendedores percam a confiança no mercado, levando o país para uma recessão.

Como os corruptos conseguiram se manter no controle do país, e eu me surpreendo como nada tenha sido feito para impedir isso, depois de tantos abaixo assinados e campanhas, a tendência agora é seguirmos com essa política cruel dos juros que tem tornado a classe média cada vez mais pobre, ao invés de atacarmos os verdadeiros problemas: corrupção -> impostos altos -> monopólios -> falta de concorrência e mais corrupção e sonegação de impostos.

A tentativa de criar um santo político na figura de Joaquim Barbosa, parece que não dará resultado também, já que o STF está ligado diretamente com a falta de justiça no Brasil. Poupar Joaquim Barbosa da reunião para por fim no conflito entre os três poderes, não ajudou em nada.

Ver Renan Calheiros, Gilmar Mendes e o presidente da câmara dos deputados se reunirem, desanima qualquer pessoa, por mais otimista que ela seja.

O governo tentou amenizar a tragédia, afirmando que a agropecuária cresceu 10% e que, portanto, havia qualidade no crescimento, mas parece que esqueceu de pagar para a mídia de massa divulgar isso, porque o crescimento da agropecuária só aumenta a ideia de incompetência do governo que afirma que o mundo não pode parar de comer.

Isso mostra como o crescimento do Brasil é importante para alimentar o mundo, entretanto, o brasileiro já está ficando sem dinheiro para o seu próprio sustento.

O IGPM ficou em 1,9%, a balança comercial segue no vermelho e a bolsa não anda muito bem das pernas.

… e o COPOM ainda aumentou os juros.

By Jânio

junho 4, 2013 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Taxa Selic cai para 8%

taxa_selic

A demora do governo em baixar a taxa Selic, sempre foi criticada pelos empresários, economistas, analistas, jornalistas e até blogueiros. A taxa Selic sempre será uma arma cruel, uma forma de blindar o governo de sua própria incompetência.

FHC abusou do taxa de juros e utilizou-a no momento mais conturbado da economia, às vésperas da vitória de Lula. A entrada de Lula prometia mudar, mas o máximo que aconteceu foi voltar ao que era.

Durante o reinado da Selic no Brasil, vários impérios foram formados e muito dinheiro foi levado para o exterior, ilicitamente ou aproveitando as brechas de nossa legislação. Naturalmente, a inflação não poderia cair, num ambiente de absoluta falta de competitividade, onde a maioria dos empresários depende de ligações com os políticos para sobreviver.

Apesar da inflação ter sido sempre considerado um monstro da economia popular, ela é um dos termômetro que regula as atividades econômicas do governo e do país em geral.

Normalmente, a única forma de baixar a inflação, seria aumentando a competividade entre as empresas, para fazer isso, o governo teria de baixar os impostos. Acontece que isso não interessava para os financiadores da política, que preferem os cartéis.

Da mesma forma que essa máfia tem preferência em monopolizar suas áreas de atividade, o governo também sempre preferiu a forma mais fácil, afinal, baixar os impostos implica em diminuir o roubo, lavagem, manipulação, etc., o que afeta toda a aristocracia. Para evitar que a economia se transformasse em um caos, com a inflação descontrolada, o governo utilizava a Selic.

Com a taxa de juros alta, havia pouco investimento, devido aos problemas que essa distorção econômica acarretava, inclusive na competividade com outros países.

A economia fraca levou o Banco Central a baixar a taxa Selic por várias vezes seguidas, mas isso não resolveu o problema da desaceleração econômica. Como a inflação também está sob controle, o governo continuará baixando os juros.

Levando-se em conta que a Selic já estava muito abaixo do que o governo esperava 8,5%, forçando inclusive uma mudança na aplicação mais popular do país, a poupança, para evitar que outros investimentos fossem atraídos pela rentabilidade maior, os cortes de 0,5% surpreendem.

Os analistas continuam apostando num novo corte na próxima reunião do Copom, já que a economia parece estagnada.

Para a macro-economia isso não é bom sinal, significa que a aristocracia já conseguiu sugar a última gota sangue que a classe média tinha, pior, todo as nossas riquezas se encontram no exterior, graças a pessoas como Sílvio Santos, Ricardo Teixeira, Rede Globo, ONGs e várias outras instituições oportunistas.

O Governo conseguiu derrubar toda a classe média, sem baixar os impostos. Isso não é nada bom, um péssimo exemplo para outros países imperialistas.

É difícil saber se os atuais 8% serão suficientes para alavancar a economia, mas o governo só se preocupa com uma coisa, a inflação.

Enquanto a desaceleração afetava mais a indústria, a desculpa era a crise mundial mas, a a partir do momento em que o comércio passou a ser afetado, foi preciso que o governo baixasse os juros, afinal, o mercado internacional tem influencia limitada num país auto sustentável.

O fato do governo não baixar os juros e continuar sendo irresponsável quanto a aplicação desses recursos, provenientes dos impostos, sempre haverá um grande risco. Isso ocorre porque toda vez que aumentar as vendas, mesmo que pouca coisa, haverá muita inflação.

A inflação é causada pela falta de concorrência, que é causada pelos impostos elevados. A taxa de juros não é a causa, é a consequência.

Enquanto isso, vale lembra a filosofia que pode ser aplicada aos políticos: “Roubar menos, mas roubar sempre”.

By Jânio

julho 14, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 1 Comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: