Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Nobody does it better – Carly Simon

nobody does it better

Carly Simon

Nobody Does It Better
Ninguém faz isso melhor

Makes me feel sad for the rest
Faz-me sentir triste pelo resto (do tempo)

Nobody does it half as good as you
Ninguém faz a metade tão bem quanto você

Baby you’re the best
Baby você é o máximo

I wasn’t looking
Eu não estava procurando

But somehow you found me
Mas, de algum modo, você me encontrou

I tried to hide from your lovelight
Eu tentei me esconder da luz do teu amor

But like heaven above me
Mas como os céus acima de mim

The spy who loved me
O espião que me amava

Is keeping all my secrets safe tonight
Está mantendo todos os meus segredos a salvo nesta noite

And nobody does it better
E ninguém faz isso melhor

Though sometimes I wish someone could
As vezes eu gostaria que alguém pudesse

Nobody does it quite the way you do
Ninguém consegue fazer isso exatamente do jeito que você faz

Why d’you have to be so good?
Por que você tem de ser tão bom?

The way that you hold me
O jeito que você me abraça

Whenever you hold me
Sempre que você me abraça

There’s some kind of magic inside you
Há algum tipo de magia dentro de você

That keeps me from running
Que me mantem (longe da ideia) de fugir

But just keep it coming
Mas só mantenha isso (a magia) vindo

How’d you learn to do the things you do
Como você aprendeu a fazer as coisas que você faz

And nobody does it better
E ninguém faz isso melhor

Makes me feel sad for the rest
Faz-me sentir triste pelo resto (das pessoas)

Nobody does it half as good as you
Ninguém faz a metade, tão bem quanto você

Baby baby darling
Baby, meu bem, querida

You’re the best
Você é a melhor

baby you’re the best
Meu bem, você é a melhor

Áudio da pronúncia 1

Áudio da pronúncia 2

Cifras e áudio

Canções de 007

novembro 9, 2012 Posted by | Música. | , , , , , , , , | 1 Comentário

As músicas do garoto Marcos Sabino

letras de músicas

Luz do amor

O menino Marcos Sabino ainda era um garoto, quando compôs seu maior sucesso Reluz.

Durante muito anos, depois dessa composição, o jovem compositor, e cantor, participou de vários festivais de música. Chegou a participar de um grupo chamado “Os Inocentes”, mais tarde de outro grupo “Antares” junto com outro até então desconhecido Zé Henrique.

Depois de quase uma década, finalmente, conseguiu gravar um disco, já em carreira solo. Com  música “Reluz”, como carro chefe, conseguiu conquistar corações e mentes, vendendo cerca de quinhentas mil cópias.

Depois do sucesso “Reluz”, ainda conseguiu emplacar outros hits, como “De qualquer maneira”, tema da novela “Pão pão, Beijo beijo”, e o balanço “Dança das Horas” na década de oitenta, mas parece que a década de oitenta já não tinha a magia de setenta, quando compôs seu maior sucesso.

Numa época em que, para fazer sucesso, era preciso algum tipo de escândalo, era de se esperar que o “inocente” Marcos Sabino saísse de cena.

Ele não foi o único, grandes compositores como Peninha, taxados de brega, apesar do reconhecido talento, ficaram fora do mercado nessa época.

Com o fim da década de oitenta, as portas se fecharam de vez. O talento deu lugar ao marketing e a música eletrônica tomou conta do mercado da música.

A chegada da internet acendeu uma luz no fim do túnel, onde os cantores que viviam de marketing e tecnologia eletrônica deram lugar aos novos talentos. Muita gente não entende que, agora, a música deve ser gratuita, o lucro virá do show.

Não é preciso mais que um violão e um bom equipamento de som, para lotar estádios. Caetano Veloso, Chico Buarque, entre outros provaram isso, mas é preciso talento.

RELUZ

Marcos Sabino

Brilha no céu de novo uma estrela
Soltando a luz que reluz seu olhar
Paira no tempo um sonho perdido
Que a gente só pensa em de novo encontrar
Solto meu grito, seu nome ao vento
E fico voando no meu pensamento
Te espero mais livre a cada manhã
Cheiro uma flor de cravo e canela
E fico curtindo da minha janela
Teu corpo suave de hortelã.

DANÇA DAS HORAS

É tudo ou nada
Agora eu sou eu mesmo
A dança das horas começou
Pelas vitrines do lado de lá do espelho
Eu sempre apareço como eu sou

Rosto iluminado
Muita troca de calor
Um coração quer cuidado e muito amor
Rosto iluminado
Muita troca de calor
Um coração quer cuidado e muito amor

Conversa fiada é volta de quem tem medo
Escolha as armas por favor
Mostre nos olhos o que você quer primeiro
É tudo ou nada pede eu dou

Rosto iluminado
Muita troca de calor
Um coração quer cuidado e muito amor
Rosto iluminado
Muita troca de calor
Um coração quer cuidado e muito amor
NA MIRA DO OLHAR

Tente conter, o calibre da tua arma;
E você deve saber, que eu não sou tão bandido;
É que as vezes me escapa o controle da alma..
É que as vezes na calma eu corro perigo..
Preciso medir, tudo aquilo que eu quero pra alvo;
Do que eu posso atingir, na mira dos seus olhos;
É que as vezes me escapa o controle da alma..
É que as vezes na calma eu corro perigo..

DE QUALQUER MANEIRA

O que eu vou cantar
é o que vem de você
e se eu chorar
Tudo bem, é você

Sabe…
a gente tem a vida inteira
sabe…
é tudo de qualquer maneira
você tem um jeito louco de gostar

O sol do teu olhar
bate dentro de mim
nada vai mudar
o que já não tem fim

Sabe…
a gente tem a vida inteira
sabe…
é tudo de qualquer maneira
você tem um jeito louco de gostar

Talvez o nosso amor entre pra história
eu rei, você rainha

E ninguém vai entender
tudo pode ser
Você e eu

Você sabe…
a gente tem a vida inteira
sabe…
é tudo de qualquer maneira
você tem um jeito louco de gostar
você tem um jeito louco de gostar de mim
você tem um jeito louco…

setembro 11, 2010 Posted by | Música. | , , , , , , , , , , , | 20 Comentários

As melhores músicas de 007 – Décadas de 90 e 2.000

canções de james bond

Músicas de 007

O eterno James Bond, ou 007, mistura de aventura e policial, pode ser visto com uma bela fórmula de se ganhar dinheiro fazendo um bom filme:

1 – Um bom argumento baseado em um bom livro;

2 – Grandes atores ou atrizes, interpretando eternos vilões ou vilãs;

3 – Cantores ou cantoras famosos interpretando grandes clássicos da música pop.

Uma produção que tenha o privilégio de chamar o ex-beatle Paul Mcartney para compor uma canção especialmente para o filme – “Live and Let Die” – é uma produção que sabe o que está fazendo, tem o controle da produção, como obter o retorno financeiro.

Para completar, precisavam de uma imagem que pudesse vender o filme, uma vendedora de sabonetes. Assim nasceram as bond-girls, as mulheres mais belas das telas do cinema; Ursula Andress foi a primeira e a melhor, assim como o primeiro ator a interpretar o personagem, Sean Connery, nunca uma atriz chegou à altura da bela e única bond-girl.

Hoje estaremos encerrando a trilogia de artigos sobre 007, com as últimas canções da série.

Desde 1.962, a série já perdeu muito a força, mas é grande o número de atores e diretores que sonham em serem imortalizados na maior série de filmes da história.

Ter uma música na série, também não é nada mal, como já vimos nas duas primeiras sequências de vídeos.

O último ator da série foi muito criticado pelos fãs, a responsabilidade é muito grande, apesar disso, quem não quer ser lembrado para sempre, não é mesmo?

com vocês a última sequência de clips by 007.

1.989 – Licence to Kill – Permissão para matar – Gladys Knight

1.995 – Golden eye – 007 contra Golden Eye – Tina Turner

1.997 – Tomorrow Never Die – O Amanhã Nunca Morre – Sheryl Crowl

1.999 – World Not Enough – o Mundo não é o Bastante – Garbage

2.002 – Die Another Day – Um Novo Dia Para Morre – Madonna

2.006 – Cassino Royale – Casino Royale – Chris Cornell

2.008 – Quantun of Solace – Quantun of Solace – Alicia Keys

Décadas de 80 e 70:

By Jânio

maio 30, 2010 Posted by | Música. | , , , , , , , , , , , | 10 Comentários

007 As melhores canções das décadas de 70 e 80

Melhores músicas

Música no Cinema

Como dissemos no artigo de ontem, 007, a série mais longa da história, tem como principal qualidade sua produção. A produção de 007 vai desde recursos técnicos, passando pela escolha cuidadosa dos atores que farão o papel principal.

A música de John Barry divide com as belas canções, ao longo de cinquenta anos, o requinte e o bom gosto do que se vê nas telas. Todos os cantores que tiveram o talento para participar de uma produção de 007, serão lembrados para sempre, nas enciclopédias e publicações especializadas em cinema.

Desde os primeiros filmes, com temas ligados à guerra fria, houve uma evolução, o tema passou pela choque da chegada da AIDs, mas a doença não chocou tanto quanto a saída dos astros famosos. Sem a guerra fria, as histórias perderam a grandiosidade de se ter um maluco comunista querendo dominar o mundo.

Inevitavelmente, as histórias passaram, de vez, para o campo da ficção, James Bond continuará tentando evitar que o mundo se acabe, mas agora não é mais culpa da União Soviética.

A única coisa que não vai mudar nunca, são as belas músicas que continuarão emocionando mais que as próprias histórias. Eu continuo achando a abertura dos filmes a melhor parte.

No artigo passado nós postamos os seguintes video clipes:

https://icommercepage.wordpress.com/2010/05/08/007-a-maior-producao-da-historia-do-cinema/

01 – Moscou contra 007 (From Rússia with love) – Canção cantada por Matt Monro.

02 – 007 contra Goldfinger (Goldfinger) – Shirley Bassey

03 – 007 contra a chantagem atômica (Thunder Ball) – Tom Jones

04 – Com 007 só se vive duas vezes (You only live twice) – Nancy Sinatra

05 – Cassino royale (Cassino Royale) – Herb Alpert and The Tijuana Brass

06 – 007 a serviço de Sua Majestade (On her Majesty Secret Service) – Louis Armstrong
07 – 007 Os diamantes são eternos (Diamonds Are Forever) – Shirley Bassey

08 – Com 007 viva e deixe morrer ( Live and let die) – Paul McCartney and The Wings

09 – 007 Contra o homem da pistola de ouro (Man With the Golden Gun) – Lulu

10 – 007 – O espião que me amava (The Spy Who Loved Me) – Carly Symon

11 – 007 Contra o foguete da morte (Moonraker) – Shirley Bassey

12 – 007 Somente para seus olhos (For Your Eyes Only) – Sheena Easton

13 – 007 contra Octopussy (Octopussy) – Rita Coollidge

14 – Nunca mais outra vez (Never Say Never Again) – Lani Hall

15 – 007 Na mira dos assassinos (A View to a Kill) – Duran Duran

16 – 007 Marcado para a morte (The Living Daylights) – A-Ha

17 – 007 Permissão para matar (Licence to Kill) – Gladys Knight

By Jânio

Músicas de 007 décadas 90 e 2000

maio 9, 2010 Posted by | Música. | , , , , , , , | 20 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: