Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Conato de incendio en el Banco de Venezuela afecta a servidores informáticos y suspende servicios

fevereiro 14, 2018 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

“Con el bitcóin se acabó la necesidad de recurrir a un banco”

novembro 14, 2017 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

Lavagem de dinheiro no HSBC da Suiça

 

lavagem de dinheiro

Escândalo HSBC

Uma investigação jornalística internacional liderada pelo jornal britânico ‘The Guardian’ revelou  esquemas de evasão fiscal e lavagem de dinheiro em  uma divisão do banco suíço, HSBC, praticado para atrair clientes ao redor do mundo.

A oferta do segundo maior banco do mundo para os mais ricos incluía pacotes de dinheiro sem registros (remetente) e em moeda exótica para um país localizado no centro da Europae também conselhos sobre como se esquivar de autoridades fiscais nacionais. Os funcionários mantinham secretamente contas de criminosos internacionais e empresários corruptos, inclusive sob investigação, ocultando seus movimentos de inspeções fiscais.

Agora os jornalistas podem listar um por um os beneficiários destes serviços exclusivos entre 2005 e 2007.

Para identificá-los, foi necessário a participação de meios de comunicação de um total de 45 países no projeto de investigação jornalística do jornal britânico .  Entre eles incluem ‘ Le Monde ‘, BBC Panorama eo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos. Eles tomaram como base os milhares de arquivos extraídos pelo técnico em informática  Herve Falciani, enquanto trabalhava com o HSBC,  entregues aos funcionários das Finanças da França.

A lista de Falciani contém 2.700 nomes de clientes reais, mas por trás de alguns não há nenhuma informação compromete dora. No entanto, o restante dos arquivos filtrados traz a luz  cerca de 30.000 contas com quase 120 bilhões  nela depositados. De acordo com a lista de Falciani, 2694 espanhóis teriam 1.8 bilhão de euros  na Suíça entre 2006 e 2007. A lista também inclui os clientes dos bancos da América Latina.

A administração do HSBC já admitiu as infrações cometidas pela sua divisão. “Reconhecemos e somos responsáveis ​​pelo que aconteceu no passado, não conseguimos controlar”, disse um comunicado emitido pelo banco. Em 1999, alega, o banco de Londres adquiriu a corporação Repúblic National Bank of New York & Republic Safra Holdings, que tinha uma filial na Suíça. Entre os anos de 2005-2007 a instituição “não havia sido totalmente integrada ao HSBC.”

O ‘ The Guardian ‘ planeja liberar toda a lista de informações sobre dinheiro dos clientes da filial Suiça, de acordo com informações dos jornalistas,  em 2.002.   ..

Enquanto isso, um membro da organização Xnet Sergio Salgado disse que o grupo de jornalistas  espera desmantelar todos os quadros internacionais de lavagem de dinheiro.

Fonte: RT-TV

Quem são os donos do mundo

Países mais endividados do mundo

Os donos da dívida americana

O Clube de Bilderberg

maio 20, 2015 Posted by | Internacional | , , | 3 Comentários

Caso Panamericano começa a feder

Quem quer dinheiro

Ex-banqueiro

É, meus amigos, aconteceu o que todo mundo temia. Começaram a revirar o estrume do caso Panamericano, e encontraram o que procuravam.

Se 2,5 bilhões já era maior que o valor real do banco, descobriu-se que o rombo é maior, são quatro bilhões. Agora já não é uma questão de desconfiança, é uma realidade.

A busca agora é pelos laranjas: Auditores processados estrategicamente por Sílvio Santos; Venda estratégica do banco pelo Grupo Sílvio Santos – E eu fiquei sem entender nada.

Vejam bem: Sílvio Santos declarou pessoalmente que estaria processando os auditores e gerentes do Panamericano, sendo os auditores da iniciativa privada. Sílvio também disse para o povo brasileiro não se preocupar, suas empresas garantiriam o financiamento – Se o empresário está falido, como poderia garantir o financiamento?

O empréstimo veio de uma instituição privada,  mas quem arcará com essa conta?

Justamente quando descobriu-se que o valor é muito maior que 2,5 bilhões, o empresário anuncia que vendeu o banco. Segundo informações da imprensa, o BTG Pactual informou que teria pago cerca de 450 milhões, para ser sócio da Caixa Econômica –

Sendo assim, o maior perdedor foi a Caixa, o governo, contribuintes que pagam imposto; quem ganhou foi o Grupo Sílvio Santos, depois de conseguir um empréstimo bilionário do fundo privado, cerca de 2.5 bilhões – ou seriam quatro? – vendeu o banco e faturou mais 450 milhões.

só uma coisa eu não entendi: Se o empresário afirmou que havia garantido o empréstimo da empresa falida, com as outras empresas; se ele não pretende vender as outras empresas, como ficaria garantido o financiamento?

Aqui, o negócio começa a “feder”, tudo não passou de estratégia para ganhar tempo. Henrique Meirelles foi irônico, quando disse que a investigação foi dentro da lei, e que não concordava com a lei – A data dos acontecimentos, 11 de setembro, foi um aviso para bom entendedor.

As declarações de Sílvio Santos não poderiam ser mais desastrosas, patéticas, cretinas.

“A única coisa que foi vendida foi o banco, As minhas empresas que estavam como garantia foram liberadas.”

“O SBT que vocês jornalistas queriam comprar não está mais à venda”.

“Dois bilhões de dívidas, quatro bilhões de lucro, isso nada mais é do que zeros, que ficam à esquerda ou à direita”

“Eu fico muito contente que não dei prejuízo para ninguém. Tenho certeza que as ações do PanAmericano vão se valorizar.”

Não é à toa que o banco faliu. Na realidade, desde o início a falência era o principal objetivo.

O problema não começou no dia onze de setembro, tudo teve início muito antes, foi muito bem planejado, com muita gente envolvida.

O empréstimo do fundo privado poderia ser feito, visto que o Grupo Sílvio Santos controlava o banco, quem arcaria com o prejuízo, na realidade seria a Caixa, caso o banco fosse vendido – Foi o que aconteceu, os desvios do dinheiro público ficam cada vez mais sofisticados.

A Petrobrás é um bom exemplo de como lavar dinheiro no exterior. Investe o dinheiro público como se esse não tivesse dono, não se incomodando, quando Hugo Chavez ou Evo Morales estatiza tudo.

Qual é o sentido de uma empresa estatal, cujo objetivo deveria ser o desenvolvimento do país, investindo fora dele? – Foi como montar uma empresa para Chaves ou Morales, com um monte de brasileiro sem saber o que aconteceu.

Se a usina de Itaipu fosse em território estrangeiro, hoje estaria estatizada para aquele país também.

A explicação dada hoje é a de que um proer privado garantirá a dívida, ou seja, os cerca 450 milhões seriam utilizados para pagar quatro bilhões de dívidas.

Fechado o negócio, o BTG Pactual assumiria essa dívida para pagá-la até o ano de 2.028 – Para quem já comprou Baú da In(felicidade), sabe como funciona isso.

Veja como começou o escândalo do Panamericano:

https://icommercepage.wordpress.com/2011/01/09/as-moscas-do-panamericano/

By Jânio

fevereiro 2, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 7 Comentários

O amigo da onça

vantagens_alternativas

Ajuda Inesperada

Há uns dois ou três anos atrás, postei a saga do “Amigo da Onça” no site icommercepage, o personagem é um dos grandes clássicos do folclore brasileiro.

Depois do último curso que eu fiz no SEBRAE, o “Amigo da Onça” me veio novamente à cabeça, por isso vou postá-lo no blog Madeinblog, dando ênfase ao tema empreendedorismo.

O período que antecede a abertura de uma empresa, é o mais importante na vida do empreendedor, é nessa fase que ele descobre que, muitas vezes, não está preparado para abrir uma empresa.

Parece frustrante imaginar que o futuro empreendedor não tem contatos na área financeira, nem sequer conversou com um gerente  de banco para apresentar o seu plano de negócios, sem o qual é impossível contar com uma instituição bancária.

Através de um gerente de banco, é possível se atualizar sobre as linhas de crédito, taxas atuais de juros, oportunidades  em que uma empresa poderá contar com essa instituição para viabilizar futuros projetos.

Fora isso, há muitas outras perguntas que vão sendo feitas, nem sempre com uma resposta satisfatória, para quem pretende se tornar um bom empresário.

Veja a história:

Reza a lenda que um homem conversava com um amigo, daqueles que não pensa para falar e fala sem pensar.

Eles estavam numa região isolada, numa floresta, e o amigo perguntou:

 – Rapaz, que lugar perigoso esse, o que você faria se aparecesse uma onça agora?

 – Eu dava um tiro nela – Respondeu, também sem pensar, o rapaz.

 – E se você não tivesse nenhuma arma? – Perguntou novamente sem pensar o amigo.

 – Que pergunta, eu correria muito. Respondeu o rapaz.

 – E se a onça corresse mais que você? – Tornou a perguntar o amigo.

 – Hum … aí eu subiria na árvore mais próxima – Respondeu, já demonstrando um ligeiro estado de impaciência.

 – E se a onça também subisse na árvore? – perguntou o amigo, já forçando a amizade.

Foi nesse momento que o rapaz se viu sem saída, sem saber o que responder  e já com a paciência esgotada, respondeu.

 – Escuta … vem cá, você é meu amigo ou é amigo da onça?

Se você tem idéia de começar um empreendimento, lembre-se que negócio não é uma aventura. O Brasil não é um país que apóia os novos microempreendedores, não oferece infraestrutura adequada e as taxas de juros são altíssimas, assim como os impostos.

Nesse caso, é bom que você tenha um amigo da onça, ou vários.

Ter bons contatos é bom, desde que nas áreas certas.

O primeiro bom contato que você deverá ter acesso, é também o que mais terá interesse no seu negócio. Seu contador.

Seu contador deverá ser o seu primeiro amigo da onça, será ele o primeiro a testar sua paciência, e a fazer perguntas indiscretas mas oportunas. O contador tem acesso a informações que um empreendedor iniciante não fazia nem idéia que ele sabia.

Não estamos falando, aqui, de uma pessoa com formação em contabilidade, muito menos um contador de uma grande empresa ou instituição, estamos falando de um contador que presta consultoria para várias micro e/ou pequenas empresas, alguém que convive dia-a-dia com os problemas de microempreendedores.

Dependendo da microempresa, o contador poderá oferecer a assessoria para um bom plano de negócios. É claro que a responsabilidade será sempre sua, as respostas deverão ser respondidas por você, inclusive, o ideal é que todas as perguntas tenham sido respondidas antes da conversa com o contador.

Quanto mais experiente o contador, melhor, também é muito importante que esse contador não seja alguém desesperado para conseguir um cliente.

Na fase do plano de negócios, muitas perguntas surgirão. As perguntas chaves que deverão surgir na conversa com o gerente, poderão ser respondidas antecipadamente, com a ajuda dos contatos certos, evitando constrangimentos futuros.

Eu sempre digo que as atividades principais de um negócio, devem ser efetuadas pelo próprio empreendedor, já as atividades comuns a todos os empreendimentos, podem ser terceirizados; desde contabilidade, pesquisas e possíveis consultorias, até atividades importantes que não comprometam o empreendimento.

As atividades principais, inclusive análise de trabalhos de terceiros, testes e aperfeiçoamentos do  plano de negócios, serão feitos diretamente pelo empreendedor.

É muito importante destacar que o empreendedor não vai redescobrir a roda, nem o fogo, ele deverá concentrar todo o seu esforço nas atividades principais, naquelas que o ajudarão a atingir os seus objetivos, e que ele deverá, mais do que ninguém, estar preparado para executá-las.

Vale relembrar sempre, que nem todos os empreendimentos são complexos; nem todos os empreendimentos exigem muitos empregados; nem todos os empreendimentos exigem conhecimentos técnicos; nem todos os empreendimentos estão sujeitos as altas taxas de impostos.

Leia jornais e colunas especializadas no assunto, esteja atento, para que no futuro você possa responder as perguntas dos amigos da onça.

E você, está preparado para seus amigos da onça?

By Jânio

setembro 18, 2010 Posted by | Empreendedorismo | , , , , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: