Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Eu não acredito em teoria da conspiração.

teoria da conspiração

teoria da conspiração

Eu não acredito em teoria de conspiração, mas que elas existem, existem.

A morte do ex-Ministro do Tribunal Superior Eleitoral, José Guilherme Villela, ex-advogado de Fernando Collor de Mello, ex-Presindente do Brasil, traz de volta o nome do ex-Presidente do Brasil a Mídia.

A família Collor de Mello sempre foi conhecida por ser uma família enérgica, brava, ao contrário, por exemplo, da família Sarney, que sempre foi muito discreta durante décadas, só ficando conhecida ha pouco tempo, devido a evolução da comunicação.

Quando Pedro Collor de Mello, irmão do então Presidente, descobriu uma doença que o levaria a morte, não pensou duas vezes, expôs toda a corrupção que havia no Palácio do Planalto. Esse fato levou a PC Farias, o articulador de todo o esquema de corrupção no Governo.

PC Farias não quis arcar com todas as consequências sozinho, chegou a dizer em público: “Vocês são todos hipócritas”, se referindo aos políticos federais.

Chegou-se a falar em ligações entre collor, Presidente, e a máfia italiana, verdade ou não é que PC Farias, ao entregar a todos, com sua frase de efeito, decretou o próprio destino.

Sua morte ficou para a história como crime passional, como todo crime que acontece no Brasil, ou é crime passional, ou é roubo seguido de morte.

PC protagonizou uma das fugas mais impressionantes que o Brasil  vira até então, mais tarde, o polêmico repórter Roberto Cabrini entrevistava PC em Londres. Apesar de não ter tratado de extradição com o Brasil, a Inglaterra não quis ficar no prejuízo, tratou logo de entrar em contado com o Governo brasileiro.

Sabendo o que estava para acontecer, PC Farias foi parar do outro lado do mundo, para ser identificado logo em seguida, revelando a todos como o mundo é pequeno. será?

Sua mulher não pensava assim, enquanto PC Farias tentava, inutilmente, fugir, sua mulher tentava desesperadamente encontrá-lo. Iniciava-se então uma campanha para divulgar a imprensa que seu marido iria ser assassinado.

PC Farias morreu; resultado da investigação: Crime passional. O próprio exame de balística chegou a ser contestado pelo menos uma vez, segundo expecialista, havia erro no exame.

Não demorou muito, ficou como crime passional mesmo. Sua mulher, inconformada, não ficaria muito, morrendo pouco tempo depois.

Chegou-se a admitir a hipótese de os próprios irmãos de PC serem ou autores do assassinato, já que a casa estava muito bem vigiada por seguranças, armados até os dentes, que não viram nada.

Os criminosos são muito mais unidos que pessoas honestas, para se matar um criminoso, é preciso encarar a quadrilha inteira, eles tem seu código de honra. O que nem sempre acontece com pessoas honestas, onde se mata uma, o resto foge imediatamente, ou finge que não viu nada.

Uma coisa que os criminosos não perdoam é  uma “traição”, não há justiça no mundo capaz de proteger o “traidor”, serviço de proteção a testemunha, no Brasil, poderia até funcionar, mas não contra esse tipo de criminoso.

Primeiro foi Pedro collor de Mello, irmão de Fernando, depois foi PC, em seguida a mulher de PC.

Esse ex-advogado de Collor está muito distante da confusão toda, apesar de ter defendido Collor, na época da cassação.

Ao que parece o ex-advogado de Collor teria sido assaltado e, consequentemente, morto em seguida, sexta feira, sendo encontrados, os corpos só na segunda-feira.

Eu me lembro de minha fase de aolescente, quando eu seguia os casos policiais dos maiores advogados criminalistas do Brasil.

Dizia um deles: “Se a vítima leva duas ou três facadas, constitue-se uma defesa, sete facadas seria suficiente para um assassino profissional, um assassinato premeditado, intensional, mas trinta e duas facadas, em uma mesma vítima, aí, ficamos nos indagando: Seria o assassino,  amador? – Ele queria ter certeza absoluta que a vítima estava morta? – Se era uma pessoa próxima, sabia das consequências perante a imprensa, pela fama da vítima? – Depois de terminada a investigação – Foi um crime perfeito? – do ponto de vista não especulativo, é claro.

Não, meus amigos, eu não acredito em teoria de conspiração. Tambem com tantos crimes acontecendo o tempo todo …

By Jânio.

Textos Relacionados:

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

setembro 2, 2009 Posted by | Política | , , , , | 25 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: