Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Como um homem sabe se está apaixonado

amor ou paixão

Será Paixão?

Depois de tanto tempo, lembrar o que é estar apaixonado é meio complicado, mas não tanto.

Antes de tudo, é preciso saber separar a atração sexual, a amizade, a paixão e o amor, são quatro emoções diferentes. Ainda há uma relação bem interessante de afeto, aquela do fã para com o ídolo.

O amor é o fim da longa caminhada, o momento em que se decide parar; no caso da atração sexual, é como uma caça. Tanto a paixão, quanto a atração, perdem o sentido quanto nasce o verdadeiro amor.

Todos os sentimentos humanos, se bem controlados, podem levar ao amor. O problema é que o amor não deve ser forçado, não se deve obrigar a parceira a amá-lo.

Uma amizade pode transformar-se em amor, a identificação com a outra pessoa, quanto aos objetivos, ideais, cultura, costumes, forma de viver, tudo isso pode levar a conclusão de que chegou o momento de compartilhar duas vidas juntos.

A paixão é o sentimento mais próximo do amor, podendo até ser confundido com este. Quando uma pessoa se sente atraída pelo charme, olhar, preferências, beleza física, dinheiro, estilo de vida, admiração, isso pode ser paixão.

Uma pessoa apaixonada pensa na sua companheira o tempo todo, idealiza e imagina como é estar vivendo com essa pessoa. Depois de estudar cuidadosamente as preferências da pessoa amada, inicia uma busca de atingir esse nível, conquistando a admiração dessa outra pessoa.

A paixão é descrita por alguns poetas e escritores como uma febre forte, perigosa, uma doença que tortura o paciente levando-o a perder a sanidade.

Uma pessoa apaixonada delira, sonha acordada, realiza desejos dormindo, trata o objeto do desejo como a busca da realização de um sonho.

O amor não é tão forte, demora para se concretizar e não é detectado. Esse talvez seja o motivo de algumas pessoas amarem a melhor amiga. A convivência já existe, já existe também a estrutura de relacionamento e essa proximidade acaba transformando-se em amor.

Enquanto a paixão é como uma relação de dois animais selvagens, o amor surge de uma convivência, uma caminhada pela vida.

Repare que a semelhança é muito grande, a diferença é sútil. A intensidade é a característica mais clara.

O amor é espíritual, há vários tipos de amor, mas com uma intensidade semelhante; a paixão é única, possessiva, dominadora, capaz de levar uma pessoa a esquecer-se de tudo.

Pode-se morrer por um amor, assim como pode-se morrer por uma paixão; o apaixonado decide tudo na hora, a pessoa que ama já tem tudo decidido na cabeça e no coração.

Como um homem descobre que está apaixonado (amando)? – Esse é o menor dos problemas, a pessoa passa a se aproximar da pessoa amada, adapta-se ao seu modo de vida, o que não é difícil, já que são muito parecidos. Por desenvolverem uma espiritualidade muito forte, amadurecem-se rapidamente, tornam-se companheiros em várias atividades, cúmprices por toda a vida, independentes de casamento.

Como um homem descobre que está apaixonado (desejando)? – A pessoa pensa e vive pela outra pessoa, ao invés de se tornar companheiro, faz qualquer coisa por ela, vive pelos dois. Uma pessoa apaixonada pode fugir com outra, abandonar tudo, executar um ato impensado.

Uma pessoa apaixonada (desejando), trai, mas não admite ser traída; admira, adora, sonha, cobiça, deseja, mas não admite esses sentimentos de seu companheiro.

Uma pessoa que ama estará sempre ao lado da pessoa amada, mesmo que seja traída, continuará amando eternamente. Uma pessoa apaixonada acredita que “O amor seja infinito enquanto dure, posto que é chama”. No final, o apaixonado acredita que estará sozinho pois “O amor não dura para sempre”.

A pessoa que ama, mesmo traída, sempre terá a pessoa amada ao seu lado. Seu filho não será fruto de um pecado, mas uma benção divina, assim como tudo que lembre esse amor. A pessoa que ama não deseja o pior, nem alimenta o ódio, apenas espera eternamente pela volta, ou pelo chamado, mesmo que seja apenas para sentir um olhar.

O amor vive além da morte, sua força é tamanha que algumas pessoas se casam mesmo sem amar, mas sabendo que são amadas, sabendo que terão alguém além da eternidade jundo de si.

O amor sempre aumenta a medida que o tempo passa, ao contrário, a paixão se consome, como uma chama que devora a si mesmo.

By Jânio.

junho 12, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , | 59 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: