Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Alemania vence a Chile y se proclama campeón de la Copa Confederaciones (COBERTURA ESPECIAL)

Publicado em 2 de jul de 2017

El encuentro fue emocionante de principio a fin. Ambos conjuntos mostraron un gran juego, pero los teutones fueron más efectivos y se impusieron por 1 a 0, llevándose el trofeo de la Copa Confederaciones Rusia 2017.

SEPA MÁS: https://es.rt.com/J5N

Suscríbete a nuestro canal de eventos en vivo: https://goo.gl/qFPG81

RT en Twitter: https://twitter.com/ActualidadRT
RT en Facebook: https://www.facebook.com/ActualidadRT
RT en Google+: https://plus.google.com/+RTenEspanol/…
RT en Vkontakte: http://vk.com/actualidadrt

Vea nuestra señal en vivo: http://actualidad.rt.com/en_vivo

RT EN ESPAÑOL: DESDE RUSIA CON INFORMACIÓN

julho 3, 2017 Posted by | Espanhol | , , , | Deixe um comentário

Goleada da Alemanha tinha objetivo político

É Dunga de novo

Era Dunga

Depois da derrota histórica para a Itália em 82, Telê Santana ainda teria mais uma chance em 86, mas ficou bem claro que o futebol havia mudado e que o futebol arte daria lugar ao jogo de marcação e malandragem. Tudo bem que Maradona era um gênio mas nem ele escapou das pressões, marcações e polêmicas, como o gol da “mão de deus”.

Em 90, a seleção brasileira já havia entrado numa era, trocando o melhor ataque pela melhor defesa, e Dunga recebeu o maior tarefa que um jogador poderia receber, marcar o maior jogador do mundo, Maradona. Se Maradona era quase impossível de marcar, o time tornava-se imbatível com a ajuda de Batistuta (batigol) e Canídia, o resto é história.

Em 94, saiu Lazaroni, mas nem a saída dele mudou como os torcedores queriam, pelo contrário, o time ficou ainda mais truncado, com direito a dois volantes, meia-esquerda, meia-direita e apenas dois atacantes. Parreira manteve-se firme aos seus princípios e ganhou a copa para o Brasil depois de 24 anos.

Desde as Olimpíadas de 88, Dunga foi consolidando sua função de marcador e, com a ajuda de um novo volante, a seleção iniciava de vez a era Dunga.

Depois que Dunga saiu, a seleção encerrou esta fase, dando a entender que o futebol brasileiro entraria numa nova era e, finalmente, o sonho dos torcedores foi realizado: uma seleção com três atacantes. O Brasil ganhou o Penta com um trio de atacantes que foram melhores do mundo na melhor fase do futebol brasileiro: Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo. Lembrando que Rivaldo desempenhou seu papel de maneira brilhante, ligando o time ao ataque.

É verdade que o ex-maior treinador do mundo exagerou ao colocar quatro atacantes, deixando o time sem meio de campo, mas é verdade que jogadores profissionais tem de saber quando atacar e quando se defender, principalmente contra um time como a Alemanha. Se ele tivesse entrado com 10 atacantes em campo, mesmo assim, eles teriam de ter consciência que precisariam controlar o meio de campo e se defender. Se isso não acontece, o técnico falha.

A goleada de 7 a 1 para a Alemanha foi o maior vexame da seleção brasileira desde aquele 3 a 0 para a França, a diferença é que essa goleada nunca será esquecida, pior, será usada pelos adversários como estratégia. O mundo inteiro tem dito que o Brasil tem bom atacantes mas não tem zagueiros.

Se a falta de volante foi a causa da goleada, nada como contratar um volante para evitar um novo erro. O interessante é que os grandes clubes já deixaram de ser referência para a formação de uma grande seleção, prova disso é que a Espanha foi eliminada na primeira fase. Entretanto, a Alemanha tinha a base de jogadores em um único time e foi campeã. Quando eu digo que um time não é mais a referência, refiro-me a esquemas táticos.

Dificilmente Dunga deixaria de estar atento à posição em que ele foi campeão do mundo, entretanto, vendo com um olhar mais crítico, como eu disse, se você tem os três maiores atacantes do mundo, precisa usar essas armas. A decisão de deixar Neymar e Ronaldinho Gaúcho fora da copa, acarretou uma responsabilidade que só se resolveria vencendo a Copa, e Dunga não venceu.

Todo mundo sabe que houve um período obscuro no jogo contra a Alemanha, mas além da goleada, fala-se em teoria da conspiração envolvendo inclusive o esquema tático com quatro atacantes. Segundo essa teoria, o goleada da seleção tinha objetivo político. A única forma de desestruturar a seleção seria através da convocação, entretanto, especialistas em política afirmam que a derrota não será lembrada até a eleição.

Verdade ou não, a oposição vive o seu melhor momento, tanto o PSDB, com Aécio, quanto Eduardo Campos. Num país onde só se vota em quem ganha, inclusive com os institutos de pesquisas decidindo quem será o presidente, então, é bom ficar atento. O que sabemos de fato, é que a direita não está nem um pouco satisfeita em ver a esquerda no poder durante tanto tempo e as derrotas consecutivas de Serra deixaram marcas.

Para relaxar esse clima pesado, gostaria de dizer que as torcidas internacionais escolheram a música que previu a goleada da Alemanha e, apesar da Alemanha cantar “Rio de Janeiro Ô ÔÔ ÔÔ”, sárira para “Vamos a la playa Ô ÔÔ ÔÔ”, a música que previu a goleada foi:

E se ficar comigo é porque gosta
Do meu rá rá rá rá rá rá rá o lepo lepo
É tão gostoso quando eu rá rá rá rá rá rá rá o lepo lepo

Obs: Foram sete rás no lepo lepo, se continuar é porque gosta.

By Jânio

julho 22, 2014 Posted by | esportes | , , , , , | 1 Comentário

Copa 2.014 – Alemanha é campeã do mundo

germany.champions_1

Alemanha fez um gol aos sete minutos do segundo tempo da prorrogação e conquistou o tetra-campeonato. O título veio depois de uma partida equilibrada que terminou empatada no tempo regulamentar e primeiro tempo da prorrogação, levando a crer que a partida seria decidida nos penaltis, mas o destino quis o contrário, para alegria de Ângela Merkel, chanceler alemã, presente no evento.

Em alguns momentos a Argentina chegou a ser superior, como aos vinte minutos, quando Higuain recebeu um bom passe mas errou o gol. Aos 29 minutos, Higuain marcou um belo gol, infelizmente estava impedido. A Alemanha chegou a acertar a trave no final do primeiro tempo.

No segundo tempo a Argentina chegou a reclamar de um penalti não marcado contra Higuain.

Aos seis minutos do primeiro tempo da prorrogação, Palácio recebeu um bom passe e com uma jogada de gênio encobriu o goleiro e, se não fosse a má pontaria, teria feito o gol da vitória.

No segundo tempo da prorrogação, Gotze recebeu um cruzamento de Schurrle e completou de voleio, fazendo o primeiro gol da partida.

No final do jogo, Messi ainda teve uma falta para cobrar, mas pegou mal na bola. E ficou nisso, um a zero para a Alemanha.

Depois de ganhar as Copas de 1.954, 1.974 e 1.990, a Alemanha finalmente volta a ser a melhor seleção do mundo.

A equipe Alemã marcou 18 gols durante o torneio e sofreu quatro, sendo Thomas Muller o artilheiro com cinco Gols. Sete gols foram contra a seleção brasileira.

Alemanha: Neuer; Lahm, Boateng, Hummels e Howedes; Schweinsteiger e Khedira (Schurrle); Muller, Kroos e Ozil (Mertesacker); Klose (Gotze). Técnico: Joachim Low

Argentina: Romero; Zabaleta, Demichelis, Garay e Rojo; Mascherano e Biglia; Pérez (Gago), Messi e Lavezzi (Aguero); Higuaín (Palacio). Técnico: Alejandro Sabella

Resultado das finais:

Disputa do terceiro lugar:

Brasil 0 Holanda 3

FINAL

Alemanha 1 Argentina 0

COPA DO MUNDO 2.014

Alemanha enfrenta Argentina na final

Alemanha classificada para a Final

Seleções nas semifinais

Brasil está classificado para as semifinais

Seleções classificadas para as quartas

Ranking da FIFA

Brasil está classificado para as quartas de final

Confronto das oitavas

Brasil está classificado para as oitavas da Copa

Resultados da primeira rodada da Copa

Brasil empata com o México

Placar dos primeiros jogos da Copa

Cientistas pesquisam a derrota da Espanha para Holanda

Brasil vence Croácia por 3 a 1

julho 14, 2014 Posted by | esportes | , , , , | Deixe um comentário

Copa 2.014 – Alemanha classificada Final

Brasil perde sua majestade

família Real

A Seleção brasileira é eliminada da copa no maior vexame da história do futebol brasileiro e, finalmente, o país vai esquecer do dia em que a equipe amarelou diante da França, em 1.998, levando uma goleada de 3 a 0. Levar uma goleada naquela época era novidade, principalmente tendo Ronaldo, um dos maiores jogadores da história, em seu melhor momento.

Ninguém esperava que a Alemanha fosse tão ofensiva, principalmente a seleção brasileira, acostumada a jogar com dois volantes. O problema é que o ex-maior técnico do mundo resolveu entrar em campo com quatro atacantes, esquecendo do meio de campo, e o mundo inteiro sabe que o Brasil não tem tradição de bons zagueiros. A Zaga do Brasil pode ser muito boa para fazer gols, mas para marcar atacantes é péssima.

O maior problema era o meio de campo pois sem a marcação no meio de campo, os atacantes chegavam muito rápido a grande área brasileira, deixando os zagueiros com medo de cometer penalti. Os gols saíram facilmente, diante de três ou quatro jogadores, sem que ninguém fizesse nada para impedir.

É uma pena que a Alemanha, um time sem partidas memoráveis nessa copa, tenha feito tantos gols justamente contra o Brasil. De um modo geral, o Brasil acabou se tornando o pior time desta Copa, depois dessa goleada histórica, uma das maiores de todos os tempos.

Eu diria que houve um conjunto de fatores que levaram a essa goleada. Eu vinha alertando para vários defeitos da seleção que levavam a equipe a ser irregular. Além de ser uma equipe fraca, a seleção brasileira não tinha nenhuma habilidade considerada básica para ganhar a copa: O Brasil não conseguia marcar na defesa; errava muitos passes, recebendo a bola sem se mexer, permitindo que os adversários roubassem a bola; o time não conseguia inverter jogadas da esquerda para a direita; não conseguia jogar pelo meio; não conseguia fazer jogadas aéreas, em escanteios e toques de cabeça; não tinha um grande cobrador de faltas; não tinha um grande goleador além de Neymar.

Como alguém poderia imaginar que um dia o Brasil jogaria sem um grande atacante artilheiro, como Robinho ou Neymar?

Neymar não foi brilhante nessa copa justamente por causa da marcação forte, a mesma que o tirou fora do torneio. E o Brasil não conseguia fazer essa marcação forte. Mesmo com um esquema suicida, com quatro atacantes, os jogadores experientes teriam observado as falhas defensivas, um atacante experiente sabe a hora de voltar.

Entretanto, a própria Alemanha reconheceu que o Brasil deixou espaços que eles precisavam para jogar. A Alemanha que fez uma das melhores partidas de sua história, hoje, não teve liberdade para fazer isso com nenhum time antes, nem mesmo contra a costa Rica, a melhor defesa da Copa, levando a disputa para os penaltis.

Como o Brasil chegou as semi-finais, entre as quatro melhores equipes do mundo, com tantos defeitos técnicos?

O principal motivo da seleção ter chegado até aqui, com certeza foi Neymar. Neymar foi responsável pelo respeito que as seleções tinham pelo time do Brasil e a saída dele fez com que perdessem esse respeito.

Notem que o esquema suicida teve um momento crítico, justamente quando o Brasil levou gols, saiu para fazer e levou contra-ataques mortais que praticamente liquidaram a partida. Os próprios jogadores sabiam que seria difícil fazer um ou dois gols contra a Alemanha. Quando a Alemanha chegou aos três, o time já dava a partida por perdida e, pior, continuava a repetir os erros. Talvez a reconhecida falta de capacidade de fazer gols tenha influenciado ainda mais no descontrole dos jogadores.

Na parte final do primeiro tempo, já perdendo por cinco gols a zero, o time perdeu o ímpeto de fazer gols e se organizou melhor na defesa, mesmo dentro de um esquema suicida. No segundo tempo, o placar foi de dois a um e, mesmo estando nitidamente inferior a Alemanha, o Brasil estava melhor organizado defensivamente.

A saída de Neymar deixou a Seleção com dois atacantes fracos: Fred simplesmente não apareceu nos jogos e Hulk, como eu disse, parece mais um volante jogando como atacante. Não havia opções no banco de reservas.

Sobre a goleada:

01) Nos primeiros minutos tudo parecia em ordem, a seleção conseguia até atacar, mas o espaço deixado no meio de campo possibilitou a Alemanha abrir o placar logo aos dez minutos de jogo. Depois de uma cobrança de escanteio, Müller pegou a sobra e marcou o primeiro gol da Alemanha.

02) A seleção até tentou reagir depois do primeiro gol mas, ao contrário do Brasil, a Alemanha não dava espaço, foi assim que Klose teve a chance de chutar duas vezes contra o goleiro Júlio Cesar. Chutou forte na primeira e, no rebote, conseguiu fazer o segundo gol da Alemanha.

03) Foi depois do segundo gol da Alemanha que a seleção perdeu o controle. Dois minutos depois do segundo gol da Alemanha, Kroos acertou o canto direito e fez o terceiro da Alemanha.

04) Um minuto depois, o mesmo Kroos marcou o quarto gol alemão. A seleção brasileira não conseguia acordar do pesadelo.

05) Aos vinte e oito minutos, a Alemanha fez o quinto gol da Alemanha com o jogador Khedira. O pesadelo brasileiro que começou aos 22 minutos, finalmente acabou aos 28 minutos do primeiro tempo, seis minutos que entram para a história das Copas e que deverão ser estudados pelos próximos cem anos.

06) Depois do intervalo, a seleção brasileira voltou com Ramires e Paulinho no lugar de Hulk e Fernandinho. O Brasil finalmente começou a atacar, mas o goleiro estava muito bem no jogo.

Schuerrle fez o sexto gol da Alemanha aos 23 minutos do segundo tempo, para a alegria da torcida Alemã que sabia que o jogo estava liquidado.

07) O jogador reserva alemão Schuerrle voltou a marcar aos 33 minutos.

08) Depois de sete gols da Alemanha, finalmente o Brasil marcou o gol de honra com Oscar. Placar final 7 a 1 para a Alemanha.

Toda a cartilha da filosofia básica do futebol passou pela cabeça do torcedor, desde “quem não faz, toma” até “a melhor defesa é o ataque”, mas faltou o meio de campo, faltou Neymar e outros tantos centroavantes que ficaram esquecidos pela mídia, enquanto os famosos desconhecidos brasileiros desceram a ladeira com bola e tudo.

A música “o campeão voltou” não voltou, mas o refrão ufanista “eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor” me fez lembrar da prisão do filho do Rei Pelé. Não foi a primeira vez que o ex-goleiro do santos foi preso por associação ao tráfico de drogas, a diferença é que desta vez ele já não é réu primário.

Definitivamente o futebol brasileiro não atravessa um bom momento. Mas não se preocupe, toda seleção brasileira é escolhida de acordo com os interesses da CBF, então, não fomos totalmente derrotados, há muito jogador ardendo na terra brasilis.

By Jânio

COPA DO MUNDO 2.014

Seleções nas semifinais

Brasil está classificado para as semifinais

Seleções classificadas para as quartas

Ranking da FIFA

Brasil está classificado para as quartas de final

Confronto das oitavas

Brasil está classificado para as oitavas da Copa

Resultados da primeira rodada da Copa

Brasil empata com o México

Placar dos primeiros jogos da Copa

Cientistas pesquisam a derrota da Espanha para Holanda

Brasil vence Croácia por 3 a 1

julho 9, 2014 Posted by | esportes | , , , , | 2 Comentários

Argentina e Alemanha protagonizarão o maior clássico da Copa

Argentina x Alemanha

Clássicos da Copa

O domingo foi cheio de gols na África, apesar dos erros de arbitragens, foram dois grandes espetáculos.

A Argentina está provando que merece ganhar a taça, no jogo de hoje, o time de los hermanos teve uma ajudinha do juiz para desequilibrar o começo da partida, validando o gol em que Carlito tevez estava impedido. No final do jogo, Carlito Tevez ainda foi substituído, saindo com cara de poucos amigos.

Para quem acha que Maradona não é um bom técnico, a vitória sobre a seleção do México, por três a um, mostra que Maradona é um excelente preparador de jogadores, grande líder também.

Tirando Tevez, Maradona mostrou quem é que manda, isso deixa os jogadores mais confiantes com sua autoridade frente ao time.

Quando eu vejo a movimentação do ataque e meio de campo da Argentina, o único pensamento que me vem a cabeça é: “Eu queria ter um Brasil assim.”

Sem querer dizer que a Argentina é melhor que o Brasil é claro, os jogadores brasileiros tem suas próprias características e qualidades. Ter um bom conjunto, num jogo de retranca, pode não ser melhor que um time com grandes qualidades individuais.

Além disso, é preciso considerar o tempo e o espaço. Na copa de 90, por exemplo, quando Maradona humilhou o próprio Dunga, a Argentina tinha, além de qualidades individuais, um bom conjunto.

Contra um time como aquele, era preciso atacar muito, além de evitar que a bola chegasse aos pés de Canídia, Batistuta e do próprio Maradona.

Hoje, felizmente, os tempos são outros. O time brasileiro já goleou o time da Argentina na fase de eliminatórias para a copa, por isso, talvez Argentina não esteja assim tão a vontade contra o Brasil.

Ao golear a Inglaterra, por quatro a um, a Alemanha não prova muita coisa não. Tanto a Alemanha, quanto a Inglaterra, estavam desacreditados, o único detalhe que chama a atenção é o placar, mas até nisso o juiz ajudou a Alemanha.

O jogo entre Argentina e Alemanha, pelas quartas de final, pode até decidir quem será o próximo campeão do mundo. O grande obstáculo em seus caminhos já tem cinco taças na mão, e mesmo não jogando lá essas coisas, impõe respeito.

A questão do favoritismo conta muito nessa hora, o fato de o Brasil não precisar provar nada para ninguém também faz a diferença. Basta lembrar que as melhores seleções da história, que o Brasil já formou, deram vexame.

Na copa passada, por exemplo, se dependesse de um time perfeito, a taça era do Brasil; em 78 e 82, o Brasil era considerado um conjunto perfeito, quase invencível; se dependesse de espetáculo, o Brasil teria mais de dez copas.

O tempo de brincar acabou, brincar é para o Paulistão e Brasileirão, na copa, Robinho vai ser um bom menino, vai ficar quietinho cumprindo sua obrigação. Na copa não se pode enfeitar, porque não se pode errar na frente dos maiores jogadores do mundo.

É isso que faz do Brasil um dos países mais experientes do mundo, afinal as copas de 78 e 82, sem falar a de 2006, serviram para alguma coisa.

 

by Jãnio

junho 28, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: