Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Fim da ocupação é único meio de garantir direitos dos palestinos, diz ONU

Da Agência EFE
Bandeira palestina é hasteada na sede da ONU (Agência Lusa/Direitos Reservados)
Bandeira palestina hasteada na sede da ONU simboliza o ideal do estabelecimento de um Estado palestino independente, vivendo em paz e em segurança ao lado de Israel EPA/Justin Lane/Ag. Lusa/Direitos Reservados

O secretário-geral da ONU, António Guterres, declarou, nesta segunda-feira (5), que a ocupação israelense impôs ao povo palestino “um enorme peso humanitário e de desenvolvimento”. Ele lembrou que este 5 de junho marca os “50 anos do início da guerra árabe-israelense de 1967”. Como resultado, Cisjordânia, Jerusalém Oriental, Gaza e Golã, na Síria permanecem sob ocupação. A informação é da EFE.

O chefe das Nações Unidas lamentou o fato que “centenas de milhares de palestinos e sírios” ficaram desalojados nas últimas cinco décadas, muitos vivendo em campos para refugiados e enfrentando a pobreza. Segundo  Guterres, a ocupação “alimentou ciclos recorrentes de violência”, além de enviar aos palestinos uma mensagem de que o sonho deles, de ter um Estado, parece estar destinado a ser apenas um sonho.

Dois Estados, uma solução

Na avaliação do secretário-geral da ONU, a ocupação envia aos israelenses a mensagem de que seu desejo por paz, segurança e reconhecimento regional é inatingível. Ele defende o fim da ocupação e uma solução negociada de dois Estados como “a única maneira de conseguir uma paz duradoura que vá de encontro às necessidades de segurança de Israel e às aspirações palestinas por soberania”.

Brasília - O português António Guterres foi eleito secretário-geral da ONU(Wilson Dias/Agência Brasil
António Guterres Wilson Dias/Agência Brasil

Para Guterres, acabar com a ocupação “é a única maneira de garantir os direitos do povo palestino”. Ele pede o fim da construção de assentamentos, da violência, das provocações e das atividades militares israelenses em Gaza.

O chefe da ONU acredita que agora é a hora de serem retomadas as negociações diretas, com base em resoluções das Nações Unidas e da lei internacional. É hora também “de acabar com o conflito, estabelecendo um Estado palestino independente, vivendo em paz e em segurança ao lado de Israel”.

António Guterres lembrou que em 14 de maio de 1948, nascia o Estado de Israel. Mas quase sete décadas depois, “o mundo ainda espera o nascimento de um Estado palestino independente”.

Agência Brasil
 

Anúncios

junho 6, 2017 - Posted by | Internacional | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: