Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Política obscura de Aécio

delação sem prêmios

Lista de Escândalos

setembro 20, 2016 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Deputados desistem da anistia do caixa 2

Depois de uma hora de interrupção, a sessão da Câmara dos Deputados para negociar a votação do projeto de lei (PL) 1210/2007, que trata sobre as pesquisas eleitorais, a propaganda eleitoral e o financiamento de campanha, entre outros, foi retomada com polêmica em torno da votação da proposta. Isso porque, o projeto, que visava também criminalizar a prática de caixa 2, estava se transformando em uma anistia a quem incorreu na prática.

A iniciativa foi vista como uma manobra. Diante dos protestos e dos apelos, o deputado Beto Mansur (PRB-SP), que presidia os trabalhos, cedeu e retirou de ofício o projeto, que poderá voltar à pauta da Casa em outra oportunidade. Ele anunciou que haviam dois requerimentos sobre a mesa: uma para retirada de pauta e o outro para votação nominal do projeto.

Deputados contrários ao projeto criticaram a iniciativa de Mansur e insisitiram que a votação fosse nominal para constar no painel a posição de cada parlamentar sobre anistia. “Queremos a votação nominal para que fique no painel quem quer anistiar o caixa 2. Querem jogar daqui para a frente [a criminalização] e esquecer o passado”, disse o líder do PSOL, Ivan Valente (SP).

A votação do projeto foi questionada desde o início da sessão que aprovou a Medida Provisória 734/16, que destinou apoio financeiro de R$ 2,9 bilhões para auxiliar nas despesas com segurança pública do estado do Rio de Janeiro em decorrência da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Desde o início da ordem do dia, deputados do PSOL, PDT, PSB, Rede e PT reclamaram da inclusão do projeto na pauta com o argumento de que ele tinha recebido emendas que acabam dando anistia para a prática de caixa 2.

Brasília - Plenário da Câmara analisa a MP que liberou recursos de R$ 2,9 bilhões para ajudar nas despesas com segurança pública nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
A votação do projeto foi questionada desde o início da sessão que aprovou a Medida Provisória 734/16Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os parlamentares avaliaram que a manobra seria conseguida a partir da aprovação de uma emenda tornando crime a prática. “Não quero impedir outros assuntos de serem analisados na sessão, mas quero atrapalhar essa história de anistia de caixa 2, que é crime”, criticou o deputado Miro Teixeira (Rede-RJ). “Não é toleravel propor uma medida como essa sem nenhuma discussão. Isso é desrespeitar os deputados”.

O entendimento é que, se houver a criminalização do caixa 2, a partir de então a lei não poderá retroagir em desfavor do acusado. Desta forma, todas as práticas adotadas antes da lei entrar em vigor são automaticamente anistiadas. “Corre um boato de que uma emenda aglutinativa está sendo preparada para permitir a anistia de caixa 2”, disse o líder da Rede, Alessandro Molon (RJ).

Questionamentos

Os protestos fizeram com que Mansur suspendesse os trabalhos para tentar um acordo que viabilizasse a votação, mas sem êxito. Retomados os trabalhos, os questionamentos em torno da legalidade da votação aumentaram.

Teixeira apresentou uma questão de ordem argumentando que o texto, de 2007, não poderia ser votado, uma vez que já havia sido rejeitado. Mansur argumentou que a rejeição recaía sobre duas emendas e que a sua intenção era votar o texto original. Ele também reafirmou que a nova votação abriria a possibilidade de serem apresentadas emendas.

Molon, seguido de outros parlamentares alertaram sobre a existência de decisão da Casa proibindo a retomada da discussão e apresentação de emendas a matérias em fase de votação. “Essa sessão não vai terminar bem”, disse Molon.

Diante da insistência de Mansur em votar a matéria, deputados gritavam que a votação seria um “golpe”. “Isto aqui é golpe, a Casa não pode passar por isso”, criticou Teixeira. Mansur ainda argumentou, antes de retirar o projeto da pauta e encerrar os trabalhos. “Fui escolhido para presidir essa sessão. Quero informar que eu não sou o autor desse projeto, eu retirei de ofício”, disse.

Agência Brasil

setembro 20, 2016 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Rivers of Babylon – Boney M

Músicas dos anos 70

Salsa

“Rivers Of Babylon”

By the rivers of Babylon, there we sat down
ye-eah we wept, when we remembered Zion.
By the rivers of Babylon, there we sat down
ye-eah we wept, when we remembered Zion.
When the wicked
Carried us away in captivity
Required from us a song
Now how shall we sing the lord’s song in a strange land
When the wicked
Carried us away in captivity
Requiering of us a song
Now how shall we sing the lord’s song in a strange land
Let the words of our mouth and the meditations of our heart
be acceptable in thy sight here tonight
Let the words of our mouth and the meditation of our hearts
be acceptable in thy sight here tonightBy the rivers of Babylon, there we sat down
ye-eah we wept, when we remembered Zion.By the rivers of Babylon, there we sat down
ye-eah we wept, when we remembered Zion.

By the rivers of Babylon (dark tears of Babylon)
there we sat down (You got to sing a song)
ye-eah we wept, (Sing a song of love)
when we remember Zion. (Yeah yeah yeah yeah yeah)

By the rivers of Babylon (Rough bits of Babylon)
there we sat down (You hear the people cry)
ye-eah we wept, (They need their God)
when we remember Zion. (Ooh, have the power)

azlyrics
 
Tradução:
 
Pelos rios da Babilônia, nós nos sentamos
Ah, sim, lamentamos, ao lembrarmos de Sião.

Pelos rios da Babilônia, nós nos sentamos
Ah, sim, lamentamos, ao lembrarmos de Sião.

Quando os ímpios
Nos levaram para o cativeiro
Exigiram de nós uma canção.
E agora, como cantaremos uma canção do Senhor em uma terra estranha?

Quando os ímpios
Nos levaram para o cativeiro
Exigiram de nós uma canção.
E agora, como cantaremos uma canção do Senhor em uma terra estranha?

Deixe que as palavras de nossa boca e as meditações de nossos corações
Sejam agradáveis na Tua presença aqui esta noite.

Deixe que as palavras de nossa boca e as meditações de nossos corações
Sejam agradáveis na Tua presença aqui esta noite.

Pelos rios da Babilônia, nós nos sentamos
Ah, sim, lamentamos, ao lembrarmos de Sião.

Pelos rios da Babilônia, nós nos sentamos
Ah, sim, lamentamos, ao lembrarmos de Sião.

Pelos rios de Babilônia (lágrimas escuras da Babilônia)
Nós nos sentamos (vocês conseguiram cantar uma canção)
Ah, sim, nós choramos, (cantamos uma canção de amor)
Ao nos lembramos de Sião (sim sim sim sim sim)

Pelos rios da Babilônia (fragmentos da Babilônia)
Lá nós nos sentamos (você ouve as pessoas chorarem)
Ah, sim, lamentamos, (eles precisam de seu Deus)
Ao nos lembrarmos de Sião. (ooh, tenha o poder)

letras.mus.br

video clipe em inglês

video clipe legendado

Mais músicas:

What about me – Kenny Rogers – Kim Karnes – James Ingram

Uptown girl – Billy Joel

 

setembro 20, 2016 Posted by | Música. | , , , , , , , , | 1 Comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: