Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Outro ministro de Temer na mira da justiça

suspeito de corrupção no turismo

Ministro Investigado

A lista de funcionários envolvidos em supostos casos de corrupção na presidência interina de Michel Temer continua a aumentar, agora é a vez do nome de Henrique Eduardo Alves, atual chefe do Turismo, a quem as autoridades judiciais do Brasil anunciaram um inquérito sobre supostos atos de corrupção.

O procurador-geral Rodrigo Janot, citado pela agência Reuters , encaminhou as denúncias ao Supremo Tribunal Federal do Brasil para sustentar uma investigação contra Alves, a quem se  atribuiu manobras relacionadas com a empresa OAS Engenharia, ligada à Petrobras, em troca de recursos para campanhas políticas de seu partido, o PMDB, que foi partido do  governador do Rio Grande do Norte em 2014.

As acusações da promotoria não só apontam Alves, mas também o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o principal responsável pela empresa de engenharia, Leo Pinheiro, bem como o próprio Michel Temer e seu secretário de Governo, Geddel Viera Lima.

Sobre os supostos recebimentos de propinas, o ministro da área turística de Temer negou as alegações. Alves é o último ministro de Temer a ser denunciado como suspeito por sua conduta antes de ser nomeado ao ministério.

Tão rápido como foi sua chegada ao Palácio do Planalto,  envolvido em controvérsia , o ministro de Michel Temer faz parte de um grupo de ministros que tem  ligações com vários atos suspeitos de corrupção.

Apenas alguns dias depois de sua nomeação, o primeiro ministro a cair foi Romero Jucá, responsável pelo ministério do planejamento e Fabiano Silveira, ministro da transparência, supervisão e controle, que tem sido associado aos  esforços para barrar os processos de investigação da Petrobras, conhecido como “Operação Lava Jato ‘.

Além desses, há pelo menos cinco ministros de Temer que estiveram envolvidos de alguma forma ou de outra aos esquemas de corrupção na Petrobras e outros casos investigados.

Vieira Lima, Mendonza Filho, Raul Jungmann, Bruno Araújo e Ricardo Barros são alguns dos nomes envolvidos nas investigações, segundo a Telesur, sobre o colapso sistemático do governo de Temer,  acusados por atos de corrupção.

RT-TV

junho 7, 2016 - Posted by | Política | , , , , , ,

1 Comentário »

  1. […] Articulo en português […]

    Pingback por Otro ministro del Gobierno de Temer es salpicado por el caso Petrobras « Made in Blog | junho 7, 2016 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: