Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Quais as causas da crise política no Brasil

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, enfrenta um processo  que pode levar o país a uma crise política de magnitude insólita. Será que o país chegou a um ponto sem retorno? Será que vamos ver a presidente abandonar o cargo antes do tempo? Que efeito terá esse julgamento político? RT e Telesur analisam esta crise política.

Na terceira parte de “En la Mira”  – o programa em que a RT e a Telesur destinam-se a esclarecer os aspectos  que normalmente ficam ocultos na cobertura mediática – a correspondente e apresentador da  RT, Aliana Nieves e o apresentador da Telesur, Rey Gomez, analisam a crise política e o futuro da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que está passando por um processo  conhecido como ‘impeachment’.

Rousseff é acusada de ter violado a Lei de Responsabilidade Fiscal, em seu país, ao usar parte dos orçamentos dos bancos públicos para cobrir os programas do governo. No entanto, a razão pela qual a presidente é julgada parece estar sendo tratada em segundo plano.

A falsa bandeira da corrupção é usada para derrubar governos que antagonizam com interesses imperialistas.

Dilma  se declarou inocente do crime de responsabilidade fiscal e, após a apresentação das contas em 2014, o Tribunal de Contas brasileiro rejeitou. Esse foi o último ano de seu primeiro mandato, ano em que ela se reelegeu depois de uma eleição presidencial em que venceu por três milhões de votos.

O comportamento de alguns parlamentares na noite  da votação do ‘impeachment’, confiantes de que iriam conseguir a destituição de Rousseff, combinava com os titulares de vários meios de comunicação que já certificavam a derrota da presidente do Brasil. Entre estes incluíam vários jornais americanos como The Wall Street Journal, que afirmou que “a presidente Dilma Rousseff estava preparada para a queda”, ou o  ‘The Washington Post’, que afirmou que “a batalha contra o impeachment no Brasil ainda não acabou, mas parece sombrio para a presidente Rousseff “.

Além disso, os apresentadores da Telesur  e RT analisam o possível envolvimento dos Estados Unidos. Para fazer isso, Aliana Nieves faz um paralelo entre a atual crise política no Brasil e o caso do presidente do Paraguai, Fernando Lugo , a quem seu parlamento destituiu em 2012 por “responsabilidade política”. Naquela época, a atual embaixadora dos EUA no Brasil, Liliana Ayalde, ocupava o mesmo cargo no país vizinho.

Ao mesmo tempo, dos 367 deputados que votaram a favor da “impeachment” contra Rousseff, 303 enfrentam processos por corrupção.

Ao mesmo tempo, dos 367 deputados que votaram a favor do “impeachment” contra Rousseff, 303 enfrentam processos por corrupção, incluindo o vice-presidente Michel Temer. Neste contexto, o analista político Beto Almeida acredita que “este processo oculta a verdadeira intenção de desestabilizar a presidente Dilma Rousseff” e “envolve uma série de iniciativas disfarçados por uma acusação sem base real para forçar um processo de ” impeachment ” de natureza geopolítica, o  que poderia afetar seriamente a unidade da América Latina e o  anti-imperialismo “.

“Primeiro, houve uma acusação para condenar a Dilma Rousseff, mas depois buscou-se  um crime que não havia, alegando crime de atividade contábil que se arrastou nos governos anteriores,: usando recursos de bancos públicos para pagar por programas sociais”, explica o analista.

Tendo em conta  que tanto o vice-presidente Michel Temer, quanto o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, são acusados de corrupção, Beto Almeida acredita que “seria um verdadeiro teatro do absurdo” se assumissem a presidência temporária durante o afastamento de Rousseff. “Utilizam a falsa bandeira da corrupção para derrubar governos que antagonizam com os interesses imperialistas, como agora no Brasil, um país de grande  riqueza energética e  estratégica”, diz Almeida.

RT-TV

 
Anúncios

maio 4, 2016 - Posted by | Política | , , , ,

1 Comentário »

  1. […] Artículo en português […]

    Pingback por Causas de la crisis política en Brasil « Made in Blog | maio 4, 2016 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: