Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

MPL contra sindicalistas

MPL x Sindicatos

Líder do MPL

“O povo não precisa de nenhuma cartilha, de ninguém falando alto no microfone para dizer o que ele tem que fazer ou não”, disse Mayara Vivian, do Movimento Passe Livre, em referência aos carros de som e às bandeiras usadas pelas centrais sindicais.

“Eu queria perguntar para os companheiros quando eles colocaram 30 mil pessoas nas ruas dessa forma dinâmica, autônoma, com todas as pessoas apoiando”, afirmou Mayara Vivian, ainda se referindo aos sindicalistas.

O Movimento Passe Livre condena modelos “verticais” de organização e luta apenas pela gratuidade da passagem de ônibus e metrô – ou seja, protestos com hierarquias.

O que mais me deixa constrangido na política, é quando a esquerda autêntica, tipo a Rússia, faz uma declaração polêmica e, depois de algum tempo, eu descubro que é verdade. Eu me sinto como se eu estivesse sendo usado por algum pastor canastrão, especializado em frases de efeitos, típicas de lavagem cerebral, como: “Ou você escolhe Deus, ou escolhe S******, não tem meio termo.

A teoria de conspiração da Primavera latino-americana parecia mais um desses muito virais que aparecem o tempo todo na internet, mas essa briga do MPL com os sindicatos chamou-me a atenção.

Eu acho natural que o MPL tenha características de direita, já que o governo federal é de esquerda mas, durante os protestos, eu notei muitos fatos estranhos.

01 – O MPL disse que era apartidário, continua dizendo, mas os manifestantes expulsaram as bandeiras de partido de seu meio, apesar dos partidos  terem ajudado na promoção.

02 – O MPL disse que o foca seria as passagens, mas os manifestantes deixaram claro, não é só pela passagem, nem deve. Onde já se viu mobilizar dez milhões de pessoas para conseguir um desconto de dez centavos nas passagens.

03 – O MPL cedeu, agora dizem que precisam aceitar os partidos, já que receberam ajuda deles – nem precisavam dizer.

04 – O MPL conseguiu levar muito mais pessoas as ruas que os sindicados, mas os sindicados criticaram o uso da internet e sentiram na pele a força da rede.

05 – O MPL chamou os sindicalistas de burocratas e disseram que dessa maneira eles não irão conseguiu obter o mesmo sucesso nas ruas.

06 – Os sindicalistas fizeram tudo certo, mas da maneira errada. A vantagem dos sindicalistas é que eles não recuam.

07 – Pessoalmente, eu acredito que os sindicalistas carregam os pecados de terem sido aliados do PT, antes que o PT assumisse o governo, assim como FHC carrega sozinho suas decisões de aderir a globalização e a privatização.

Conclusão: Nenhum dos dois lados parece ideal e o povo é que terá de dar a decisão final, como ocorreu nas manifestações promovidas pelo MPL. Além disso, se os profissionais da área de saúde conseguem reunir tantas pessoas quanto os sindicatos, fica claro que os sindicatos estão precisando reavaliar suas atitudes.

Fonte dos depoimentos: Estadão

Texto: By Jânio

Brasileiros que fazem história

Primavera latino-americana

Protestos no Rio superam dia histórico


Manifestações no Brasil já ultrapassam 200 mil pessoas

julho 13, 2013 - Posted by | Política | , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: