Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O pai da criança

Homem grávido

Pai do Bebê

O reconhecimento de paternidade sempre foi um grande problema, mas só até a chegada do famoso exame de DNA. Antes, o aborto era polêmico, a gravidez era polêmica.

O pior é que na idade mais fértil, é justamente quando o adolescente não está preparado para assumir tal responsabilidade, alguns pais e avós chegam a ajudar a resolver o problema, mas isso é muito raro.

Depois da adolecência, algumas mulheres tornam-se frias e calculistas, engravidando só quando lhe convém, ou para casar, ou para dar o golpe do baú. Atualmente, são os homens que dão o golpe do baú, já que as mulheres estão se tornando mais bem sucedidas.

Algumas leis que obrigam a criança a ficar com quem tem melhores condições financeiras, ajudaram a melhorar parte do problema mas, na maioria dos casos, a encrenca continua, já que a mulher sempre estará mais preparada para criar o filho.

Se o homem não pagar a pensão, irá para a cadeia, mesmo que esteja desempregado, entretanto, se pedir a guarda do filho, dificilmente a justiça pedirá a prisão da mãe.

O DNA parece ser implacável com aquelas mulheres (e homens) que estejam dispostos a tirar a dúvida, apesar do preço ser um pouco salgado.

Um advogado criou uma grande dúvida que não quer calar:

Para provar que o homem é pai da criança, é necessário que o DNA dos dois sejam iguais. Acontece que o homem também tem o DNA igual ao seu pai, portanto igual ao seu irmão.

Caso ele tenha o DNA igual ao do avô, então seu DNA seria igual ao dos primos em primeiro, segundo, terceiro graus, etc.

Resumindo: mesmo com o DNA, ninguém saberia quem é o pai da criança.

Alguns casos chocam ainda mais: quando o filho nasce com a cara exatamente diferente do pai, provocando uma polêmica na comunidade onde ele vive.

… e o pior, ou melhor, é que a ciência já encontrou uma explicação para isso: Nenhum DNA é totalmente “puro”, como era o sonho de Hitler. Isso quer dizer que a confiança é a que conta, sem contar o perdão, é claro.

Mas quando alguém resolver infernizar a vida da outra, nem se preocupará em fazer exames. A polícia não irá intervir, já que as p**** fazem parte da PPP.

Atualmente, as mulheres bem sucedidas estão adotando o sistema de produção independente, para se manterem longe dos pés rapados que são os pais.

By Jânio

Até o amor tem limites

Infidelidade de corpo e alma

AIDS – Como são feitos os bebês

junho 25, 2013 - Posted by | Reflexões | , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: