Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Adaptação social

quinhentos anos

Situação Precária

Estudando a história do mundo, notamos que a sociedade sempre teve problemas e que antigamente as pessoas sofriam muito devido a medicina ainda ser muito limitada tecnologicamente.

A tecnologia evoluiu e ajudou a medicina a combater muitos males que antes não tinha cura. Se uma pessoa tivesse úlcera, câncer, pneumonia, tuberculose, ou qualquer outro tipo de doença grave, dificilmente sobreviveria naquela época.

Nos dias de hoje, todas essas doenças podem ser prevenidas, tratadas ou remediadas, nenhuma doença grave representa morte certa, pelo menos para quem tem dinheiro. Se a pessoa não tem dinheiro, o problema continua o mesmo.

A melhor forma de combater a pobreza é criando empregos e apoiando a iniciativa privada. A melhor forma de criar empregos seria investindo em infraestrutura, qualidade de vida, mas toda vez que os políticos se mobilizam para isso, a maldita máfia mobiliza-se para roubar a verba destinada a isso.

O povo tem muita culpa nisso, na medida em que assistem novelas da Globo ou programas do Sílvio Santos, mesmo sabendo dos crimes praticados por Roberto Marinho e Sílvio Santos. Não adianta apenas se preocupar com trombadinhas nas ruas, isso é consequência de nossa irresponsabilidade quando não pressionamos o governo para prender esses grandes bandidos.

O lado bom ou ruim disso tudo é que a sociedade sempre se adapta, para melhor ou para o pior. O que os Bilderbergers fizeram com o mundo, quando criaram o G-7, o Brasil criou aqui, excluindo a grande região do Norte e concentrando quase todas as riquezas no Sul.

Assim como na Argentina, onde todas as riquezas estão concentradas em Buenos Aires, aqui no Brasil as riquezas estão concentradas em São Paulo.

As grandes riquezas atraem as populações de todas as partes do país, e até do exterior. Com isso a região vai ganhando novas características de outras regiões migratórias e as consequências disso são os inevitáveis choques culturais.

Uma pessoa bem estruturada, com família e amigos, em uma determinada região, terá mais dificuldades em outras regiões onde não terá tanto apoio. Se a pessoa já não tem tanta saúde, condições financeiras, ou se não está preparada para ser uma pessoa empreendedora, então, os problemas serão ainda maiores.

Com o tempo, esses novos habitantes passam a constituir novas comunidades marginalizadas, boa parte acaba sendo presa.

Entretanto, uma parte consegue se reestruturar, passando a representar as classes marginalizadas na sociedade, sofrendo preconceitos, discriminação. Até que um dia essa minoria agrega novos parceiros sociais e as minorias unidas tornam-se maiorias absolutas.

Infelizmente, o crime organizado é muito forte e dependemos de bons profissionais na política e na polícia para combatê-lo, mas como a PPP faz parte dessas classes, fica difícil promover mudanças.

Resta-nos aguardar pelo momento em que a sociedade poderá se readaptar novamente, mesmo sabendo que a readaptação do crime organizado foi melhor durante quinhentos anos, mesmo sabendo que somos os maiores culpados.

By Jânio

Soluções sociais

Pirâmide dos malditos

Teoria da PPP

maio 9, 2013 - Posted by | Reflexões | , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: