Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

ALBA – Aliança bolivariana para as Américas

Peru e Colômbia avaliam a possibilidade da utilização de moeda única da ALBA.

Especialistas acreditam que a adesão destes países será um duro golpe para o dólar como divisa monetária internacional.

Colômbia e Peru estão analisando a possibilidade de negociar com a moeda da Aliança Bolivariana para as Américas (ALBA). O Banco Central da Venezuela já anunciou que ambas nações expressaram seu interesse em usar a moeda criada.

A entidade financeira venezuelana também mencionou os mais de dois anos de operações, a moeda oferecerá muitas vantagens. Isso enfatiza o sistema de pagamento unitário, garante as poupanças em moedas estrangeiras, encurta o pagamento para os empresários, além de diminuir os riscos transacionais para todas as partes interessadas.

O sucre é uma unidade de conta de compensação que substitui o uso de moeda internacional e foi criada pela ALBA, como mecanismo a ser utilizado pela Venezuela, Cuba, Bolívia, Equador, Nicarágua, Dominicanas, São Vicente e Granadas.

O analista econômico Cláudio Loser acredita que depois aderirem a essa unidade de pagamento, Peru e Colômbia poderão aumentar consideravelmente seu intercâmbio comercial com os países da ALBA.

“Eu acho que a Colômbia e o Peru, que são exportadores muito importantes, e que tem problemas em receber pagamentos de países como a Venezuela, por exemplo, em dólares, poderão aumentar suas exportações de maneira mais fácil e seguramente irão pagar de maneira mais rápida, utilizando esse sistema”, disse o analista da RT.

“O mais importante em tudo isso, é que as exportações sejam facilitadas entre os países e que não hajam restrições. É preciso que se elimine a suspeita entre os países latino-americanos e é claro que o Sucre pode ajudar, se for bem trabalhado,” concluiu Loser.

Fonte: RT-TV

Comentário: Todos nós sabemos a polêmica que o euro provocou no mundo inteiro e as consequências para os países membros. Os países da ALBA estão seguindo por um caminho que países como Grécia não gostariam de ter entrado, se arrependimento matasse…

Dizem os habitantes dos países mais afetados pela crise que a Alemanha conseguiu o que queria.

Como um país como a Grécia poderia ficar isolado do resto da Europa? O mesmo vale para Portugal, Espanha, etc.

Quem mais ganhou com isso foram os Bilderbergers, que puderam espalhar suas riquezas por todos os países desse mercado comum. São esses mega-empresários e banqueiros que seriam capazes de provocar uma guerra mundial para defender seus interesses.

Quem mais perdeu, naturalmente, foram os Estados políticos que agora estão, mais do que nunca, nas mãos desses capitalistas, investidores e banqueiros. No Brasil nem há mais o que roubar, já está tudo nas mãos dos banqueiros, exceto o que já foi para os paraísos fiscais.

Eu não concordo que a ALBA poderá ser um duro golpe para o dólar, como moeda internacional. A economia americana, assim como o dólar, é gigantesca e até a dívida está na mão dos mega-empresários.

Entretanto, a ALBA poderia vir a ser um começo, uma semente, mais uma alternativa a ser utilizada como válvula de escape para problemas econômicos globalizados, além de ajudar a conter a crise à nível regional, protegendo alguns países.

Essa é uma visão otimista, porque se essa medida visar interesses de empresários, então o problema será o mesmo de qualquer bloco econômico/mercado comum.

O primeiro exemplo de mercado comum, BENELUX, formado pela Bélgica, Nederland (Holanda) e Luxemburgo, tinha objetivos bem claros de fortalecer o comércio entre esses três países, deu certo até essa crise mundial.

Os dois anos mencionados no texto, credenciam essa iniciativa com regular e interessante. Somado ao fato de que os países envolvidos tem economias similares, assim como culturas em comum, falarem a mesma língua, etc., isso também ajuda.

Eu não acredito que daria muito certo, se fossem incluídos países com economias diferentes, como o Brasil e Paraguai, mas isso também depende das regras estabelecidas, ou seja, como nós não as conhecemos, só nos resta esperar e torcer.

A China tem promovido acordos bilaterais entre os países separadamente, mas a sua intensão parece ser claramente para fortalecer, ou seja, não tem interesse em prejudicar seus parceiros. Prova disso, é que a China tem feito acordos em épocas distintas.

Outro exemplo da prática internacional chinesa, foi o acordo com o Brasil. O acordo foi mal feito e Lula teve de voltar para reajustar.

Em acordos dessa natureza, é  muito importante observar a distribuição de renda entre as pessoas desses países e suas infra-estruturas, caso contrário, pode acontecer uma crise como a europeia. Depois da crise, se países como a Grécia forem abandonados, haverá consequências.

Políticas truculentas causam guerras e conflitos, como no Oriente Médio, ou pode enlouquecer toda uma população, criando psicopatas e maníacos, como acontece na sociedade americana e ameaça também o Brasil, seu clone.

Nada disso deverá acontecer na ALBA, um mercado comum socialista e que, pelo menos por enquanto, ainda não possui problemas complexos, pretensiosos, megalomaníacos.

Eu sou contra blocos econômicos, já que são anti-democráticos, onde as regras são elaboradas independentemente do que as pessoas pensam. Basta perguntar para seus idealizadores se gostariam de transformar todos em um só país e um só presidente, todos seriam contra.

Também não sou ingênuo a ponto de achar que vivemos em uma democracia, ou que todos os governantes são justos. Tudo depende das regras e do grau de dependência a que esses países serão submetidos.

By Jânio

Blocos Latino-americanos

Anúncios

agosto 6, 2012 - Posted by | internet | , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: