Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

A economia brasileira em 2.011

Economia Brasileira

Números da Economia

Nunca na história desse país, a economia esteve tão bem, e nunca o resto do mundo, com exceção dos BRICS, esteve tão mal.

A China tem a sua ditadura inquestionável; a Índia tem o seu admirável mundo novo, com os ricos de um lado e os pobres do outro; a Rússia vacila entre o futuro e o passado e a África sofreu grandes mudanças para criar um cartão postal para o mundo, deixando seu lado obscuro fora do foco.

O Brasil tem um pouco dos problemas de cada um desses países, muito bem disfarçado, naturalmente.

Qualquer país do mundo tem dificuldades para conviver com uma taxa de juros de cerca 3%, mas o Brasil já chegou a pagar 15%, 20%.

Isso demonstra a força do país, mas demonstra também as distorções imposta por essa política de juros.

A taxa de juros é só a ponta do iceberg, tudo começa com as altas taxas de impostos, o que gera muita corrupção e impossibilita a livre concorrência, fato que poderia evitar essa política com juros exorbitantes. Sem concorrência, o mercado fica instável e vulnerável, e a especulação, gera ainda mais impostos, como temos observado.

Agora vem a notícia boa para a economia, se é que se pode chamar isso de notícia boa:

O Brasil passou quinhentos anos maquiando sua política, enquanto a economia mundial se tornava mais dinâmica. Hoje, os homens mais ricos do mundo que investem no país, necessitam de estrutura, desenvolvimento, para ganhar dinheiro, e é isso o que tem pressionado o governo a rever suas políticas econômicas.

A taxa de juros é uma das mais baixas da história da economia brasileira, mesmo sem ter baixado os impostos. Na realidade, os impostos nem existem para os ricos, como podemos observar em leis que isentam importação e outros tipos de escândalos, ou seja, a corrupção ainda é um grande problema brasileiro.

Enfrentamos os mesmos problemas de educação, saúde, transporte, segurança, etc., no Brasil inteiro, isso porque os compadres dos políticos entendem que é melhor roubar que investir onde deveriam. Fatos bizarros de superfaturamento ocorrem em toda parte, sem que se possa fazer nada, já que os marginais tem ligações com os políticos de cada região.

… e o Brasil ainda cresce…

01) Risco País – O risco país tem estado estável, já que nada consegue abalar uma economia blindada com sangue e suor de pessoas pobres. E, nesse caso, não há limite mínimo nem máximo.

O Risco Brasil está em 228, com poucas oscilações.

02) Internet – Se é verdade que o projeto de lei SOPA não conseguiu vencer sua primeira batalha, também é verdade que os donos do poder não desistiram, mas a briga vai ser boa, afinal, são 58 milhões de internautas só no Brasil. No último ranking, o Brasil estava com 46 milhões de internautas, e quanto mais internautas, maior a pressão à elite.

03) Taxa de Juros – A taxa Selic está em 10,50 e, mesmo com pressão do COPON, é uma das menores taxas de juros da história. Se está bom? De maneira alguma, como eu disse, nenhum país rico consegue pagar sequer 4% de juros, quanto mais 10%.

Se o Brasil quer crescer, precisa inevitavelmente diminuir a taxa de juros.

O governo repassa dinheiro para aumentar o crédito, ao primeiro sinal de crise, os bancos escondem o dinheiro e pegam mais. E quando aumenta a inflação, o governo paga mais pelos títulos, e pegam o dinheiro de volta, justamente dos bancos, que ficam novamente sem dinheiro e o povo sem crédito.

04) A cesta básica teve um aumento maior que a inflação, 8,82%, mas isso também nem conta, afinal, se a demanda pela cesta básica aumentou, é porque os pobres estão voltando a comer, o que poderá melhorar a saúde, mas não graças ao governo.

05) Desigualdade Social – O Brasil é o segundo país com a maior desigualdade social, no G-20, e é um dos mais desiguais também entre os países em desenvolvimento.

A comparação com os países ricos seria boa, se não fosse a crise deles. No caso dos países em desenvolvimento, o Brasil ainda tem muito para melhorar nesse quesito.

By Jânio

Anúncios

janeiro 24, 2012 - Posted by | Policia | , , , , , , , , ,

1 Comentário »

  1. […] from: A economia brasileira em 2.011 « Made in Blog Tweet This Post   No […]

    Pingback por A economia brasileira em 2.011 « Made in Blog | Brasil: Economia Global | janeiro 25, 2012 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: