Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O projeto de cadeias particulares

projeto para bandido

Cadeias Privadas

O Brasil tem um projeto de criação de cadeias particulares, um projeto polêmico sem dúvida.

Essa ideia que surgiu nos EUA, na década de 80, já foi discutida até em filmes infanto-juvenis como Robocop. No filme, empresas particulares mostravam sua força, inclusive decidindo o futuro de policiais particulares.

Durante a crise, a empresa não pensa duas vezes, antes de cortar salários e demitir policiais grevistas.

Em meio a essa crise, a cidade fica abandona à própria sorte, lembrando muito o caso PCC. Também há denúncias de ligação desses empresários com o crime organizado.

Quando eu vi essa notícia na RT-TV, eu fiquei surpreso, afinal eu sempre esperei por uma privatização da saúde, mesmo depois da desastrosa privatização na área de transporte, como pedágios e cartéis de empresas de ônibus.

Quando verificamos o caos nos serviços públicos, sempre achamos que pior não pode ficar, mas basta observar melhor para termos um ideia diferente. As empresas privadas não tem interesse em regiões onde a privatização que não gere muito lucro.

Outro dado curioso foi relacionado a federação, Minas Gerais e Pernambuco são os dois estados mais interessados no projeto de privatização das cadeias.

Sendo Minas Gerais reduto de Aécio Neves, PSDB, e da oposição ao Governo, finalmente eles assumiram seu interesse em privatização. Na realidade eles não tem nada a perder, o PT tem crescido muito, mesmo com tantos escândalos.

Curiosamente, os escândalos tem ajudado o PT, cada vez que um desses políticos é flagrado, todos ficam em alerta máximo, inclusive a oposição.

Os números da RT-TV são discutíveis, segundo eles, há cerca de 470.000 presos onde deveriam haver 300 – Todos nós sabemos que o problema carcerário brasileiro é muito pior que isso.

Cada preso deverá custar cerca de 70 reais, ao dia, para o Governo.

As críticas da pastoral carcerária faz sentido: Vamos imaginar os maiores empresários do Brasil, como Sílvio Santos e Paulo Maluf, investindo nessas áreas. Evidentemente, os crimes federais irão diminuir, os crimes estaduais passarão a ser muito mais vantajosos.

Os empresários serão encarregados de suas próprias prisões, poderão também prender os políticos de Sorocaba, Taubaté, Campinas ou Jandira, melhor, nem precisarão prendê-los, poderão transformar suas mansões em cadeias privadas, reduzindo os gastos com diárias.

Essa mania de seguir as idéias de primeiro mundo é elitista, interesse de grandes capitalistas. O PSDB e aliados deveriam ser mais criativos, deveriam estudar os sistemas carcerário da Argentina, Paraguai, Uruguai.

A idéia de que a iniciativa privada poderá ser mais eficiente, quando há interesse público envolvido, principalmente as classes marginalizadas, constitui-se num grande equívoco.

O PSDB arrisca toda sua reputação, sabendo que se tudo der errado, será o fim do PSDB.

O fim de um partido, no Brasil, é como fechar uma empresa e abrir outra…e fica tudo como está.

Fonte: RT-TV

By Jânio

Anúncios

junho 22, 2011 - Posted by | Política | , , , , , , , ,

2 Comentários »

  1. Olá, achei sua posição importante diante deste digamos “impasse”, mas que é um caso muito delicado e deve ser pensado é; não vejo com maus olhos exceto pelo lado de que com certeza o crime organizado terá a faca e o queijo em mãos e não será difícil a manipulação de crimes por interesse financeiro, o que ja há, só que elitizado, sorrateiro, camuflado, no entenato vemos surgir e sair da penúmbra este tipo de “trabalho criminal”, pois é, virou trabalho roubar; da forma que andam aprovando tudo que é imoral no Brasil não duvido a aprovação do roube, no meio político existem os especialistas no caso, são excepcionais larápios, doutra forma também, não acho que seria o fim do PSDB, tantos outros governos já implantaram projetos dígnos de extinção e estão atá hoje, é um risco.
    Parabéns por essa postagem, nota mil.

    Comentário por rogermaxrjs.com.br | junho 22, 2011 | Resposta

    • Olá Roger:

      Nota mil para seu comentário também, obrigado.

      Esses projetos polêmicos que nem o primeiro mundo se arrisca, é muito comum no Brasil. A elite não olha como estão os problemas de educação no país, achando que alguém vai entender o que está se propondo.

      Legalização da maconha, eutanásia, privatização, pode ser muito bom, sob o ponto de vista dos doutorados pela USP, mas para os letrados nas novelas das seis, sete, oito, nove, dez e onze, nunca enterão.

      Essas classes são facilmente manipulados pela igreja e política.

      Porque não testaram essa bendita privatização na FEBEM, será que o Govenador paulista não tem coreagem?

      ABS

      Comentário por icommercepage | junho 23, 2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: