Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O dia em que o mundo conheceu o apocalipse

segunda guerra mundial

Imagens do Apocalipse

O ano de 1.945 foi um ano difícil para o mundo esquecer. Havia esperança, Mussolini fora vencido, a Alemanha estava isolada.

O Presidente dos Estados Unidos, Harry Truman, não estava satisfeito. Os EUA haviam investido muito no projeto da bomba atômica, essa talvez fosse a última chance que teriam de usar a bomba, mostrar ao mundo a arma americana.

Nunca saberemos o que realmente aconteceu, a história não registra seus bastidores, o jogo sujo da espionagem. Acredita-se que os espiões alemães souberam que os americanos haviam finalmente criado a bomba, isso porque todo o desenvolvimento fora em parceria indireta, tendo os espiões e mercenários como intermediários.

Sabendo do progresso americano, que já havia feito várias explosões da bomba, em subterrâneos no deserto, os líderes alemães começaram a abandonar Hitler. Os alemães se renderam no dia sete de maio, só então os aliados descobriram que Hitler já havia se suicidado dias antes, provavelmente em abril de 1.945.

A estrutura militar alemã era, até então, a maior do mundo, a ponto de desafiar a poderosa Inglaterra, Rússia e todas as grandes potências. Mesmo depois de várias derrotas e perder seus aliados, o exército alemão resistia.

Depois da morte de Hitler, o exército alemão continuou na guerra, sem comunicação e sem saber o que acontecia. Renderam-se alguns dias depois.

Cerca de três meses depois, Harry Truman apresentava ao mundo a sua versão do apocalipse, detonando as bombas atômicas de Hiroshima e Nagazaki.

No dia quinze de agosto de 1.945, mesmo mês da explosão das bombas, o lapão se rendeu.

A indústria de armas nunca parou. Patrocinada pelos EUA e pela URSS – antiga Rússia e seus aliados – as armas de guerra e destruição se espalhou pelo planeta.

A política de alianças se expandiu, dividindo o mundo ao meio.

Durante muito tempo, a indústria bélica foi um dos fatores importantes para o desenvolvimento econômico da URSS e dos EUA. As campanhas e informações mostraram o preço a se pagar por uma guerra, mesmo assim, o livre comércio de armas nos Estados Unidos mostra as suas consequências.

Só para o Egito, em 2.010, era um bilhão de dólares, isso em tempo de crise.

O revanchismo (medo) sempre foi uma das causas das guerras, assim como o mundo ignorava a força dos EUA, os EUA ignoraram a capacidade do mundo de produzir bombas.

Hoje, os EUA provocam apenas países que não tem a bomba, a ponto de um político de esquerda, brasileiro, propor a criação da primeira bomba atômica brasileira.

Países instáveis, como Irã e Iraque, eram um problema para os americanos, já que eles não assinavam a proposta de não proliferação de armas nucleares, acordo que autoriza os EUA a fiscalizar sua tecnologia de enriquecimento de urânio.

Durante muitos anos, a guerra Irã x Iraque foi patrocinada pelo petróleo, hoje, o terrorismo são os responsáveis pela instabilidade do Oriente médio, sendo financiados pelos magnatas do petróleo. Quanto mais guerra, maior será o preço a ser pago pelo barril.

Em pouco tempo, o barril que custava vinte, trinta, quarenta dólares, atingiu os três algarismos.

Foi o medo de uma guerra nuclear e do revanchismo que levou os EUA a criar o tratado da não proliferação de armas nucleares, mas tudo não passa de um jogo de poder.

A criação da bomba atômica fez os poderosos sentirem medo pela primeira vez.

Em 1.991 a quantidade de países que tinham a bomba já passava de uma dezena, já passava de uma dezena a quantidade de países que dominavam a tecnologia também. Desses países, todos assinaram o tratado da não proliferação de armas nucleares.

Acontece que o jogo de poder tem um objetivo, dinheiro, e é o dinheiro também que faz com que mercadores mercenários negociem essas tecnologias. Sempre haverá um país em dificuldades financeiras, no seleto grupo dos países com a bomba.

Lista dos países com a bomba em 1.991:

01 – EUA

02 – China

03 – Rússia

04 – Índia

05 – França

06 – Israel

07 – África do Sul

08 – Finlândia

09 – Inglaterra

Países que dominam o enriquecimento do Urânio:

01 – Alemanha

02 – Suíça

03 – Suécia

04 – Itália

06 – Taiwan

07 – Coréia do sul

08 – Bélgica e Holanda

Esses últimos assinaram o tratado da não proliferação nuclear.

A questão agora, não é quem tem a bomba, mas o preço a se pagar pela bomba.

Países pequenos e subdesenvolvidos como o Paquistão, poderiam ter a bomba.

Enquanto os Estados Unidos escondem o nome do Presidente do país, na época mais “importante” da história, esquecem-se que os vilões nessa história de guerra nuclear, sempre serão eles mesmos.

By Jânio

fevereiro 16, 2011 - Posted by | Internacional | , , , , , , , , , ,

9 Comentários »

  1. […] O dia em que o mundo conheceu o apocalipse « Made in Blog Tweet This […]

    Curtir

    Pingback por O dia em que o mundo conheceu o apocalipse « Made in Blog | Veja, Brasil | fevereiro 16, 2011 | Responder

  2. […] here to read the rest: O dia em que o mundo conheceu o apocalipse « Made in Blog Tweet This Post acordo-que, armas-nucleares, eua, fiscalizar-sua, iraque, Notícia, […]

    Curtir

    Pingback por O dia em que o mundo conheceu o apocalipse « Made in Blog | Veja, Brasil | fevereiro 16, 2011 | Responder

  3. essa lista tá desatualizada hein, a coreia do sul possui até bomba de neutrons ja

    Curtir

    Comentário por wilbor | fevereiro 18, 2011 | Responder

  4. O Brasil também domina o enriquecimento de urânio.

    Abraço

    Curtir

    Comentário por Julio | fevereiro 18, 2011 | Responder

    • Valeu Júlio:

      Eu me descuidei com isso. Recentemente os EUA ficaram tentando por obstáculo no programa nuclear brasileiro.

      Obrigado pela informação.

      ABS

      Curtir

      Comentário por icommercepage | fevereiro 19, 2011 | Responder

  5. […] Depois do holocausto veio o apocalipse […]

    Curtir

    Pingback por Grupo extremista assusta até os radicais « Made in Blog | maio 21, 2012 | Responder

  6. […] Depois do holocausto veio o apocalipse […]

    Curtir

    Pingback por Política internacional dos fortes « Made in Blog | setembro 12, 2012 | Responder

  7. […] Depois do holocausto veio o apocalipse […]

    Curtir

    Pingback por Cinco dias para uma catástrofe econômica « Made in Blog | outubro 13, 2013 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: