Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

As chacinas de Filhos da lua

traídos pelas crenças

Massacre dos albinos

Um caso curioso e interessante, para reflexão, está acontecendo na Tanzânia. Uma chacina, com elementos de crueldade, onde a religião, preconceito, discriminação e tradição se misturam.

Para variar, a política está no meio, com sua incompetência de sempre. A polícia ineficiente é suspeita de receber propinas para fazer vistas grossas, deixando as vítimas em pânico e isoladas.

As vítimas, nesse caso, são os filhos da lua, ou albinos, conhecidos assim por não poder viver bem de dia, devido a sua pele despigmentada.

Os albinos são pessoas que nascem com distúrbios no organismo, provocado pela falta de reações enzimáticas, responsáveis por dar cor a pele, olhos e pelos. Nâo são específicos do ser humano, as plantas e os animais possuem essa pequena distorção também; curiosamente, nas plantas, o albinismo parcial, provocando manchas, transformam essas mesmas plantas em plantas exóticas e raras, contrariamente ao que acontece com os seres humanos, onde a distorção se torna uma maldição.

Eu tenho dito que as palavras escritas, nem sempre exprimem o que falamos, muito menos o que pensamos, por isso é preciso pensar muito naquilo que vamos escrever e que será dito por outras pessoas. Até hoje, teorias, doutrinas, e ideologias tem sofrido o impacto das consequências, ou inconsequências, nesse processo, é assim que surgem as laranjas mecãnicas.

A questão da comunicação padronizada é polêmica, não se pode padronizar o pensamento, a fala e muito menos a escrita, também não se pode estipular uma comunicação social, quando cada ser é individual, surgindo desse conjunto o conceito de sociedade. Como poderiam evoluir, pessoas que pensam exatamente da mesma maneira? – A informação, por sua vez, deve ser de forma mais direta possível.

Alguns ursos são exibidos como raridade, portanto albinos, quando, na realidade, tem apenas os pelos brancos. Uma raça de gorilas raríssima, e que vive aproximadamente quarenta anos, realmente é albina, e é exibida nos zoológicos como atração.

Os seres humanos se escondem, vivendo na marginalidade. As estatísticas são falhas, o que se sabe é que a concentração de albinos, na Tanzânia, é muito maior do que o número verificado em outros países.

Segundo alguns dados levantados, o número de albinos não passavam de cerca de quatro mil, quando na realidade o número era muito maior, mais de cento e setenta mil, segundo estimativa da associação dos albinos da Tanzânia.

Há relatos comoventes, como o de uma família onde nasceu uma menina albina, para não sofrer discriminação, o pai e os filhos maiores abandonaram a família, permanecendo apenas a mãe junto a menina.

Pode parecer surpreendente, mas para quem conhece o drama de perto, sabe que a fuga é uma constância, nas vidas dessas pessoas e seus familiares. A culpa nesse caso é das tradições e costumes, onde acredita-se que partes dos albinos pode servir de preparo para poções mágicas, resultando em ataques, mortes ou mutilações, de pessoas portadoras do albinismo.

Os albinos são atacados e mutilados, sem cirurgias nem anestésicos, a golpes de machados. Há, nesse caso, o comércio de partes do corpo do albino, onde o receptador chega a pagar uma soma em dinheiro, pela dita “matéria prima” de suas poções milagrosas (diabólicas).

Os albinos que deveriam ser especiais, como de fato são, acabam pagando caro pela suas características particulares.

A boa notícia é que os albinos, conscientes de seu elevado número, criaram a primeira associação de portadores de albinismo, assim, com uma estimativa de portadores, com isso o governo se viu pressionado, tanto pelas pessoas, quanto pelos veículos de comunicação e pessoas do mundo todo.

Os albinos tem uma expectativa de vida menor que a média da população, além de não poderem se expor ao sol.

É preciso parar de ver o albinismo como uma doença ou como um problema, assumindo de vez que essa é sua condição de vida, vamos deixar eles viverem.

Hoje, já se encontram em melhor situação, devido as informações e educação que a sociedade vem tendo, mas o perigo continua.

Fontes: BBC e Wikipedia.

Texto: By Jânio.

abril 9, 2010 - Posted by | Internacional | , , , , , , , ,

8 Comentários »

  1. Olá Jânio,

    Por mais me viva, continuo a admirar-me com o preconceito e estupidez humana. Não conhecia este problema a fundo, nem fazia ideia que os albinos eram motivo para mutilações e transacções. Muito boa tua matéria.

    Abraços
    Luísa

    Curtir

    Comentário por Luísa | abril 9, 2010 | Responder

    • Olá Luisa:

      …e olha que eu fiz só um resumo do que acontece por lá.

      As histórias são muito tristes, então procuramos informar sem que, com iso, o texto fique muito forte.

      O exemplo dos albinos da Tanzânia deve ser seguido, a criação de associações é a única forma de proteger-se da da bestialidade humana, mesmo as tradicionais.

      ABS

      Curtir

      Comentário por Janio | abril 10, 2010 | Responder

  2. Realmente para mim uma surpresa, nem podria imaginar que houvessem tais fatos.
    Abraços forte

    Curtir

    Comentário por Principe Encantado | abril 9, 2010 | Responder

    • Olá principe:

      Há algum tempo atrás, dizia-se estarmos na era da informação, eu diria que hoje é que estamos na era da informação. Todos os veículos de comunicação sabem que se não informarem, alguem informará.

      A internet não deixará que nada passe em branco.

      ABS

      Curtir

      Comentário por Janio | abril 10, 2010 | Responder

  3. entendo perfeitamente como eles se sentem.
    Incrivel como os seres humanos isolam ou exterminam pessoas com algum tipo de diferença de vida e sobrevivencia.

    abçs

    Curtir

    Comentário por Diego | abril 9, 2010 | Responder

    • Olá Diego:

      Realmente é muito triste.

      A postura da sociedade, diante dos fatos, tem um papel triste nessas histórias, na maioria das vezes, é preciso que algum órgão internacional interfira, para que algo ocorra.

      Depois de vinte e cinco mortes e várias mutilações, nos últimos anos, nenhuma investigação foi feita, ninguém foi condenado. Isso leva a crer na força da tradição e costumes locais, costumes pagãos e primitivos que nunca foram interrompidos.

      ABS

      Curtir

      Comentário por Janio | abril 10, 2010 | Responder

  4. QUE POST FANTÁSTICO!
    AMIGO JÂNIO

    Devo lhe confessar que jamais pensei existir uma populçao tão numerosa o quanto esta!!!
    Sabe amigo, são tantas coisas tristes que nos chegam que acabamos por ir desacreditando em quase tudo. Uma situação desta, por vezes alguns até duvidam existir, mas o pior é que existem e está às claras, basta se dispor a pesquisar só um pouquinho e surgem casos as centenas.
    Faço questão de lhe parabenizar pela exaustiva pesquisa para poder nos presentear mais um texto de qualidade.
    Abraços fraternos,
    LISON.

    Curtir

    Comentário por LISONN | abril 9, 2010 | Responder

  5. Olá lisonn:

    Essas histórias são tão tristes que pensamos muito antes de publicar, mas a história é feita de bons e maus momentos.

    Precisamos corrigir o que está errado, algumas vezes mesclando notícias boas, para evitar um possível mergulho na loucura.

    Agradeço a coragem e vontade dos comentaristas. É preciso ter o estômago forte para suportar essas informações.

    ABS

    Curtir

    Comentário por Janio | abril 10, 2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: