Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O homem do braço de ouro

terceira visão

Além dos olhos

A vida das pessoas comuns não tem muito valor, em um sistema capitalista, aliás, nenhum sistema dá muito valor a vida de um indivíduo. ironicamente, apenas alguns estadistas tem o seu peso avaliado em ouro, apesar de os políticos serem a escória da humanidade, com raras exceções.

Se um indivíduo normal, um “zé ninguém” já não tem muito valor, imagine se essa pessoa for relativamente incapacitada por uma doença. Nesse caso, passa a ser um transtorno para a família, para a sociedade.

A vida nos mostra casos em que refletimos sobre questões comuns, situações raras que nos ensinam o valor do ser-humano. A própria Bíblia deixa bem claro uma incógnita,  o Messias voltará em situação muito mais inusitada do que pensamos, ou seja, poderá ser aquele mendigo deitado na rua, ou poderá ser aquele preso que não recebe visitas; poderá até estar entre os velhinhos solitários no asilo, ou aquele louco no hospital psiquiátrico, calado, cuja única frase é “Eu sou o messias”.

Nós nunca saberemos, mas, a julgar como anda nossa carruagem, não chegaremos à lugar nenhum, dependendo de nossos atos, poderemos até mergulhar num sofrimento eterno, numa chama que consumirá nossa alma, queimando em remorsos, até restar um nada absoluto.

As recentes notícias contam a história de um menino, James Harrison, um menino doente que, aos catorze anos, precisou de uma cirurgia no peito, foram cerca de catorze litros de sangue doados (sabem essas coincidências? – às vezes me parecem sinais, querendo nos dizer alguma coisa; cheguei até a me lembrar dos Nardonis, ele com 31 anos pegou trinta e um anos de cadeia, ela com vinte e seis, pegou vinte e seis anos de reclusão), parece que alguma coisa paira no ar, dizendo que há uma força muito maior regendo o Universo, as pessoas cegas às forças divinas, são justamente aquelas que estarão no centro do processo.

Graças ao transplante de catorze litros de sangue, e ao tratamento intensivo, os médicos descobriram que o jovem era portador de um tipo raro de sangue. Pois bem, esse sangue passou a se estudado pelos cientistas australianos, identificado sua composição, o sangue foi usado para a criação de uma vacina, usada na prevenção de uma outra doença, conhecida como Rhesus ou Hemolítica, que ataca os fetos  de mulheres grávidas, devido a incompatibilidade entre tipos sanguíneos, RH + e RH -.

O australiano, hoje com 74 anos, já foi responsável por prevenir a doença em mais de dois milhões bebês, até seu neto foi beneficiado.

O australiano passou a ser conhecido como “O homem do braço de ouro”, depois de quase mil doações de sangue, com um seguro avaliado em um milhão de dólares australianos, cerca de dois milhões de reais.

Mesmo depois de ouvirmos uma história fantástica como essa, podemos não nos dar conta de algo que nos está sendo mostrado, algo muito além de nossa segunda visão, apesar de a maioria achar que é mais uma grande curiosidade da vida.

By jãnio

março 30, 2010 - Posted by | curiosidades | , , , , , , ,

11 Comentários »

  1. Olha, existem os “Zé ninguem” invisivel e sem valor p/ sociedade. E aqueles “Zé ninguem” que nasceram com sorte. Diria que, esse Zé ninguem, só teve seu valor, pq o interesse foi mútuo.
    legal a historia.
    abçs

    Curtir

    Comentário por Diego | março 30, 2010 | Responder

    • Olá Diego:

      É certo o que você falou, só visando lucro nossa sociedade capitalista reconhece o nosso valor, contudo, se atentarmos aos fatos da vida, notamos várias lições que nos mostram toda a grandeza dos Zés ninguém.

      Um grande abraço.

      Curtir

      Comentário por Jânio | março 31, 2010 | Responder

  2. Muito interessante sua observação.
    Realmente existem coisas que acontecem que não tem explicação a não ser acreditarmos que a força superiora de Deus é que faz acontecer
    Excelente

    Curtir

    Comentário por J Aparecido | março 30, 2010 | Responder

    • Olá J. Aparecido:

      É muito bom saber que você entendeu o recado do texto. Quem sabe se as escrituras não continuam sendo escritas, e só nós não nos damos conta? – “A resposta, meu amigo, está no ar”.

      Um grande abraço.

      Curtir

      Comentário por Janio | março 31, 2010 | Responder

  3. Gostei achei muito interesante e fiquei mesmo preso na leitura, valeu amigo por estapartilha.
    Abraços forte

    Curtir

    Comentário por Principe Encantado | março 30, 2010 | Responder

    • Olá Principe:

      Eu é que agradeço pela atenção e constância para com meus artigos. Na medida do possível, estamos sempre por aqui.

      ABS

      Curtir

      Comentário por Jânio | março 31, 2010 | Responder

  4. Que Post Fascinante!
    AMIGO JÂNIO, é surpreendente e envolvente a história narrada por você. Um fato verídico que nos remete a repensar tantas coisas, por isso é que sempre estou a pensar que as muitas coisas podem mudar para melhor a vida em questão de segundos, seja através de um “Zé ninguém” ou de qualquer outro ser humano, afinal, todos estão por aqui para cumprir uma missão.
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    Curtir

    Comentário por LISONN | março 30, 2010 | Responder

  5. Olá Lisonn:

    Na minha infância, assisti uma história de ficção, onde um mendigo era atendido em um hospital. O mendigo era visto como um indigente, candidato a estudos científicos e anatomia, quando a terra começou a dar sinais de apocalípse.

    Para espanto de todos os funcionários que atendiam o paciente, os fatos começaram a ser relacionados ao mendigo, cada vez que o mendigo sofria uma parada, a Terra tremia, chegando ao ponto em que estavam cientes que se o mendigo morresse, a Terra entraria em colapso, não me lembro o final, mas foi um filme emocionante.

    Nuca pensei que, um dia, veria fatos parecidos e reais.

    ABS

    Curtir

    Comentário por Jânio | março 31, 2010 | Responder

  6. […] O homem do braço de ouro […]

    Curtir

    Pingback por Árvore gera ouro na Austrália « Made in Blog | novembro 4, 2013 | Responder

  7. […] O homem do braço de ouro […]

    Curtir

    Pingback por Portador da síndrome de down com licenciatura « Made in Blog | junho 27, 2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: