Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Planejamento prévio do empreendimento.

transformando objetivos

transformando objetivos

Além de uma boa oportunidade, antes de se começar um negócio, é preciso saber se é isso o que realmente gosta, se é isso o que realmente quer.

Para que um empreendimento tenha futuro, é preciso que a pessoa tenha prazer em desempenhar a função, goste de fazer o que se propõe.

Quanto mais idéias a respeito de um empreendimento, formação na área pode ajudar muito, além de reunir o máximo de informação possível, a respeito do negócio, maiores as chances de sucesso.

Ter profissionais experientes, na área, é uma estratégia de bons empresários, mas não basta para um pequeno empreendedor que está começando.

Não existe uma receita pronta, mas antecipar os futuros problemas, ter o máximo de estratégias prontas, antes de determinados problemas, é muito importante.

Quando algumas pessoas estão conversando, sempre surgem idéias, críticas a respeito de determinado assunto, ou negócio. Prestando mais atenção, principalmente em seu público alvo, pode-se resolver um problema antes que ele aconteça.

Se uma pessoa pretende abrir um mercado, antes de iniciar seu empreendimento, deverá conhecer de perto as donas de casa, suas reclamações sobre esse ou aquele mercado, o que esta desagradando. É preciso ter certeza que se pode fazer melhor, antes de começar.

Se o público é jovem, é preciso se misturar aos jovens, só assim pode se ter uma ideia clara do que eles pensam e gostam, podendo-se fazer o melhor para eles.

Quando se diz que um empreendedor nasceu pronto, fica claro que o seu dom, sua vocação,  o que ele gostava, se revelou precocemente, aumentando sua chance de sucesso.

Analise, detalhadamente, sua concorrência, imagine sua atuação em meio a toda essa concorrência, jamais comece seu negócio antes de ter certeza que conseguiu planejar tudo.

O SEBRAE, órgão ligado a consultoria de pequenas e micro-empresas, constatou através de pesquisa que 31% das empresas paulistas fracassam no primeiro ano de atividades, 60% não conseguem chegar a cinco anos de funcionamento.

Vale ressaltar aqui a região, São Paulo é extremamente competitivo. É preciso estar bem preparado frente a tanta concorrência, admitindo-se até a franquia como estratégia, quando a concorrência esta muito  acirrada.

Algumas formas de se obter informações, incluem conversas com funcionários da concorrência, conversas com seus gerentes, e, em alguns casos, com os próprios donos dos negócios.

Após a conversa, é preciso analisar detalhadamente como as empresas se encontram financeiramente, quais são as possibilidades do negócio, oportunidades não aproveitadas pela concorrência, quais são os nichos verificados e que não foram aproveitados, etc.

Os três pontos levantados em 2002, pela pesquisa do SEBRAE, como determinantes no fracasso das micro e pequenas empresas foram: planejamento prévio, estruturação do negócio e gestão.

Conversando ou pesquisando com funcionários, gerentes ou empresários concorrentes, de várias funções diferentes, pode-se criar um plano de como estudar o mercado, seus problemas, dificuldades e soluções.

Empresários mais experientes costumam fazer suas pesquisas em cidades distantes, assim estes não se sentirão ameaçados.

Questões levantadas pelo SEBRAE, na fase de planejamento prévio:

Localização ou ponto – O ponto é uma questão muito importante, por exemplo, se você quer alugar bicicleta, pode ficar longe do centro. Da mesma forma, deverá ficar longe do centro se pretende abrir uma pousada.

Resumindo, seu negócio deve estar onde seu público alvo se encontra, é preciso se analisar a possibilidade de, o negócio, ficar ou não na rua principal ou não, neste caso a pesquisa é fundamental.

Processo de venda – Este é o ponto principal, como conseguir atingir as metas, quais são as armas da concorrências. Alguns empreendedores, que tem no sangue a vocação ou que são bons observadores, passam a vida observando o que acontece no mundo empresarial, o que os empreendedores fazem, etc.

A publicidade, o marketing, atendimento,  estão sempre a disposição, onde nem sempre a publicidade paga é a que traz o melhor retorno. A imagem pessoal do proprietário ou responsável, folhetos, cartazes, panfletos, tudo fira ferramenta na hora da venda, inclusive promoções e sorteios, desde que tragam o retorno esperado.

As formas de pagamento, quanto maior a variedade de formas de pagamento, maior o potencial de veda. Vale lembrar o que disse um famoso publicitário: “Antes de iniciar uma campanha, analiso o potencial do produto, a gestão da empresa, de nada adiantará eu criar uma boa campanha para uma padaria, se ela não faz pães de duas em duas horas, que é o que as pessoas estão pedindo, a última palavra quem dá é o consumidor”.

A arquitetura e instalações – Antigamente não se dava tanta importância para estes detalhes, isso mudou, o ambiente deve estar sempre bem atualizado, de acordo com o público que é esperado, aliás, a opinião do público é ponto chave.

Operação do negócio – Pelo menos uma pessoa da equipe de funcionários deve ser do ramo, especializada ou estar atualizada com as formas de operação do negócio.

Treinamento dos funcionários – Se faz necessário que pelo menos uma pessoa seja do ramo para que possa efetuar de forma satisfatória esta etapa.

Gestão – É preciso estipular os objetivos e transformá-los em metas com prazos determinados, como atingir estas metas. Deixar de ser perfeccionista e aproveitar todas as idéias possíveis, corrigir os rumos da gestão.

Futuro – Como estará seu negócio no futuro. Planejamento a longo prazo, quem cuidará do negócio nas férias, quantas horas deverá trabalhar ao dia.

Este é o tipo de negócio que você gostaria de ter o resto da vida?

A oportunidade é diferente de ideia na cabeça – A oportunidade esta diretamente ligada a lei da oferta e procura, montar um negócio não é como uma brincadeira de criança, implica em responsabilidade, talvez de toda uma vida, por isso é preciso escolher bem.

Se há procura, se ha possibilidade de lucro, se o lucro cobre as despesas e  o lucro líquido é maior do que outras aplicações.

Por isso é preciso escolher algo que realmente goste, para fazer o melhor.

Principal fonte: SEBRAE

julho 24, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 4 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: