Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O perigo está na internet.

perigo na rede

perigo na rede

Se fosse para explicar o que é um Hacker na gíria, certamente, poderíamos utilizar  “quem mete o nariz onde não é chamado”.

Um Hacker vive constantemente na “corda bamba”, podendo mudar para o lado negro, “Black Hat” ou manter-se fora do crime, preferindo trabalhar desenvolvimento de sistemas, o que não quer dizer que seus conhecimentos não sejam usados por outros.

O termo Hacker vem de hacks, que por sua vez designa modificações em reles eletrônicos, só utilizado em modificações, em programação, mais tarde.

A palavra Hacker vem do inglês, e tem vários significados: pessoa inovadora, rápida, resolve problema, fuçador.

Hoje, o Hacker é a pessoa que modifica um equipamento ou software, está sempre em busca de brechas, falhas de segurança.

Podemos identificar dois equívocos aqui: Achar que o Hacker só mexe com programação, achar que o Hacker possui grande capacidade mental e pouco relacionamento social.

Vamos definir um Hacker como uma pessoa que resolve um problema através da compreensão de sua origem, após estudo, tentativas e erros.

Apesar de ser uma forma mais demorada, o Hacker é meio que autodidata, a medida que começa a quebrar a cabeça, cria um caminho alternativo de aprendizado, podendo inclusive identificar falhas imperceptíveis, visto de forma convencional.

Processos desconhecidos, limitações de programação que os meios convencionais jamais ensinariam.

Apesar de ir contra a moral e ser ilegal, na maioria das vezes, os verdadeiros Hackers fuçam mas não costumam prejudicar.

A principal vítima dos Hackers sempre foi a Microsoft, além de algumas outras empresas que utilizam falhas, de propósito, para enviar informações de seus usuários.

Os verdadeiros Hackers, ao contrário dos Crackers, sempre invadiram sistemas, forçando a internet a aumentar sua segurança.

Os Hackers invadem principalmente banco de dados, avisam seus responsáveis. Por outro lado, os Crackers utilizam estas informações em proveito próprio,: informações bancárias, senhas, o que você escreve, etc.

Os Hackers, além disso, descobrem falhas em transações eletrônicas, comunicação digital, redes empresariais, cartão de crédito e sistemas de computador.

Os verdadeiros Hackers, tornam as falhas públicas, obrigando as empresas a resolver seus problemas.

Um dos sistemas mais explorado pelos Hackers, foi o sistema Windows. Foram centenas de falhas, desde sua primeira versão, falhas só conhecidas por especialistas em segurança digital de grandes empresas, são raras as exceções.

julho 2, 2009 Posted by | segurança | , , , , , | 11 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: