Made in Blog

Divulgação, internet, downloads, blogs, web2.0

Sociedade programada

Mundo Controlado

Mundo Controlado

Se opinião é igual a ponto de vista, naturalmente, não pode haver opinião pública, já que não existem pontos de vista públicos. Entretanto, admitindo-se a possibilidade da formação da opinião pública, opinião e ponto de vista não poderiam ser a mesma coisa – eu, particularmente, acho que quem segue a opinião pública, de fato, não pensa, não tem ponto de vista.

Pode até parecer exagero, mas é a partir dessa e de outras ideias que eu sou contra as opiniões públicas. Se uma pessoa forma opinião pública, de fato ela não pensa, afinal, cada um de nós tem uma cabeça, e não é só para enfeitar o corpo.

A sociedade não é muito criativa de um modo geral, a maior parte das pessoas estudam as mesmas coisas, aprendem as mesmas coisas. Um curso superior pode ser importante para o ego de uma pessoa, mas não ajuda tanto assim.

Pausa: Eu me lembro do diálogo entre um médico e um engenheiro recém formado – notem a diferença entre as visões, a partir das ciências humanas e ciências exatas.

– Você já terminou o curso? – médico.

– Sim. Agora só falta pegar a carteira – engenheiro.

– Por que você quer a carteira? – médico

– Sem a carteira, o meu curso não teria nenhum valor – engenheiro.

– Que nada, nenhuma empresa séria está interessada na sua carteira – médico.

– Eu sei, mas se acontecer de uma autoridade me parar… – engenheiro.

– O que você vai fazer? – médico.

– Eu apresento a minha carteira, mostrando que sou uma pessoa de boa reputação – engenheiro.

– Se você se atrever a mostrar a carteira para um policial, você vai cometer um crime e estará em uma grande encrenca – médico.

A questão do dom é muito importante, mas não se pode confundir profissão com entretenimento.

Nos dias de hoje, há falta de profissionais nas áreas de ciências exatas e a culpa disso é a falta de filosofia, educação adequada e informação sobre mercado de trabalho.

Só por aí, já dá para se ter uma ideia dos problemas que podem ser gerados em uma sociedade, caso não estejamos atentos.

Como sociedade, não somos muito criativos e dá para contar nos dedos a quantidade de físicos que se destacaram ao longo da história, entretanto, a física quântica deu mais importância às ciências exatas e deverá torná-la mais popular entre os acadêmicos.

Ironicamente, depois de se tornar maldita, depois do apocalipse da bomba nuclear, a física poderá nos mostrar um caminho de sabedoria, conhecimento e muita informação.

Não há dúvidas que a sociedade é programada desde o seu limiar, quando passou a se utilizar da fala para se comunicar e trocar informações, mas isso apenas se considerarmos a evolução do ser humano.

A fala é um tipo de comunicação que pretende transmitir todo o nosso pensamento, desde que estejamos a fim de compartilhá-lo – funciona de maneira programada.

A sociedade tem forçado as pessoas a acelerarem o aprendizado de seus filhos, para que tenham vantagens em um mundo tão competitivo.

O importante para a sociedade não é ter um filho precoce, mas fazer com que ele seja o melhor da turma ou, no mínimo, um dos três melhores, para que tenha privilégios em relação aos seus professores.

Mas há um grande grupo de pessoas que são muito difíceis de serem programados. Eles não são diferentes, mas tem o cérebro resistente a programação social.

Alguns são canhotos e relativamente ambidestros, outros são epilépticos, autodidatas ou apresentam algum tipo de distúrbio que acelera ou retarda o cérebro em relação aos cérebros programados.

Um autodidata assume essa postura para conseguir sobreviver, mas eu não estou falando só de alguém que aprende a tocar um violão, jogar futebol, marcenaria, mecânica, química, etc., eu estou falando de alguém que aprende tudo isso de maneira genial, com um domínio completo sobre o que cria ou manipula.

Os empreendedores não são necessariamente geniais, mas possuem a maior quantidade de habilidades possíveis em um ser humano, ou capacidade de aprender sem muita ajuda. Enquanto os empreendedores tornam-se grandes gestores de pequenos grandes negócios, as pessoas geniais se transformam em grandes consultores ou conselheiros.

Essas pessoas geniais já existiam há milhares de anos, se não considerarmos a evolução do ser humano mas, sim, da sociedade e, mesmo antes de falar, participando da primeira atividade social programada, já eram criativos e inteligentes.

É possível notar, na Idade média, o que poderia ter ocorrido na antiguidade, ou ainda nos primórdios dos tempos, se é que a humanidade surgiu aqui na Terra. Onde pessoas que não dependiam tanto da sociedade, e com uma capacidade de raciocínio maior, tornavam-se magos, bruxos ou semi-deuses.

Estamos numa nova era extremamente teórica, obscura e perigosa para os manipuladores de mentes, onde os poderosos pressentem uma grande transformação da humanidade, onde o que poderia ser o despertar da superconsciência para nós, poderia ser definitivamente o apocalipse para eles.

By Jânio

Profissões com falta de pessoas qualificadas

Duvidosa filosofia da vida moderna

Física quântica vai revolucionar a internet

Comunicação por símbolos

Com os dois lados do corpo

Despertar para a superconsciência

Rebeldes que desafiam o sistema

O mistério do sonambulismo

A obscura natureza da mente humana

O que uma pessoa com epilepsia sente

Epilepsia – Quando a mente tem um ataque

O despertar para a superconsciência

  • Sonhos Lúcidos
  • Lado obscuro da mente
  • Pesadelos reais
  • Significado dos Sonhos
  • Faça você mesmo

    dezembro 12, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 3 Comentários

    O despertar para a superconsciência

    superconsciência

    Homem do Futuro

    A psiquiatra Shafica Karagulla tinha uma idéia ambiciosa, a busca de resposta para as perguntas que a atormentavam. Se a idéia já era difícil de realizar, ser reconhecida seria ainda mais difícil.

    Formada em 1.940, depois de dezesseis anos de profissão, a doutora ousou lançar um olhar ao obscuro universo da ciência oculta, propondo-se a estudar a paranormalidade.

    Depois de milhares de anos de existência, o homem ainda desconhece a sua natureza obscura. Revelar-se ao mundo, na Idade Média, poderia levar uma pessoa paranormal à fogueira.

    O mundo mudou muito desde a Idade Média, mas não está mais tolerante, pelo menos em alguns casos.

    Os conhecimentos ocultos são muito mais numerosos que os divulgados às pessoas comuns, podem ser usados como ferramentas de controle da sociedade, para curar pessoas ou em benefício próprio.

    As sociedades secretas são exemplos de tradições milenares cujos conhecimentos são um mistério, assim como os artistas de circo. Há tradições hebraicas, egípcias e uma infinidades de outras que nem sequer imaginamos.

    Os paranormais estão por toda a parte, mesmo assim não são muitos. Falta um elo de ligação entre a ciência e a ciência oculta, termos como ocultimo podem gerar ainda mais preconceito.

    Insatisfeita com os tratamento de choque, muito comum até a década de cinquenta, essa psiquiatra, Karagulla, tornou-se cientista. Estudou a eplepsia no Canadá e tomou conhecimento da paranormalidade através de um livro de Joseph Millard, em New York, Mente Aberta, onde era narrada as experiências de um sensitivo chamado Edgar Cayce.

    Cayce, o misterioso homem dos milagres, despertou em Karagulla o desejo de estudar o “sentido superior de percepção”.

    Depois de um estudo inédito com várias pessoas sensitivas, publicou seus primeiros livros sobre o tema.

    A psiquiatra afirmava que o homem não se limita a matéria, citando os impulsos elétricos – a possibilidade de o cérebro emitir impulsos elétricos, idéia que surgiu na década de 20, sendo medidos, hoje, pelos encefalogramas.

    Foi desenvolvido um aparelho que constatou um campo energético ao redor da forma material. Toda essa energia estaria relacionada com as glândulas pineal, pituitária, hipófise, tireóide, gônadas, supra renais e timo, essa energia estaria interligada à espinha e ao sistema nervoso.

    Segundo a doutora, os sensitivos não são extra sesoriais, possuem, sim, uma percepção superior, ou seja, alguns sentidos são mais desenvolvidos que a média.

    “O campo energético tem três níveis: o físico, o emocional e o mental. O corpo etérico é o campo de integração que, como o gene, é a soma total do que a pessoa é. Como o gene, também é o padrão do nosso corpo fisico, do emocional e do mental. Esses padrões determinam a qualidade da pessoa que somos ou vamos ser. Tudo o que até há pouco tempo considerávamos manifestações exclusivas do corpo físico é, primeiramente, manifestação do corpo etérico.

    Assim, as perturbações em qualquer nível se revelam no corpo etéreo e podem ser detectadas antes que passem ao corpo fisico.”

    Segundo a doutora, o homem não estaria limitado apenas à matéria, mas a toda a energia que o cerca.

    A doutora também afirma que não se deve utilizar meio artificiais para fazer experiências, apenas pessoas equilibradas podem se desenvolver naturalmente.

    Na sociedade em que vivemos, ser equilibrado é quase impossível. Talvez um retiro temporário para equilibrar nossa mente, fosse a solução.

    Segundo a médica, a energia do corpo pode ser abastecida pela natureza, pessoas centradas em si mesmas sugam a energia das outras, ao invés de obter essa energia naturalmente.

    A médica ainda revela que os homens dos milagres seriam doadores de energia, os supernormais. Essas pessoas ultrapassam a dimensão da consciência, atingindo a superconsciência.

    Estamos prestes a presenciar o nascimento do homem do futuro, talvez um homem capaz de equilibrar a sua mente até mesmo em meio ao ambiente conturbado em que vivemos, onde o inconsciente seria o passado, o consciente é o presente e o superconsciente será o futuro.

    Pessoas dotadas de superconsciência podem ser narcisistas, egocentricas ou concentradas em si mesmas, essas pessoas devem interagir com outras mentes, facilitando o processo de crescimento, ajuda mútua e a busca de si próprio(a), isso possibilitará o equilíbrio mental.

    Fonte: Wikipedia

    By Jânio

    maio 29, 2011 Posted by | Ciências | , , , , , , | 11 Comentários

    José Alencar e Elizabeth Taylor – Semelhanças e Diferenças

    Homem Forte

    Governo Brasileiro

    José não era de Alencar, era o próprio Alencar.

    Um político que também não era santo, pois sabia que não há santos na política.

    Era um homem maduro, enérgico como um empresário experiente, mas sem perder a voz macia de um líder político.

    Durante sua campanha, o PT já havia planejado tudo, só faltava encontrar um vice para o Lula.

    José Alencar era o candidato a vice perfeito, acrescentava o que o PT não tinha.

    Foi um homem rico e pobre, empresário e político.

    Era o oposto de Lula, não tinha nada de inocente, ingênuo, inexperiente ou idealista. Formava com lula, uma chapa perfeita, dando ao partido a credibilidade que faltava, diante do empresariado brasileiro.

    Depois da eleição, vencida por Lula, iniciava-se a caça às bruxas. Radicais contrários ao Governo, começaram a ser expulsos.

    Essa atitude do partido, transformou José Dirceu em inimigo número um dos aliados do Governo.

    Com coragem, José Alencar foi firme em suas críticas à política econômica. Sempre contrário às altas taxas de juros, apesar de não especificar diretamente os principais fatores envolvidos ao universo da política de juros altos.

    Pausa: Há duas formas de combater a inflação: A maneria certa e a forma errada. A maneira errada é justamente aumentar os juros, impostos, inibindo o livre mercado, aumentando a corrupção, financiamentos obscuros, calotes aos bancos, atuação de laranjas, etc.

    A maneira correta de combate a inflação é a oposta: Baixando os impostos, as taxas de juros, propiciando um aumento considerável na concorrência, ao mesmo tempo em que a corrupção deixa de ser útil estrategicamente ao mercado.

    Continuando: Depois de insistir em duras críticas ao Governo, Alencar foi indicado para o Ministério da Defesa, e ele não foi o único a passar por esse castigo.

    O Ministério da Defesa é o único ministério onde não se pode falar nada, nesse ministério, a República Federativa Militar do Brasil reina em sua forma mais “pura”.

    Depois de passar por tamanha responsabilidade, Alencar tornou-se mais moderado quanto às suas críticas. Ficando mais experiente, foi mais útil ao Governo.

    A sua doença veio mostrar a hora de diminuir o trabalho, as responsabilidades, pensar mais em si mesmo.

    Apesar da doença, Alencar nunca parou. Continuou o tratamento, mas não abdicou do cargo de Vice-Presidente.

    Logo após o fim do mandato de Lula, exatamente três meses depois do final, José Alencar chegou ao fim de sua estrada. O conselheiro, amigo, ex-vice-presidente e leal companheiro do ex-presidente, disse adeus a família, aos amigos, partidos e ao povo brasileiro.

    O Brasil perde um líder político que ousou criticar o poder, um poder ao qual ele próprio fazia parte, aos 79 anos.

    Certamente ele partiu na hora certa, como ele mesmo dizia: “Deus não precisa de câncer para me levar, quando chegar a minha hora, ele me levará”.

    Ele terminou os mandatos, todos os dois.

    Alencar morreu com a mesma idade de Elizabeth Taylor, atriz falecida há alguns dias atrás. Eles não eram iguais, mas tinham várias coisas em comum.

    Ambos eram fortes;

    Começaram a trabalhar na infância, o que lhes trouxe muita maturidade e responsabilidade social;

    Apoiaram pessoas expostas à opinião pública, em seus momentos mais difíceis: Michael Jackson e Lula;

    Enfrentaram suas doenças e resistiram até o fim, com bom humor, ironia e sem perder a dignidade;

    Ambos eram muito ricos;

    Taylor enfrentou a maldição da viúva negra, Alencar enfrentou a maldição dos vices.

    Encerraram sua jornada, ambos aos 79 anos;

    Apesar de tanta semelhança, também Haviam diferenças:

    Elizabeth Taylor não nasceu pobre como Alencar;

    Enquanto Elizabeth Taylor iniciava sua carreira no auge, José Alencar trabalhava para viver:

    Elizabeth taylor esteve, com sua família, dividida entre os EUA e a Grâ-Bretanha;

    Alencar nunca deixou dúvidas de que era mineiro, da terra das contradições políticas;

    Elizabeth Taylor sempre esteve sob as luzes dos holofotes, da fama; Alencar manteve-se discreto.

    Elizabeth Taylor e José Alencar: Diferenças e semelhanças de duas pessoas que nasceram fortes…e viveram.

    By Jânio.

    março 30, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

    Melhores filmes com pessoas paranormais

    pessoas estranhas

    Pessoas Paranormais


    O que você faria se encontrasse alguém dizendo que veio do planeta Krypton, alguém que voasse e fosse à prova de balas? – Certamente sairia correndo, não é mesmo? – Pelo menos é o que eu faria.

    De certo modo, todos os super-heróis das revistas em quadrinhos são estranhos. Ninguém tem medo deles, pelo menos nas revistas, mas fora delas, mesmo esses seres que admiramos na infância, são criaturas muito estranhas.

    O sobrenatural e o desconhecido causam medo, mesmo assim, criamos formas de separar o que nos parece normal do que não seria.

    Bruxas são personificadas naquelas que invertem os conceitos da sociedade, são asquerosas, estranhas, malignas e possuem uma filosofia contrária ao que acreditamos.

    Até Edgar Rice Burroughs pode assustar, pelo menos na versão cinematográfica de Tarzã, em Greystoke.

    Acredito que o cinema mostra uma versão mais próxima da realidade, se comparada aos quadrinhos, mas ainda fica longe da qualidade dos livros.

    Por isso imaginar Stephen King escrevendo o roteiro de X-Men, para Brian de Palma dirigir, é pedir demais…mas não se preocupe, você pode ver isso no cinema, não os X-Men, mas “Carrie – A estranha.”

    A seguir, listamos vários filmes com pessoas superdotadas. Nesta lista, poderemos notar que as inspirações podem variar muito, desde as inocentes revistas em quadrinhos até os mais terríveis filmes de horror; das comédias aos dramas, com suspense bizarro; até ficção ciêntífica poderá ser encontrada nessa lista.

    Nos anos 70, a revista Cripta mostrava o que havia de melhor no gênero fantástico, terror/ficção.

    Vejam a lista:

    01 – Corpo Fechado – Bruce Willis pode ser um homem imune a tudo – ou seria apenas sorte? – até encontrar seu arqui-inimigo samuel L. Jackson, um homem frágil, que se considera azarado.

    O desenhista de histórias em quadrinhos provoca acidentes, na esperança de promover o herói, mesmo que pessoas tenham que morrer para isso – O que seria dos heróis sem os vilões? – Ironiza.

    02 – A fúria – Kirk Douglas é um agente do governo que perde a cabeça, quando seu filho paranormal é sequestrado. O agente descobre uma conspiração do próprio governo para treinar superdotados.

    O diretor Brian de Palma mostra seu estilo, a câmera lenta, além do talento para lidar com personalidades estranhas. No elenco, John Travolta, Amy Irving, sissi Spacek, Nancy Allen …

    03 – X-Men – A revista X-Men se destacava das outras, por mostrar o lado obscuro dos superdotados. Um grupo de super-heróis e anti-heróis quase bizarros, representando uma ameaça aos donos do poder.

    No cinema, foi uma das melhores adaptações, ficando bem próxima das histórias originais em quadrinhos.

    04 – Carrie – A estranha – Uma menina atormentada pelo fanatismo da mãe, possuindo uma força mental descomunal, começa a perder o controle e a ficar instável. O que parecia apenas uma pessoa estranha, indefesa, começa a se tornar um perigo a todos, mas principalmente para ela mesma.

    Brian de Palma criava seu melhor filme até então, seguindo a linha de “A Fúria”, com um final surpreendente.

    05 – Scanners – Um grupo de pessoas com grande poder da mente é caçado pela polícia, revelando mais um mestre do cinema fantástico para o mundo, David Cronenberg.

    06 – A hora da Zona Morta – Depois de ficar em coma muito tempo, por causa de um acidente de carro, um homem adquire a capacidade de ver o passado e o futuro das pessoas, mas isso não agrada algumas pessoas.

    Eu já disse que a dupla king e de Palma era insuperável? – Pois é, além de Brian de Palma, David conenberg e Stanley Kubrick aproveitaram os livros de Stephen king.

    07 – Abra los Ojos – Refilmado como Vanila Sky, a história mostra um homem que sofre um grave acidente, fica com o corpo deformado. o playboy que não dava a mínima para a vida, torna-se um homem amargurado, enlouquecendo aos poucos.

    08 – Efeito Borboleta – Um homem tem a capacidade de viajar no tempo, com a força da mente, podendo mudar a realidade, o problema é que cada vez que ele tenta mudar alguma coisa, compromete o futuro.

    09 – Camisa de Força – Segue a mesma linha de Efeito borboleta, mas com um roteiro ainda melhor trabalhado, a ponto de o personagem parecer estar em uma dimensão alternativa. O resultado é surpreendente, como o fato de o personagem principal confrontar-se com ele mesmo.

    10 – A Montanha Enfeitiçada – Filme simpático, como todos os filmes feitos pela Disney.

    Um casal de gêmeos superdotados, separados na infância, consegue se encontrar, mas isso é só o começo para um mistério maior ainda.

    11 – Doutor DoLitle – Edie Murph faz um médico que consegue literalmente falar com os animais. Numa idéia que parece totalmente idiota, Edie murph parece se dar muito bem.

    Mais uma história em quadrinhos, aproveitada para o cinema. No cinema brasileiro, essa idéia ainda não trouxe resultados.

    12 – Do que as mulheres gostam – Mel gibson consegue ler a mente das mulheres, literalmente falando – ou pensando – podendo tirar vantagens dessa situação.

    É claro que isso vai dar encrenca, mas nem a história, nem o final, vão além do regular.

    Obs: Bruce Willis, ex-Demi Moore, gostou tanto desse estilo de filme que fez mais três. Além de “Corpo Fechado”, “Sexto Sentido”, “Mercury rising”, “Os doze macacos”.

    O atual namorado de Demi Moore, Ashton Kutcher, também gosta desse estilo, como podemos comprovar no insuperável “Efeito Borboleta”. Isso me leva a crer que Demi Moore gosta muito de estórias em quadrinhos.

    Melhores filmes de ficção

    Melhores filmes de viagem no tempo

    Top Musicais

    By Jânio

    março 12, 2011 Posted by | Cinema | , , , , , , , , , , | 11 Comentários

    Pessoas

    pensamentos instáveis

    Sentimentos em Palavras

    Para se falar em pessoas, estudá-las e entendê-las, primeiro é preciso esquecer tudo o que nós já lemos ou ouvimos sobre nossa origem e natureza. Podemos também aceitar tudo o que já foi dito e estudado, seguindo esse processo de evolução ou robotização.

    Conhecendo os fatos de que a civilização egípcia não era inferior a nossa, mas só diferente, chegamos a suposição que o mundo não evoluiu, apenas se modificou.

    Durante muito tempo, o homem travou inúmeras batalhas para dominar a Terra, durante essas batalhas, várias civilizações evoluídas foram exterminadas. Eu poderia afirmar, com certa tranquilidade, que durante os últimos dez mil anos não demos um passo sequer, rumo a uma suposta evolução.

    Nossa história nunca foi democrática, nunca atenderam o desejo do povo. Os povos que satisfaziam o desejo da população evoluiram, mas foram destruídos pela maioria dos povos que eram bárbaros.

    Todas as falsas ideologias, como busca de ar fora da atmosfera, guerras pela paz, prisões em nome da liberdade ou assassinatos em nome da vida, tudo foi tempo perdido.

    O homem não pode ficar sem pensar, mas quando pensa, seus semelhantes não estão incluídos em seus planos.

    Os maiores filósofos da história são pragmáticos em afirmar que não sabemos nada de nós mesmos. Algumas idéias surgidas em momentos instáveis da sociedade, portanto, invulneráveis à mudanças, são responsáveis pelo controle das populações atuais.

    Antes da Segunda Guerra Mundial, por exemplo, havia uma tendência à procura de auto-afirmação do povo alemão, frente aos problemas sociais. Durante essa época, as idéias de Charles Darwin, com insinuações  não assumidas sobre a origem do homem, ganharam força. Tudo isso ocorreu numa época instável da sociedade; seria como uma idéia pensada sob encomenda.

    Todas as tentativas de inclusões de sistemas estrangeiros, em um país decadente, foram um fracasso. Não se pode resolver problemas sociais a curto prazo, sem resolver a base do problema, a pobreza.

    O homem precisa manter a mente ocupada, para não enlouquecer.

    A religião tem sido muito eficiente nesse campo, mas só funciona em tempos de paz, estabilidade. Quando essa harmonia é rompida, o pensamento entra em processo de busca de novos ideais.

    O homem tem consciência de sua existência biológica, onde vive e se reconhece, além de conviver com outras pessoas.

    Um problema que surgiu com nossa necessidade de nos comunicarmos, através da fala, foi a impossibilidade de transmitir tudo o que sentimos através das palavras. Apesar de toda nossa evolução, somos doentes, usando quase toda nossa mente para manter as aparências.

    Nossa mente tem um nome bastante sugestivo, parece controlar nosso comportamento, nossos hábitos, manter nossa aparência, tornando-nos, muitas vezes, incapazes de administrar nossa própria vida.

    A comunicação vocal, social, torna-nos escravos de nosso próprio modo de viver, até quando pensamos, pensamos por palavras. Isso não deveria ser normal, deveríamos ser livres, pelo menos em nossos pensamentos.

    Em meio a teorias e incertezas, perdemos a nossa capacidade de pensar livremente, para seguir os pensamentos e sonhos de nossas líderanças.

    Quando dormimos e sonhamos, vendo-nos em situações incompreensíveis, nosso subconsciente parece mostrar-nos realidades que não são nossas, na realidade deveria ser.

    Há conflitos de idéias até sobre Deus ser ou não uma pessoa, as pessoas que discutem, na maioria são ateus. As pessoas que mais crêem, ou pensam crer, não tem a mínima idéia de como é o céu, ou o que Deus representa para elas.

    Nesse caso, o nascimento de Jesus Cristo ajudou a resolver parte de nosso problema existencial. Quando Jesus diz: “Ninguém vem ao pai, senão por mim”, Jesus soluciona uma parte de nossos problemas.

    Com o tempo, o homem criou outras pessoas:

    Pessoa Jurídica – A lei separa a pessoa física e a pessoa jurídica, essa é uma boa alternativa de se elitizar a sociedade.

    A comandita, uma empresa identificada como “Limitada”, a pessoa empresta dinheiro do banco e, caso a empresa vá a falência, essa pessoa não fica devendo nada. Para uma pessoa que não seja da área, fica difícil aceitar esse processo, separando a empresa (pessoa jurídica) da pessoa física.

    Esse é um privilégio para quem consegue pensar como o sistema, promovendo-se através dele, com amigos deputados, governadores, prefeitos e empréstimos com juros baratos.

    A pessoa jurídica é apenas uma das várias formas de se esconder da justiça, podendo ser através de multinacionais, fundações, ou as duas juntas.

    Recentemente, numa investigação no Banestado, banco estatal do Paraná, foi descoberto um esquema bilionário de lavagem de dinheiro. A prisão de doleiros, dificulta esse tipo de operação, para pessoas comuns.

    Pessoas Virtuais – A era da informação trouxe uma nova visão de pessoas, a elite não estava preparada para isso. Pela primeira vez, pessoas comuns puderam  manifestar-se.

    Falar o que se pensa, denunciar; por mais que se tente bloquear o poder dessas pessoas virtuais, mas  elas se rebelam contra o sistema. Já há organizações incumbidas da identificação de movimentos rebeldes, anarquistas, mas isso não está surtindo o efeito que se esperava.

    As consequências desse fenômeno de comunicação, pode ser notado ao redor do mundo, com vitórias constantes dos movimentos políticos de esquerda. Nem o imbatível capitalismo manteve-se intacto, diante dessas manifestações populares.

    Agora tentam censurar a informação na rede, mas o processo iniciado pela internet já está avançado demais para ser interrompido.

    Finalizando, a gestão de recursos humanos pode soar meio capitalista, tentando estipular valor ao ser-humano, mas, se isso parece pejorativo e humilhante à primeira vista, na realidade é uma conquista para os cidadãos, antes uma pessoa não tinha nenhum valor para uma empresa.

    By Jânio

    outubro 23, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , , | 7 Comentários

    A menor mulher e homem do mundo

    menor mâe

    Menor Mulher

    Um dos temas mais buscados nos buscadores, segundo o site Delicious, é: “Qual é a menor mulher do mundo?”. Sendo assim, passaremos a apresentar um pequeno texto, baseado em wikipedia e outras fontes da internet.

    Pessoas de baixa estatura, portadora de nanismo, ou pessoas pequenas como elas preferem ser chamadas, já que os outros termos são pejorativos, sendo anão o pior deles.

    As pequenas pessoas tem seu crescimento afetado pela hipófise, chamado algumas vezes de nanismo hipofisário, uma inversão do transtorno dos gigantes, já mostrados aqui no post “os homens mais altos do mundo.”

    O nanismo pode ter até duzentas causas diferentes, por isso nem sempre é possível tratar de todas as causas. As pessoas pequenas também podem levar uma vida perfeitamente normal, já que sua baixa estatura não implica necessariamente em problemas de saúde.

    É necessário atenção médica ao nanismo, mas nem todos possuem problemas de saúde.

    Há casos de pessoas de baixa estatura que não tem nada a ver com nanismo, onde um homem de família baixa, casa-se com uma mulher de família baixa. Na áfrica há uma civilização de pequenas pessoas, onde todos são pequenos, com as partes do corpo proporcionais ao seu tamanho.

    onanismo

    Primeiro Registro

    Lúcia Zarate, mexicana nascida em 1.864, em San Carlos, foi a primeira pessoa identificada como o nanismo.

    Ela mudou-se para os Estados Unidos e trabalhava em um circo, tornou-se artista e foi considerada uma mulher de grande carisma para atrair público.

    Quando seu trem de circo ficou encalhado na neve, nas montanhas de Sierra Nevada, Zarate sofreu hipotermia e faleceu em 1.890.

    Sua altura foi registrada em 0,55 m de altura. 

    O nanismo, em um pais de gente alta, como é o caso dos Estados Unidos, eram pessoas de estatura abaixo de 1,47 cm, cerca de um metro e meio de altura. Essa definição enfrentou problemas, já que pessoas de baixa estatura são muito comum em paises latinos, especificamente no México, além de tribos africanas, como já mencionamos.

    Assim o nanismo passou a definir pessoas com transtorno na hipófise, com partes do corpo desproporcional a sua altura. Essa definição ainda é discriminatória nos dias de hoje, já que nem todas as pessoas pequenas apresentam problemas de saúde, são raros os casos de doenças.

    A Hipotonia, ausência de músculos,  e acondroplasia, distúrbio no crescimento ósseo, são comuns em pessoas reconhecidamente portadoras de nanismo.

    Veja a lista de menores pessoas do mundo:

    http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_shortest_people

    Stacey Herald, veja primeira foto, a menor mulher do mundo,  com apenas 71 cm de estatura,foi a primeira a assombrar o mundo ao dar a luz com sua gravidez de risco.

    A menor mulher do mundo foi aconselhada a desistir da idéia da gravidez, já que o risco seria grande. Os médicos advertiram que se o bebê crecesse muito, poderia esmagar seu pulmão e coração.

    A natureza falou mais alto, Stacey teve, não um, mas três filhos até hoje, ainda avisou que queria mais.

    Em kentucky, Estados Unidos, a menor mulher do mundo, aos 36 anos, já teve seus três filhos e quer ter mais, mesmo contrariando os médicos.

    Dois dos filhos de Stacey tem onanismo, enquanto um dos bebês nasceu com estatura média, como o pai de 27 anos.

    Apesar dos problemas pós-parto, o terceiro bebê de Stacey sobreviveu. A princípio o temor era que o bebê nascesse com os ossos quebrados, isso não ocorreu, mesmo assim ele teve hénia e parada cardiaca.

    menor artista

    Menor Homem

    O menor homem do mundo é Edward Hino Hernandez, um colombiano que foi registrado no Guiness book, como o menor homem do mundo.

    Com apenas 70 cm de altura, Edward é dançarino e,  como todo artista, sonha grande. Ele pretende fazer um filme, caso haja oportunidade.

    Edward reclama de preconceito, fora isso,  leva uma vida quase normal.

    Edward cresceu apenas 40 cm desde que nasceu, mas os médicos ainda não descobriram porque ele não cresce desde os dois anos.

    encontro inusitado

    O menor e a maior

     
    Um encontro que chamou muito a atenção do mundo inteiro, foi o encontro do Mongol He PinPing, ex homem mais baixo do mundo, com a Russa Svetlana Pankratova, mulher com as pernas mais longas do mundo, no centro de Londres.

    O encontro foi na festa de lançamento da nova edição do  Guiness Book.

    maior homem

    Tallest Man

    By Jânio

    setembro 7, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

    Como melhorar o mundo, mudando nossa realidade

    fazendo a diferença

    como mudar o mundo

    Recebi um pedido muito interessande, no blog madeinblog/icommercepage, a pergunta era rápida, mostrando que a pessoa não tinha muito tempo ou que estava desanimada demais para se manifestar, de maneira mais convincente.

    Foi quase um pedido de socorro.

    Muitas pessoas, mal informadas, podem imaginar que fazer uma grande mudança, no lugar onde moram, é a coisa mais difícil do mundo, não é.

    As alternativas, tanto para mudar uma situação de violência, crime, ou qualquer outro tipo de problema, ligado a infra-estrutura, possui muitas maneiras de serem resolvidas. Muitos direitos, que as pessoas tem, não são muito divulgados, principalmente na área de previdência e assistência social. Talvez o descaso não seja só das autoridades políticas, pode ser um pouco nossa culpa também.

    A pergunta de Alcinei, me deixou muito emocionado. Uma pergunta curta, objetiva e simples, mostrando um tipo de manifestação que a gente não costuma ver em instituições políticas.

    A pergunta de Alcinei mostra o desejo de mudança, um sentimento que deve ser mantido sempre vivo em nós.

    Eu pensei comigo, algumas pessoas querem mudanças, estão dispostas a isso. O mais difícil, pessoas dispostas a mudar o que está errado, nós já temos, então basta passar as informações necessárias para que essas informações ocorram.

    As informações devem ser objetivas e simples, como a pergunta de Alcinei.

    Com isso, poderemos amenizar os problemas de pessoas que já sofrem com o dia-a-dia.

    Se cada um de nós faz um pouco, para a melhoria do meio em que vive, poderemos mudar o mundo.

    By Jânio

    Alcinei – Gostaria de receber ajuda para mudar a realidade do meu bairro alguem me ajude.

    Olá Alcinei.

    Você pode escolher várias alternativas, as quais passarei a enumerar.

    01 – Criar associações de moradores – esse é o meio mais convencional, mais tradicional de resolver os problemas de seu bairro. Nesse caso você pode obter ajuda de vereadores e políticos que tem interesse nesse tipo de projeto, mesmo assim, as associações são totalmente independentes de políticos, podendo inclusive atuar contra, ideologicamente.

    02 – Caso more numa cidade grande, ou próximo, poderá procurar uma ONG, não é difícil de encontrar, basta se informar, em instituições adequadas, podendo ser igrejas ou estabelecimentos públicos, como a escola, por exemplo.

    03 – Uma alternativa radical – veja o que falta, com urgência, em seu bairro, faça um abaixo assinado, procure um promotor. Atenção, quanto mais assinaturas, acompanhadas de suas reinvindicações, melhor o resultado. Não precisa ser só assinaturas de pessoas do bairro, qualquer pessoa pode assinar, acompanhado do número da carteira de identidade.

    Quarenta ou cinquenta assinaturas, não bastam, corra atrás.

    Eu tenho certeza que você vai conseguir melhorar, e muito, os problemas de seu bairro. Boa sorte.

    ABS

    Esse post é dedicado à essa pessoa, tão especial, que mostra o desejo de muitas pessoas, espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, um sentimento que pode fazer uma grande diferença.

    dezembro 14, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 14 Comentários

       

    Seguir

    Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

    Junte-se a 217 outros seguidores

    %d blogueiros gostam disto: