Made in Blog

Divulgação, internet, downloads, blogs, web2.0

A incrível história do bebê de 29 anos

maria aldenete

Bebê de 29 anos

Uma mania que nós temos, banalizar dramas reais, crimes policiais e políticos,  poderia ser explicada pela maneira como isso é divulgado, sem público nem horário certo. 

Nem é um caso para a censura, bastaria que a empresa deixasse de pensar em dinheiro, separando o material e o público que pretente atingir.

Há casos reais, onde o drama das pessoas não deve ser visto como um produto a ser oferecido em horário nobre, mas em horários onde as pessoas certas possam refletir melhor. Na maioria desses casos, não deveria haver a necessidade de se oferecer esmolas a essas pessoas, mas exigir que o Estado cumpra com sua obrigação, nomeando a pessoa que deverá cuidar desse problema social.

Durante a minha infância, conheci muita gente deficiente, a maioria enfrentava o preconceitos. A maioria mora em regiões metropolitanas hoje, onde há mais associações direcionadas para esse povo.

No sertão do ceará, em Caucaia,  um caso que comoveu o Brasil inteiro, foi o caso de um bebê de 29 anos de idade que não cresceu. Não é um caso de altura, como outros que temos citados, mas um caso de envelhecimento, ou ausencia desse.

Segundo informações da própria família, Maria Aldenete tem problemas na glândula endócrina, motivo pelo qual ela não envelheceu, permanecendo bebê.

O descaso teria sido das autoridades pública da saúde, já que a família não tinha condições financeiras para cuidar da menina. Se fosse tratada, quando ainda era bebê, o problema poderia ter sido resolvido.

Esse caso me lembrou de outro, o Ferrugem, mas no caso do Ferrugem, celebridade que estampava capas de livros de Matemática, o caso não aconteceu quando ele era bebê, como é o caso de Maria Aldenete.

Maria Aldenete virou manchete de jornais e telejornais, caso a família cobrasse cachê, seria suficiente para cobrir as despesas da menina pelo resto da vida.

Vivendo graças a doações, Maria Aldenete é criada pelo pai e pela madrasta. Com vinte nove anos, ela é um eterno bebê.

Na fase em que nasce, o bebê precisa de atenções especiais, quando o profissional da saúde toma as devidas precauções, nada de anormal deverá acontecer. O acompanhamento peso/altura é fundamental até os treze ou catorze anos, quando o corpo entra no estágio final de desenvolvimento.

Mesmo em cidades pequenas, poderia-se ter encaminhado o bebê para a capital, onde os hospitais Universitários teriam tratado gratuitamente. Nesses casos, um bom advogado também ajudaria bastante, mas os brasileiros não estão acostumados com justiça.

eterno menino

Distúrbio do crescimento

By Jânio

setembro 28, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 12 Comentários

   

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 216 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: