Made in Blog

Divulgação, internet, downloads, blogs, web2.0

Sophia Hacker Group aterroriza a internet

sophia hacker group

Ataques Crackers

O ano de 2.011 começou tumultuado na área de segurança em tecnologia, eu já imaginava que isso poderia ocorrer, aliás, todo mundo já imaginava.

Todos nós sabemos da velocidade em que as ferramentas Web 2.0 crescem no mercado de internet, o que nós não sabemos é das falhas que essas ferramentas podem apresentar. Isso é normal em softwares experimentais e grande parte das ferramentas Web 2.0 são assim.

Durante muito tempo, os alvos principais sempre foram produtos da Microsoft. A idéia de ter que atualizar programas todo ano – e não eram poucos os programas – tornaram Bill Gates uma unanimidade. A Microsoft conseguiu unir todo os hackers contra si.

Entre os hackers, sempre surgem os ambiciosos, crackers, criminosos dispostos a aproveitar toda essa tecnologia em causa própria. Enquanto o hacker usa a tecnologia hacker como forma de democratizar e difundir conhecimentos, o cracker prefere comercializar informações sigilosas, atacar sistemas, sempre pensando em si.

Os maiores sites do mundo foram vítimas de ataques piratas, entre eles, as plataformas para blogs, WordPress e Blogspot.

Eu estive analisando os fatos: Um Hacker não atacaria uma ORG, poderia até pensar em atacar a Blogspot, mas isso também não seria normal, devido a sua popularidade e até pelo fato de serem ferramentas gratuitas.

Um lammer poderia acidentalmente ter o controle de uma plataforma, mas não todas elas.

Quem poderia ter interesse em atacar esses sites? Talvez os concorrentes?

O que sabemos é que nem todos assumem que foram atacados, a maioria prefere dizer algo como: “Estamos em manutenção, voltaremos em breve.”

Um grupo que se destacou nos últimos ataques, foi o “Sophia hacker Group”, pesquisar sobre essas palavras no google tornou-se uma tarefa perigosa.

A seguir, listamos alguns ataques que tornaram o ano de 2.011 um ano para ser esquecido pelos profissionais de internet, pelo menos para quem trabalha na área de segurança.

01 – O “Sophia Hacker Group” atacou o site do Ministério das Obras Públicas e do Gabinete Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA). O grupo instalou no site uma página, chamando a atenção para a fome no mundo, sendo o ataque assinado por Pink_spider.

A página hacker/cracker estava escrita em português do brasil.

O site da polícia da República do Quênia foi invadido por um hacker que era fã de Mark Zuckerberg, pelo menos foi essa a impressão deixada pelo hacker, em sua menagem: (“Got in and all i could think about was zuckerberg!!! This’ for you Mark!”).

“Eu entrei e tudo o que eu pensava era em Mark Zuckerberg!!! Esta é para você Mark!”

Além de deixar essa mensagem, o hacker também mudou o título do site. Onde deveria estar “Kenya Police”, apareceu “I’m CEO, Bitch”, infelizmente não podemos traduzir esse texto nesse horário.

02 – Fernando Xavier da Silva, Prefeito de Carlos Barbosa, pelo PDT, foi surpreendido pela notícia de sua própria morte. No site da Prefeitura da cidade. Foi publicada uma notícia sobre um suposto assalto, onde o prefeito teria morrido.

03 – O site da Prefeitura de Campina Grande – PB, http://www.pmcg.pb.gov.br, foi outra vítima de invasão. Não houve alteração dos dados, na página principal foi inserida uma foto de um casal de namorados, assinado por “King off control”.

04 – Vinícius Camacho, conhecido por KMax, invadiu o site da telefônica no intuito de roubar dados sigilosos. O Cracker foi descoberto pela polícia e poderá pegar até quatro anos de prisão.

Além de invadir o site da Telefônica, Vinícius já havia invadido a rede social Orkut, onde é acusado de roubo de comunidades, em 2.005.

Grupos como “Eu amo chocolate!”, “Só mais 5 minutinhos…” e “The SimpsonsBrasil” foram assumidos por um usuário fictício que incentivava o uso do navegador Firefox, da Mozilla.

Vinícius chamou a atenção da área de tecnologia, durante a Campus Party, ao reprogramar um roteador usado no evento, utilizando um laptop.

O programador não foi pego em flagrante, por isso deverá responder ao processo em liberdade.

Obs: Bom, pelo menos agora eu sei como a polícia utiliza o Campus Party.

By Jânio

About these ads

junho 16, 2011 - Posted by | segurança | , , , , , , ,

4 Comentários »

  1. [...] * Publicado no MadeInBlog [...]

    Pingback por Ver! | Blog | Sophia Hacker Group aterroriza a internet | junho 16, 2011 | Resposta

  2. Sophia Hacker Group é nome de p*** ATT: C4PS-L0CK

    Comentário por HDDF | julho 19, 2011 | Resposta

  3. Somos uns dos lideres do segmento imobiliário na intenet, e este palhaços tentaram invadir o nosso servidor por 2 vezes e se ferraram!!kkkkkkkkkkkkk Bando de idiotas sem ter o que fazer!!!! Sophia Hacker Group = a um bando de ridiculos que assistem filmes de hackers e acham que são alguma merda!!!!!!! rsrsrsrsrsrsrsrsr

    Comentário por André Luiz Lyra | novembro 11, 2011 | Resposta

    • Olá André:

      Tomara que eles sejam só isso mesmo.

      No caso dos ataques, caso o site tenha uma boa equipe de manutenção, certamente não ocorrerá grandes problemas. O problema do governo é criar milhares de sites sem responsabilidade de ficar atento, aí eles fazem a festa.

      ABS

      Comentário por icommercepage | novembro 11, 2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 217 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: