Made in Blog

Divulgação, internet, downloads, blogs, web2.0

Trinta anos de escândalos na política brasileira

abertura política

trinta anos de escândalos

O Brasil é um país riquíssimo, prova disso é que faz parte do G20, o que não significa força do Estado cujo anarquia não permite que isso ocorra. O G20 envolve as vinte maiores potências de interesse dos capitalistas, países de potencial econômico muito grande e que não impõe restrições burocráticas de modo a inviabilizar futuros investimentos.

Apesar do Brasil estar confortavelmente entre os vinte maiores interesses internacionais, sua estrutura é de um pais subdesenvolvido, sua incompetência para gerir projetos importantes ligados à educação, transporte, saúde, saneamento básico, segurança e criação de empregos, deixa os membros do G20 constrangidos, prova disso é a luta do Brasil pela tão sonhada cadeira permanente no conselho de segurânça da Onu.

É como se o setor público não tivesse o menor compromisso com a questão administrativa, onde o aumento de gastos é constante, a queda na produtividade é visível. Dessa forma, aumento de impostos que atingem os últimos recursos de sobrevivência dos cidadãos comuns, do setor privado, são uma afronta a dignidade humana, um convite a uma sub-classe informal, invisível ao estado, em comunidades abandonadas das favelas ou regiões distantes desse imenso pais chamado Brasil.

Ser rico, no Brasil, quase sempre implica em ser desonesto, já que o sistema é claramente escravagista. Chamar um empresário de rico, significa afrontá-lo, a grande maioria se sente extremamente constrangidos ao serem chamados de ricos.

A ambição é grande. Primeiro criam-se formas que facilitem a corrupção, leis que protejam os políticos, em seguida criam-se projetos e mais projetos, sem a menor competência para geri-los, afinal é dinheiro público, dinheiro fácil.

Há uma inversão clara de números onde oitenta por cento implicam em pagamentos de impostos, de alguns produtos, enquanto vinte por cento refletem o valor real do produto. As referências para tal desrespeito com as pessoas são os países ricos, são dos países ricos que vem a base de cálculo para os salários dos marajás brasileiros.

Enquanto uma dezena de políticos agem em seu próprio benefício, a grande amioria dos politicos não sabe sequer o que fazem ali, a única coisa que tem certeza é que seus salários deverá ser igual ao de seus companheiros. Eles pensam que o seu mal é menor, não sabem que uma pessoa que desvia um centavo daquelas que morrem nas portas dos hospitais, estão condenadas a apodrecer no inferno.

Não tenho a menor vocação para julgá-las, sei que para o Todo-Poderoso com poder absoluto, tudo é possível, inclusive os seu perdão, só a ele cabe o julgamento, mas alguém tem que dizer para onde vão os covardes; esse mundo não teria nenhum sentido, caso esses malditos políticos fossem todos para o céu.

Qualquer político que não sinta vergonha de ser político, que não assuma essa condição perante o seu eleitorado, não é digno de voto, nem de compaixão de seus eleitores, deve ser considerado um traidor do povo, o povo que não vê saída para sua vida a não ser uma vida marginalizada, prostituindo o corpo e a mente para conseguir sobreviver e não enlouquecer em seguida.

A Wikipedia é uma luz na razão de muitos países subdesenvolvidos que, como o Brasil, perderam completamente a noção do certo e errado, aplaudindo velhos políticos em palanques, sem saber que os mesmos estarão para sempre de mãos dadas com o sistema, seja ele militar ou civil, social ou democrático, capitalista ou comunista, sempre estarão do lado certo do lado errado.

A lista que vem a seguir, é um pedido da Wikipedia para que você abra seus olhos, o que significa o oposto do voto em branco. Devemos escolher entre dois candidatos, não com referência entre o honesto e o criminoso, mas de acordo com nossas informaçãos e a nossa consciência. Nós sabemos que, até o dia da eleição, todos os corruptos estarão com sua ficha limpa, vestidos em peles de cordeiro, é nesse momento que seu olhar e sua consciência devera recriminá-lo, mostrar a sua força e o poder de de su voto.

Em nossa cultura, apesar da falta de tradição, é possível identificar muitas famílias através de seus nomes, o corrupto brasileiro não só não acredita na punição perante a justiça, como não acredita na punição perante o povo, aí é o ponto fraco dele.

Podemos obter um raio-x de um político brasileiro, com uma simples pesquisa pela internet, em sites especializados em política ou com a ajuda da Wikipedia que é muito mais que um simples dicionário online, é uma enciclopédia de tudo o que se refere a conteúdo em forma de texto.

Há casos em que o povo pode ajudar a fiscalizar, outros, apenas a Polícia Federal tem os meios necessários e ainda há os casos tão sofisticados que nem a Polícia Federal tem conhecimento, nesses casos, só com denúncia mesmo.

De um modo geral, os crimes são os mesmos, desvio de verba de um setor para atender a outro, enriquecimento (há quem diga que toda forma de enrriquecimento, no Brasil, é ilícita, não há como enriquecer com as atuais taxas de impostos. Há também os investimentos em localidades distante do domicílio.

Veja a lista dos escândalos ao longo dos últimos 30 anos e faça uma pesquisa a respeito deles e dos envolvidos nessas corrupções.

Anos 70

Caso Wladimir Herzog (outubro de 1975) – Esse foi o primeiro dos casos de denúncia, após um período negro de ditadura, onde era proibido a cor vermelha, em roupas ou em qualquer tipo objeto. Provocou um grande escândalo, o início da abertura política, quando o regime militar apresentava a cara a tapa.

Caso Lutfalla

Caso Atalla

Caso Abdalla – Parecem até ter algo em comum, os três casos acima, eu me lembro das notícias pelo rádio, ainda havia medo nas denúncias.
Cassações dos Parlamentares no Governo Geisel (1975-1977)

Caso Manuel Fiel Filho (janeiro de 1976)

Primeiro Caso Econômico (Ministro Ângelo Calmon de Sá acusado de passar um gigantesco cheque sem fundos)

Lei Falcão (1976)

Pacote de Abril (1977)

Grandes Mordomias dos Ministros no Governo Geisel

Caso Halles

Caso BUC

Caso Eletrobrás

Caso Áurea

Caso UEB/Rio-Sul

Caso Lume

Caso Ipiranga

Caso Dow Química

Caso Nigeriano

Caso Tama

Caso Cobec

Caso Coscafé

Anos 80

Caso Capemi

Caso do Grupo Delfim

Caso Baumgarten

Escândalo da Mandioca

Escândalo da Proconsult

Escândalo das Polonetas

Escândalo do Instituto Nacional de Assistência Médica do INAMPS

Caso Coroa-Brastel

Escândalo das Jóias

Escândalo do Ministério das Comunicações (grande número de concessões de rádios e TVs para políticos aliados ou não ao Sarney. A concessão é em troca de cargos, votos ou apoio ao presidente)

CPI da Corrupção (1988)

Caso Chiarelli (Dossiê do Antônio Carlos Magalhães contra o senador Carlos Chiarelli ou “Dossiê Chiarelli”) (1988)

Caso Vale

Caso Imbraim Abi-Ackel

Escândalo da Administração de Orestes Quécia

Escândalo do Contrabando das Pedras Preciosas

Escândalo Rabo-de-Palha (Tentativa de fraude eleitoral montada pelo então Governador do Rio Grande do Norte, José Agripino Maia nas Eleições Municipais de 1985.)

Anos 90

Escândalo do INSS (ou Escândalo da Previdência Social)

Escândalo do BCCI (ou caso Sérgio Corrêa da Costa)

Escândalo da Ceme (Central de Medicamentos)

Escândalo da LBA

Caso Georgina de Freitas

Esquema PP

Esquema PC (Caso Collor)

Escândalo da Eletronorte

Escândalo do FGTS

Escândalo da Ação Social

Escândalo do BC

Escândalo da Merenda

Escândalo das Estatais

Escândalo das Comunicações

Escândalo da Vasp

Escândalo da Aeronáutica

Escândalo do Fundo de Participação
Escândalo do BB

Centro Federal de Inteligência (Criação da CFI, primeira Medida Provisória do governo Itamar Franco para combater corrupção em todas as esferas do governo federal) (1992)

Caso Edmundo Pinto (1992)

Escândalo do DNOCS (Departamento Nacional de Obras contra a Seca) (ou caso Inocêncio Oliveira)

Escândalo da IBF (Indústria Brasileira de Formulários)

Escândalo do INAMPS (Instituto Nacional de Assistência Previdência Social)

Caso Nilo Coelho

Caso Eliseu Resende

Caso Queiroz Galvão (em Pernambuco)

Escândalo da Telemig (Minas Gerais)

Jogo do Bicho (ou Caso Castor de Andrade) (no Rio de Janeiro)

Caso Ney Maranhão

Escândalo do Paubrasil (Paubrasil Engenharia e Montagens)

Escândalo da Administração de Roberto Requião

Escândalo da Cruz Vermelha Brasileira

Caso José Carlos da Rocha Lima

Escândalo da Colac (no Rio Grande do Sul)

Escândalo da Fundação Padre Francisco de Assis Castro Monteiro (em Ibicuitinga, Ceará)

Escândalo da Administração de Antônio Carlos Magalhães (Bahia)

Escândalo da Administração de Jaime Campos (Mato Grosso)

Escândalo da Administração de Roberto Requião (Paraná)

Escândalo da Administração de Ottomar Pinto (em Roraima)

Escândalo da Sudene de Pernambuco

Escândalo da Prefeitura de Natal (no Rio Grande do Norte)

CPI do Detran (em Santa Catarina)

Caso Restaurante Gulliver (tentativa do governador Ronaldo Cunha Lima matar o governador antecessor Tarcísio Burity, por causa das denúncias de Irregularidades na Sudene de Paraíba)

CPI do Pó (em Paraíba)

Escândalo da Estacom (em Tocantins)

Escândalo do Orçamento da União (ou Escândalo dos Anões do Orçamento ou CPI do Orçamento)

Compra e Venda dos Mandatos dos Deputados do PSD

CPI da TV Jovem Pan (investigações sobre a compra da emissora que deve ao governo federal) (também conhecido como Caso TV Jovem Pan)

Caso Rubens Ricupero (também conhecido como “Escândalo das Parabólicas”).

Escândalo do Banco Econômico (ou Segundo Caso Econômico)

Escândalo do Sivam (Primeira grave crise do governo FHC)

Escândalo da Pasta Rosa

Escândalo da CONAN

Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)[1]

Escândalo da Administração de Paulo Maluf (na cidade de São Paulo)

Escândalo do BNDES (verbas para socorrerem ex-estatais privatizadas)

Caso PC Farias

Escândalo da Compra de Votos Para Emenda da Reeleição

Escândalo da Previdência

Escândalo da Administração do PT (primeira denúncia contra o Partido dos Trabalhadores desde a fundação em 1980, feito pelo militante do partido Paulo de Tarso Venceslau)

Escândalo dos Precatórios

Escândalo do Banestado

Escândalo da Encol

Escândalo da Mesbla

Escândalo do Banespa
Escândalo dos Medicamentos (grande número de denúncias de remédios falsificados ou que não curaram pacientes)

Escândalo da Desvalorização do Real

Escândalo dos Fiscais de São Paulo (ou Máfia dos Fiscais)

Escândalo da Mappin

Escândalo do Banco Marka (ou Caso Salvatore Cacciola)

Dossiê Cayman (ou Escândalo do Dossiê Cayman ou Escândalo do Dossiê Caribe)

Escândalo dos Grampos Contra FHC e Aliados

Escândalo do Judiciário (ou CPI do Judiciário)

Escândalo dos Bancos

CPI do Narcotráfico

CPI do Crime Organizado

Escândalo da Banda Podre (no Rio de Janeiro)

Quebra do Monopólio do Petróleo (criação da ANP)

Escândalo da Transbrasil

Escândalo da Pane DDD do Sistema Telefônico Privatizado (o “Caladão”)

Escândalo dos Desvios de Verbas do TRT-SP (Caso Nicolau dos Santos Neto, o “Lalau”)

Escândalo da Administração da Roseana Sarney (no Maranhão, 1995-2002)

Corrupção na Prefeitura de São Paulo (ou Caso Celso Pitta, 1997-2000)

Escândalo da Sudam

Escândalo da Sudene

Escândalo do Banpará

Escândalo da Administração de Mão Santa (no Piauí, 1999-2001)

Acidentes Ambientais da Petrobrás

Abuso de Medidas Provisórias (5.491)

Escândalo do Abafamento das CPIs no Governo do FHC

Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo FHC

CPI do Banestado

Escândalo do Proer

Caso Marka/FonteCindam

Escândalo Ganhe Já (Escândalo fiscal ocorrido no 2o Governo de José Agripino Maia1991-1994.)

Quebras do BANDERN e do BDRN (Quebras e má-gestão de bancos estatais do Rio Grande do Norte ocorridas no 2o Governo de José Agripino Maia1991-1994.)

Década de 2000

Caso Luís Estêvão

Escândalo da Quebra do Sitio do Painel do Senado (envolvendo os presidentes do Senado, Antônio Carlos Magalhães e Jader Barbalho)

Escândalos no Cerrado em 2001 [carece de fontes?]

Caso Toquinho do PT

Caso Celso Daniel

Caso Lunus (ou Caso Roseana Sarney)

Operação Anaconda

Caso José Eduardo Dutra

Escândalo do Propinoduto

Escândalo do Valerioduto

CPI da Pirataria

Escândalo dos Bingos(ou Caso Waldomiro Diniz)

Caso Luiz Augusto Candiota

Caso Cássio Caseb

Caso Kroll

Escândalo dos Vampiros

Irregularidades na Bolsa-Família

Escândalo dos Correios – Também conhecido como Caso Maurício Marinho)

Escândalo do IRB

Escândalo da Novadata

Escândalo da Usina de Itaipu ou Operação Castores

Escândalo das Furnas

Escândalo do Mensalão

Escândalo do Leão & Leão

Escândalo da Secom

Escândalo do Brasil Telecom (Também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)

Escândalo da CPEM

Mensalão Tucano

Escândalo dos Dólares na Cueca

Escândalo do Banco Santos

Escândalo Daniel Dantas – Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)

Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)

Escândalo dos Fundos de Pensão

Escândalo dos Grampos na Abin

Escândalo do Foro de São Paulo

Escândalo do Mensalinho

Caso Toninho Barcelona

Doação de Roupas da Lu Alckmin (esposa do Geraldo Alckimin)

Escândalo da Nossa Caixa

Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)

Escândalo das Cartilhas do PT

Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados

Escândalo das Sanguessugas (Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)

Operação Confraria

Operação Dominó

Operação Saúva

Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra

Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo

Escândalo do Dossiê

Escândalo da Renascer em Cristo

Operação Testamento

CPI da Ampla

CPI da Crise Aérea (Senado Federal e Câmara dos Deputados)

Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão)

Operação Octopus

Operação Navalha

Operação Carranca

Operação Xeque-Mate

Operação Moeda Verde

Caso Renan Calheiros

Escândalo das Concessões (Concessões de Emissoras de Rádio e TV no Caso Renan Calheiros}

Operação Sétimo Céu

Operação Hurricane II (também conhecida Operação Furacão II)

Caso Joaquim Roriz

Operação Babilônia

Operação Firula

Escândalo do Corinthians (ou caso MSI)

Caso de Fraudes em Exames da OAB

Operação Águas Profundas (também conhecida como Caso Petrobras)

Caso Cássio Cunha Lima (em Paraíba)

Operação Nove

CPI da Pedofilia

Escândalo dos cartões corporativos

Escândalo da Bancoop

Esquema de desvio de verbas no BNDES

Máfia das CNH’s (Fraudes no DETRAN de São Paulo)

Caso Álvaro Lins, no Rio de Janeiro

Operação Satiagraha Prisão de Daniel Dantas

Dossiê Revista VEJA

Crise Ética da Imprensa Potiguar (Atingiu seu auge nas eleições municipais de 2008)

Operação Selo

Operação Deja Vu

Escândalo das passagens aéreas

Escândalo dos atos secretos

Escândalo dos falsos currículos de Dilma e Mercadante

Escândalo da Receita Federal – Lina Vieira

Censura ao jornal O Estado de São Paulo

Escândalo do BNDES – Paulinho da Força Sindical

Escândalo do conselho do FAT

Escândalo da compra de caças franceses Rafale

Escândalo José Sarney – Compra de apartamentos por empreiteira

Escândalo do filho de Lula – Gamecorp

Escândalo da venda da Brasil Telecom

Escândalo dos Fundos de Pensão – Luiz Gushiken

Escândalo da Petrobras – Refinarias

Escândalo da Petrobras – ONGs

Escândalo da Petrobras – patrocínio de festas juninas

Escândalo do financiamento do MST

Escândalo do INCRA

Escândalo dos gastos dos jogos Panamericanos Rio

Escândalo da ferrovia Norte-Sul

Escândalo da falência da VARIG

Escândalo da VARILOG e Dilma Roussef

Escândalo do Dossiê da Casa Civil – Dilma Roussef

Escândalo das obras do PAC

Escândalo da expropriação de ativos da Petrobras na Bolívia

Escândalo do “Apagão Aéreo”

Escândalo das licitações da INFRAERO

Escândalo dos Correios

Escândalo do IPEA – desestruturação e politização do órgão

Escândalo da IURD – Igreja Universal do Reino de Deus

Escândalo da pane do Speedy – Banda Larga de Internet

Escândalo da SECOM – gastos de publicidade do governo federal

Escândalo da gasolina batizada

desestruturação das agências reguladoras

CPI da Coelce

CPI da Enersul

CPI da Conta de Luz

CPI das ONGs

Escândalo da privatização das rodovias federais

Gripe Suína e os dados oficiais

Escândalo do trem bala Rio – São Paulo – TAV

Operação Boi Barrica

Escândalo da Fundação José Sarney

Vereadores de Cornelio Procopio Utilizam diarias falsas

Datas Desconhecidos (1964-1994)

Escândalos do Regime Militar e pré-era FHC/Lula, a serem ainda analisados e datados aqui:

Ferrovia do Aço

Transamazônica

Projeto Jaíba

Projeto Carajás

Serra do Navio

Doação de terras amazônicas a multinacionais

Projeto Jari

Hidrelétrica de Balbina

Usinas nucleares em Angra – Projeto Nuclebrás

Reserva do Mercado de Informática

Esquema ACM-Globo-NEC

Esquema Globo-Grupo Time Life (1965 ou 1968?)

Hidrelétrica de Tucuruí

Projeto Alcan-Alcoa no Maranhão.
Fonte da lista – Wikipedia

Texto – By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

About these ads

fevereiro 27, 2010 - Posted by | Política | , , , , , , ,

27 Comentários »

  1. Saudações!
    Que Post Fantástico!
    Amigo JÂNIO, confesso que eu não sei nem por onde começar. Ao seu texto é tão rico que nos remete ao passado, presente e futuro ao mesmo tempo. Os dados elencados são fatos incontestáveis, é a página negra da história, infelizmente.
    Faço questão de lhe dizer, que eu tenho muito orgulho de integrar o seu circulo de amigos, em especial porque você, até se arrisca veiculando matérias dessa magnitude, mas isso, caríssimo amigo é nobre de sua parte. O Brasil precisa de você, nós precisamos de você!
    Favoritei o seu Post e com paciência vou repassar para os meus amigos.
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Contagiou. Mexeu. Valeu.
    Abraços,
    LISON.

    Comentário por LISONN | fevereiro 28, 2010 | Resposta

  2. Olá Lisonn.

    O post de um blog tem uma medita, uma dimensão que é própria dele, não é um libro, não é uma quadra.

    São vários os assuntos que poderíamos expor, mas nem sempre nos lembramos, graças a Deus nosso círculo de amigos é rico em cultura, o suficiente para nos inspirar e não deixar que nos falte idéias. É mais fácio faltar tempo do que as benditas idéias.

    ABS

    Comentário por icommercepage | fevereiro 28, 2010 | Resposta

  3. Finalmente encontrei um local que me possibilita realizar um projeto antigo, de ajudar a divulgar os fatos que tanto mancharam e ainda mancham a história da política brasileira, e que o brasileiro tanto teima em esquecer.
    Servirá de ponto de partida, com certeza.
    PARABÉNS

    abraço

    Comentário por Valdemir | fevereiro 28, 2010 | Resposta

  4. Olá Valdemir.

    O Brasil precisa de pessoas como você, não é todo dia que encontramos pessoas dispostas a divulgar esses fatos.

    O velho esquema “Rouba mais faz” já era, precisamos de pessoas com aptdões sociais, pessoas com noção do que é certo e errado e que dêem bons exemplos e nos ajudem a criar tradições de boas famílias no Brasil.

    ABS

    Comentário por Janio | fevereiro 28, 2010 | Resposta

  5. [...] já está um tanto “batido”, mas é sempre válido trazê-lo à “superfície”. Quando os escândalos se sucedem na política, nos poderes executivo, legislativo e judiciário, o cidadão não perdoa, critica veementemente, [...]

    Pingback por Brasileiro e a Lei: uma Relação de Pouco Amor | Blog "Endireitando" (blog de estudos acadêmicos) | junho 11, 2010 | Resposta

  6. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por A política torta do Brasil « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  7. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por Eu não acredito em teoria da conspiração. « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  8. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por Mortes misteriosas de Celebridades. « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  9. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por Relação de todos os presidentes do Brasil « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  10. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por A história política de José Sarney. « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  11. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por Lista de políticos com problemas na justiça « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  12. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por O massacre do sítio Caldeirão « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  13. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por A crise da PPP « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  14. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil [...]

    Pingback por Ficha Limpa fica para 2.012 « Made in Blog | junho 26, 2011 | Resposta

  15. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil Rate this: Gostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. [...]

    Pingback por Política – A pirâmide dos malditos « Made in Blog | maio 3, 2012 | Resposta

  16. [...] Trinta anos de escândalos no Brasil Rate this: [...]

    Pingback por Jovens homens velhos « Made in Blog | agosto 29, 2012 | Resposta

  17. [...] Trinta anos de corrupção [...]

    Pingback por Sistemas corrompem « Made in Blog | janeiro 5, 2013 | Resposta

  18. [...] Trinta anos de corrupção [...]

    Pingback por Renan Calheiros – A desgraça brasileira « Made in Blog | fevereiro 5, 2013 | Resposta

  19. Muito bom mesmo… o povo brasileiro é muito esquecido, eu n tinha noção q tinha tantos escândalos assim… obrigado pelo post

    Comentário por Douglas | março 13, 2013 | Resposta

    • Olá Douglas:

      Eu é que agradeço pela visita e participação.

      Espalha por aí.

      ABS

      Comentário por icommercepage | março 15, 2013 | Resposta

  20. [...] Trinta anos de corrupção [...]

    Pingback por Maluf é condenado a devolver dinheiro « Made in Blog | abril 12, 2013 | Resposta

  21. parabéns , excelente texto muito completo , cheio de informaçao

    Comentário por clebison | junho 29, 2013 | Resposta

    • Obrigado Clebison:

      Muito bem-vinda a sua participação!

      ABs

      Comentário por icommercepage | junho 29, 2013 | Resposta

  22. […] Trinta anos de escândalos no Brasil […]

    Pingback por Máfia do metrô « Made in Blog | agosto 13, 2013 | Resposta

  23. […] Trinta anos de escândalos no Brasil […]

    Pingback por Lista de envolvidos na máfia do asfalto « Made in Blog | outubro 31, 2013 | Resposta

  24. […] Trinta anos de corrupção […]

    Pingback por A corrupção tem problemas no coração « Made in Blog | novembro 23, 2013 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 217 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: